Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/19979
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_AmabelFernandesCorreia.pdf4 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Avaliação da atividade antifúngica de extratos de plantas do Cerrado brasileiro sobre isolados clínicos de Candida SPP
Outros títulos: Evaluation antifungal activity of crude extracts from brazilian Cerrado plants against clinical isolates Candida species
Autor(es): Correia, Amabel Fernandes
Orientador(es): Nóbrega, Yanna Karla de Medeiros
Coorientador(es): Silveira, Dâmaris
Assunto: Candidíase - tratamento
Antifúngicos
Plantas medicinais - cerrados
Data de publicação: 19-Abr-2016
Referência: CORREIA, Amabel Fernandes. Avaliação da atividade antifúngica de extratos de plantas do Cerrado brasileiro sobre isolados clínicos de Candida SPP. 2016. 95 f., il. Tese (Doutorado em Ciências Farmacêuticas)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Resumo: A maioria dos casos de candidíase sistêmica era atribuído à espécie de Candida albicans. Entretanto, Candida não albicans têm sido identificadas como patógenos em infecções humanas, representando mudança de prevalência com percentual por vezes superior a Candida albicans. Esta mudança na etiologia de candidíase sistêmica, está relacionada a novos métodos diagnósticos, como a identificação das espécies, empregando técnicas moleculares, e pode refletir a alta taxa de resistência a antifúngicos de Candida não albicans. Este estudo teve o objetivo de caracterizar isolados clínicos de Candida spp. quanto aos aspectos epidemiológicos e terapêuticos e, como proposta à resistência aos antifúngicos apresentados por Candida spp., foram avaliados a atividade antifúngica de extratos de plantas do cerrado brasileiro. Foram utilizados métodos clássicos e moleculares de identificação microbiológica e teste de disco difusão segundo protocolo de referência. Os métodos de identificações microbiológicas caracterizaram 150 isolados clínicos de pacientes com suspeita de infecções sistêmicas no Distrito Federal, Brasil, entre Janeiro/2011 e Dezembro/2012. Candida albicans foi a espécie mais isolada (50,6%), seguida por Candida parapsilosis (21,3%), Candida tropicalis (16,6%), Candida glabrata (8,0%), Candida krusei (0,7%), Candida guilliermondii (0,7%), Candida intermedia (0,7%) e Kadamaea ohmeri (0,7%), que foram isoladas em amostras de lavado broncoalveolar, sangue e escarro, predominantemente em pacientes do sexo masculino com idade entre 21 e 60 anos. O teste de disco difusão foi utilizado para determinar a atividade antifúngica de agentes convencionais e extratos de plantas. Na atividade antifúngica de agentes convencionais, a maioria dos isolados clínicos de Candida foram sensíveis a anfotericina B (97,9%); 91,9% foram sensíveis a voriconazol; 91,3% a fluconazol; 73% a itraconazol e 2,7% a 5-fluorocitosina. A resistência cruzada aos azólicos foi demonstrada por isolados de C. glabrata e C. intermedia. Na avaliação da atividade antifúngica dos extratos, as seis espécies de plantas, Eugenia dysenterica, Pouteria ramiflora, Pouteria torta, Erythroxylum subrotundum, Erythroxylum daphnites e Bauhinia rufa apresentaram efeito inibitório sobre diferentes espécies de Candida, sendo Candida glabrata a espécie mais inibida. Nossos resultados apontam, que os extratos avaliados possuem fitocompostos com potenciais atividades antifúngicas contra espécies de Candida, principalmente espécies de Candida não albicans, que representam atualmente grande revelância clínica e terapêutica. _______________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
Most cases of systemic candidiasis were assigned to the Candida albicans species. However, non albicans Candida have been identified as human pathogens in infections representing a change in prevalence with a percentage at times related to Candida albicans. This change in the etiology of systemic candidiasis is related to new diagnostic methods, such as identification of species using molecular techniques and may reflect on the high rate of resistance to antifungal Candida non albicans. This study´s main proposed objective is to characterize clinical isolated cases of Candida spp. to epidemiological and therapeutic aspects resisting to antifungal agents during treatment. Plant extracts of Brazilian Cerrado were used to evaluate. Microbiological identification on classic and molecular methods, and disk diffusion test were used as a protocol reference. The microbiological identification methods characterized 150 isolated clinical in patients suspected of systemic infection in the Federal District, Brazil, between January/2011 and December/2012. Candida albicans is the most commonly isolated species (50.6%), followed by Candida parapsilosis (21.3%), Candida tropicalis (16.6%), Candida glabrata (8.0%), Candida krusei (0.7%), Candida guilliermondii (0.7%), Candida intermedia (0.7%) and Kadamaea ohmeri (0.7%), which were isolated in bronchoalveolar lavage samples, blood and mucus, predominantly in male patients aged between 21 and 60 years. The disk diffusion test was used to determine the antifungal activity of conventional agents and plant extracts. In conventional antifungal agents, most isolated clinical cases of Candida were sensitive to amphotericin B (97.9%); 91.9% were susceptible to voriconazole; 91.3% to fluconazole; 73% itraconazole and 2.7% 5-fluorocytosine. The cross resistance to azoles has been demonstrated by isolated cases of C. glabrata and C. intermedia. When evaluating the antifungal activity of the extracts, the six species of plants, Eugenia dysenterica, Pouteria ramiflora, Pouteria torta, Erythroxylum subrotundum, Erythroxylum daphnites and Bauhinia rufa showed inhibitory effect on various Candida species, and Candida glabrata the most inhibited species. Our results suggest that the extracts evaluated have compounds with potential antifungal activity against Candida species, especially Candida non albicans species, representing currently important great clinical and therapeutic.
Informações adicionais: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Curso de Ciências Farmacêuticas, Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas, 2016.
Aparece nas coleções:PPGCF - Doutorado em Ciências Farmacêuticas (Teses)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.