Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/20058
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_GabrielNascimentoSantos.pdf6,02 MBAdobe PDFView/Open
Title: E a história não acabou... : a representação da identidade de classe social no livro didático de língua inglesa
Authors: Santos, Gabriel Nascimento dos
Orientador(es):: Andrade, Mariana Rosa Mastrella de
Assunto:: Identidade
Livros didáticos
Classes sociais
Língua inglesa - estudo e ensino
Issue Date: 29-Apr-2016
Citation: SANTOS, Gabriel Nascimento dos. E a história não acabou...: a representação da identidade de classe social no livro didático de língua inglesa. 2016. 164 f., il. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Abstract: Esta pesquisa tem como objetivo analisar como as identidades de classe social são construídas/representadas no livro didático (doravante LD) de língua inglesa. Durante décadas o estudo sobre classes sociais passou despercebido nas ciências sociais (NORTON; TOOHEY, 2011; BLOCK, 2013), impossibilitando alguns olhares sobre como as identidades de classe social são construídas/representadas nas práticas sociais. Porém, num mundo globalizado onde a distância entre os que são incluídos e os que são excluídos muitas vezes são as tecnologias (BRETÃS, 2004), dentre diversos outros fenômenos socioeconômicos, políticos, históricos e culturais, é preciso retornar às classes sociais. No entanto, isso não é possível sem examinar as questões de como e por que as identidades são importantes na pós-modernidade. Os estudos sobre identidades elaboram um importante referencial teórico e analítico de como os sujeitos se constituem histórico e culturalmente, de modo a reivindicar lugares na sociedade. A identidade é, assim, uma constituição simbólica (WOODWARD, 2000) reivindicada pelos sujeitos para ocuparem os mais diversos espaços na sociedade. Desse modo, as políticas de identidade implicam que as identidades são construídas enquanto signos, destacando-se as relações de identidade de diferença, de modo que as duas são construídas mutuamente (SILVA, 2000; WOODWARD, 2000; HALL, 2000). Por outro lado, o LD é um lócus de construção/representação de identidades. Identidades etnicorraciais (FERREIRA; CAMARGO, 2014; JORGE, 2014), de sexualidade (TÍLIO; JÚNIOR, 2014) e classes sociais (SANTOS, 2013; MASTRELLA-DE-ANDRADE; RODRIGUES, 2014) são muito comuns no LD de língua inglesa. A forma como elas estão construídas reflete desigualdades de tratamento, subrepresentação e padronização, revelando que o LD é um espaço de poder. Enquanto espaço de poder, o LD é um item da indústria cultural, cuja história no Brasil representa poder (FREITAG et alli¸1989) e cuja utilização em sala de aula reflete legitimação enquanto instrumento de autoridade (CORACINI, 1999; GRIGOLETTO, 1999). Portanto, ao buscar analisar como as identidades de classe social estão representadas no LD de língua inglesa, adotamos enquanto referencial metodológico o paradigma da pesquisa interpretativista em Linguística Aplicada (MOITA LOPES, 1994). Para análise dos dados, adotamos dois volumes de um LD utilizado em unidades do Centro Interescolar de Línguas do Distrito Federal. No LD analisamos como as identidades estão representadas a partir de três temáticas bastante exploradas pelo LD. São elas Bens de consumo, Lazer e Profissões. A partir dessas temáticas, chegamos à conclusão de que o LD constrói identidades excludentes de classe social majoritariamente caracterizadas com os capitais simbólicos das classes médias e classes mais favorecidas socialmente. Os dados apontam que há um continuum de subrepresentação e apagamento das identidades de classe social populares, permitindo destacar uma profunda divergência com as identidades da ampla maioria dos alunos da escola pública brasileira. Diante disso, esperamos que esta pesquisa tenha ressonância no contexto educacional brasileiro a fim de produzir diferença e reflexão por parte da sociedade e dos agentes educacionais.
Abstract: This research aims at analyzing how social class identities are constructed / represented in the English language coursebook (hereafter LD for Portuguese abbreviation). For decades the study of social class has remained disregarded in the social sciences (NORTON; TOOHEY, 2011; BLOCK, 2013), hindering some perspectives on how social class identities are constructed / represented in the social practices. In a globalized world where the gap between those who are included and those excluded are often technologies (BRETON, 2004), among some many other socioeconomic, political, historical and cultural phenomena, we need to return to social class issues. However, this is not possible without examining the questions of how and why the identities are important in post-modernity. Studies on identities integrate an important theoretical and analytical framework of how subjects are constituted historically, culturally so to claim places on society. Thus, the identity is a symbolic constitution (WOODWARD, 2000) claimed by the subject to occupy the various areas in society. Thus, identity politics indicates that identities are constructed as signs, highlighting the relation of identity and difference, so that both are mutually constructed (SILVA, 2000; WOODWARD, 2000; HALL, 2000). On the other hand, the coursebook is a locus of identity construction / representation. Racial (FERREIRA; CAMARGO, 2014; JORGE, 2014), sexual (TÍLIO; JÚNIOR, 2014) and social class identities (SANTOS, 2013; MASTRELLA-DE-ANDRADE; RODRIGUES, 2014) are very common in English coursebook. The way those identities are built reflects unequal treatment, under-representation and standardization, revealing that the coursebook is a locus of power. As a locus of power, the coursebook is an item of the cultural industry, whose history in Brazil is a power feature demonstration (FREITAG et alli¸1989) and its use in the classroom reflects legitimation as instrument of authority (CORACINI, 1999; GRIGOLETTO, 1999). Therefore, aiming at analyzing how social class identities are represented in the English coursebook, we adopted as a methodological framework the paradigm of interpretive research in Applied Linguistics (MOITA LOPES, 1994). For data analysis, we adopted two volumes of an English coursebook used at Centro Interescolar de Línguas do Distrito Federal. For coursebook analysis on how identities are represented, we adopted three themes very exploited on coursebook. They are Consumer goods, Leisure and Professions. By using those themes, we conclude that the coursebook represents privileged identities of social class mainly characterized with the symbolic capital of the middle classes and higher social classes. The data indicate that there is a continuum of under-representation and erasure of the popular social class identities, taking to a profound disagreement with the identities of the vast majority of students in Brazilian government schools. Therefore, we hope that this research become resonant in the Brazilian educational context in order to produce advance and reflection by the society and educational agents.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Línguas Estrangeiras e Tradução, Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada, 2016.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
DOI: http://dx.doi.org/10.26512/2016.04.D.20058
Appears in Collections:PGLA - Mestrado em Linguística Aplicada (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/20058/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.