Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/20010
Título: Saberes e sabores da cultura kalunga : origens e consequências das alterações nos sistemas alimentares
Autor(es): Fernandes, Cecilia Ricardo
Orientador(es): Franco, José Luiz de Andrade
Assunto: Segurança alimentar
Agrobiodiversidade
Cerrados
Kalunga (comunidade quilombola brasileira) - Goiás (Estado)
Data de publicação: 26-Abr-2016
Data de defesa: 15-Dez-2014
Referência: FERNANDES, Cecilia Ricardo. Saberes e sabores da cultura kalunga: origens e consequências das alterações nos sistemas alimentares. 2014. 139 f., il. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Sustentável)—Universidade de Brasília, Brasília, 2014.
Resumo: Esta pesquisa analisa o impacto de políticas sociais e alimentares na segurança alimentar de populações tradicionais do Cerrado, escolhendo como estudo de caso o território quilombola Kalunga, localizado no nordeste goiano. A partir de observação participante, de entrevistas, de percursos comentados e de mapeamento participativo em duas comunidades (Engenho II e Vão de Almas), identificamos as principais características e transformações dos sistemas produtivos e alimentares. Além disso, aplicamos 11 questionários para avaliar o estado da segurança alimentar das famílias. O turismo, as distribuições de cestas básicas e os programas de transferência condicionada de renda influenciam diretamente as estratégias produtivas e práticas alimentares, porém sem levar ao abandono das práticas agrícolas tradicionais e da agrobiodiversidade. Ao adotar estratégias de diversificação de renda, baseadas na multilocalidade e na mobilidade entre comunidade e cidades, a maior parte das famílias consegue diminuir sua insegurança alimentar. Isso nem sempre implica na soberania alimentar, e por isso refletimos sobre um aprimoramento destas politicas públicas. _________________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
In this research we have sought to analyze the impact of social and food policies in nutritional safety of traditional populations of the Cerrado, choosing as a case study the Kalunga quilombola community, located at the Northeast of the state of Goiás. By means of participative observation, interviews, commented routes, and participative mapping in two communities (Engenho II and Vão de Almas), we have identified the main characteristics and transformations of the productive and nutritional systems. In addition, we have applied 11 questionnaires to assess the nutritional safety status of the families. Tourism, distribution of cestas básicas [a prepacked collection of the basic monthly consumables for a family of four], and the conditional income transfer programs directly influence the production strategies and nutritional habits, although not leading to the abandonment of traditional farming. When adopting income diversification strategies, based on multi-sited households and mobility between communities and cities, most families are able to reduce their nutritional insecurity. That seldom implies food sovereignty, and thus we reflect on an improvement of these public policies. ______________________________________________________________________________________________ RÉSUMÉ
Nous avons analysé l'impact des politiques sociales et alimentaires sur la sécurité alimentaire des populations traditionnelles du Cerrado, en se basant sur l'étude de cas du territoire quilombola Kalunga, situé dans le nord de l'Etat de Goiás. Grâce à l'observation participante, des entretiens, des parcours commentés avec les agriculteurs et la cartographie participative, nous avons identifié les principales caractéristiques et les transformations des systèmes de production et des pratiques alimentaires dans deux villages (Engeno II et Vão de Almas). De plus, nous avons appliqué 11 questionnaires pour évaluer l'état de la sécurité alimentaire des ménages. Le tourisme, la distribution de paniers alimentaires et les programmes de transferts monétaires influencent les stratégies de production et les pratiques alimentaires, mais sans pour autant impliquer l'abandon des pratiques agricoles traditionnelles et de l'agrobiodiversité. En adoptant des stratégies de diversification de revenus, basés sur multilocalité résidentielle et la mobilité entre les villages et la villes, la plupart des familles réduisent leur insécurité alimentaire. Cela n'implique pas toujours leur souveraineté alimentaire, c'est pourquoi nous menons une réflexion sur l'amélioration de ces politiques publiques.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Centro de Desenvolvimento Sustentável, Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Sustentável, 2014.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Coorientador(es): Pereira, Ludivine Eloy Costa
Aparece nas coleções:CDS - Mestrado Acadêmico em Desenvolvimento Sustentável (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2014_CeciliaRicardoFernandes.pdf4,53 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.