Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/2015
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2008_CleuserMariaCamposOsse.pdf492,33 kBAdobe PDFView/Open
Title: Pródromos e qualidade de vida de jovens na moradia estudantil da Universidade de Brasília - UnB
Authors: Osse, Cleuser Maria Campos
Orientador(es):: Costa, Ileno Izídio da
Assunto:: Sofrimento psíquico
Saúde mental
Universidade de Brasília
Estudante universitário - habitação
Qualidade de vida
Issue Date: 20-Oct-2009
Citation: OSSE, Cleuser Maria Campos. Pródromos e qualidade de vida de jovens na moradia estudantil da Universidade de Brasília - UnB. 2008. 119 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia Clínica)-Universidade de Brasília, Brasília, 2008.
Abstract: O propósito principal deste estudo foi mapear as condições psicológicas, sociais e de qualidade de vida do jovem universitário residente na moradia estudantil da UnB, objetivando ao final subsidiar futuros programas de proteção, prevenção e assistência desta população. A procura por assistência psicológica em programas da UnB é composta em sua maioria por jovens universitários entre 17 e 25 anos, em fase crítica de desenvolvimento psicossocial, experimentando muitas mudanças e, tratando-se dos residentes da moradia estudantil, tendo saído da casa de seus pais pela primeira vez para morar na universidade. Para verificar a existência de pródromos e conhecer a qualidade de vida desses jovens, foram utilizados questionários auto-aplicáveis, sobre questões demográficas, de eventos de vida na infância, durante a vida e no último ano, uso de álcool e outras substâncias e de risco e ideação ao suicídio. Oitenta e sete (87) voluntários participaram da pesquisa. Os resultados apontam para uma realidade preocupante: jovens na maioria com até 25 anos de idade, com dificuldades para a sua manutenção material na universidade. Foram identificados, em sua maioria, pródromos que indicaram ansiedade, depressão e dificuldades em aceitar/procurar ajuda. As dificuldades financeiras, o ambiente social composto por um complexo emaranhado de relações e a carência de orientação e apoio identificados, favorecerem o aparecimento de comportamentos de risco como tentativa de solução de problemas relacionados ao sofrimento psíquico. Apesar da existência de programas estudantis na UnB, estes ainda não conseguem cobrir toda a complexa demanda por assistência destes estudantes. Ficou evidente a necessidade de implementação de investimentos que privilegiem a saúde física e mental e que possibilitem não só a permanência na universidade, mas uma permanência com qualidade. Sugere-se ações emergenciais, a médio e em longo prazo, para que os programas já existentes na instituição possam atender de maneira mais abrangente os alunos da moradia estudantil, objetivando obter melhor rendimento acadêmico e qualidade de vida na moradia estudantil. __________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
The purpose of this study was to map out the psychological, social and qualityof- life conditions of young university students living in campus dormitories of the University of Brasília (UnB). The data may provide inputs for drawing up future protection, prevention and assistance programs for this population. Most young university students seeking psychological assistance in UnB's programs are aged from 17 to 25 years old, in a critical psychosocial development phase and experiencing many changes, like living in campus dormitories usually after living their parents' home for the first time. Aiming checking the existence of prodromes and life´s quality of these young people, self-applicable questionnaires were used dealing with issues relating to demography, life events in childhood, lifetime events and events in the previous year, use of drugs and other substances, risk behaviors and ideation to suicide, use and knowledge of UnB´s assistance services. Eighty-seven volunteers took part in the survey. The results point to a worrying reality: most of these young people are aged up to 25 years old and are facing difficulties beyond their material needs to continue to attend the university. Most of the surveyed students revealed prodromes like anxiety, depression and difficulties to accept/seek help on the part of. The financial difficulties, the social environment characterized by complex relationships, and the lack of guidance and support make up a scenario which encourages risk behaviors to solve psychic suffering. Although assisting programs are available at UnB for these young people, they have not been able to manage the complex demand for assistance from these students. It became evident that is necessary to improve the physical and mental health of the students in order to make it possible for them not only to continue to attend the university, but to increase their quality of life. In this sense, suggestions of medium- and long-term emergency actions are presented.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Departamento de Psicologia Clínica, 2008.
Appears in Collections:PCL - Mestrado em Psicologia Clínica e Cultura (Dissertações)
UnB - Brasília 50 anos

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/2015/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.