Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/19781
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_EllenLimaRocha.pdf3,02 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Caracterização clonal de cepas de Bordetella pertussis isoladas no Distrito Federal
Autor(es): Rocha, Ellen de Lima
Orientador(es): Campos, Tatiana Amabilis de
Assunto: Doença infectocontagiosa
Coqueluche
Data de publicação: 28-Mar-2016
Referência: ROCHA, Ellen de Lima. Caracterização clonal de cepas de Bordetella pertussis isoladas no Distrito Federal. 2015. 82 f., il. Dissertação (Mestrado em Biologia Microbiana)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Resumo: Bordetella pertussis é uma bactéria Gram-negativa, restrita aos humanos, causadora da coqueluche,a doença evitável por vacina mais prevalente em todo o mundo. Bordetella pertussis é relativamente monomórfica em todo o mundo, no entanto, diversos países estão enfrentando diferentes evoluções epidemiológicas da doença. No Brasil, foi observado um aumento súbito de casos de coqueluche desde 2011. No Distrito Federal, 442 foram observados entre 2010 e 2014. O objetivo deste estudo foi caracterizar as cepas de Bordetella pertussis, isoladas no LACEN-DF de 2012 a 2014, por meio das técnicas de sorotipagem e PFGE, além de analisar os seguintes dados: faixa etária e residência dos pacientes com cultura positiva para o agente. Noventa duas cepas foram isoladas de julho de 2012 a agosto 2014: 69 estirpes foram isoladas de 16 regiões do Distrito Federal (DF), e 23, de Goiás (GO) e de Minas Gerais (MG). A maior prevalência observada foi entre os pacientes com 02-04 meses de idade (40/92), seguido com 0-01 mês de idade (28/92). A alta prevalência da infecção entre bebês com até 04 meses confirmou as observações realizadas no Brasil, em que foram registrados 4.921 casos nessa faixa etária. Todos os três sorotipos de Bordetella pertussisforam identificados entre os isolados. O sorotipo Fim2 foi o mais prevalente (53,23%), seguido por Fim3 (31,61%) e Fim2,3 (13,04%). Durante o período analisado, houve uma alteração da prevalência entre os sorotipos: de julho de 2013 a julho de 2014, o Fim3 foi o mais prevalente, no entanto, de agosto 2013 a agosto de 2014, o sorotipo mais prevalente foi Fim2. Os resultados da sorotipagem sugerem que o surto de coqueluche foi causado por dois clones diferentes de Bordetella pertussis em Brasília-DF durante o período analisado.De acordo com o PFGE, nos três anos analisados foram caracterizados 14 pulsotipos, com similaridade de 85% entre eles. Houve predomínio do pulsotipo BP.Xba.0039 (o predominante no Brasil), seguido pelo pulsotipo BP.Xba.0040. Além disto, foi observado o aumento da prevalência dos pulsotiposBP.Xba.0039 e BP Xba.0040 e diminuição da diversidade genética a partir do segundo semestre de 2013. Estes dados sugerem a ocorrência da seleção de cepas circulantes de B. pertussis na área analisada.
Abstract: Bordetella pertussis is a Gram-negative human-restricted bacterium that causes whooping-cough or pertussis, which is the most prevalent vaccine-preventable disease worldwide. The introduction of the pertussis vaccination has affected the bacterial population and epidemiology of the disease. Bordetella pertussis is relatively monomorphic worldwide, but nevertheless, different countries are facing different epidemiological evolutions of the disease. In Brazil, a sudden increase of pertussis cases was observed since 2011. In Distrito Federal, 442 were observed from 2010 to 2014. The aim of this study was to characterize the Bordetella pertussis strains isolated at LACEN-DF during 2012 to 2014 through serotyping and PFGE techniques, besides analyzing the following data: group age and residence of the patients with positive culture for Bordetella pertussis. Ninety two strains were isolated from July 2012 to August 2014: 69 strains were isolated from 16 regions from Distrito Federal (DF), and 23 were from Goiás (GO) and Minas Gerais (MG). The most prevalence were observed among patients from patients with 02 to 04 months of age (40/92), followed by 0 to 01 month of age (28/92). The high prevalence of these infection among babies up to 04 months confirmed the observations in Brazil, in which were recorded 4921 cases in this age range. All the three Bordetella pertussis serotypes were identified among the isolates. Fim2 serotype were the most prevalent (53.23%), followed by Fim3 (31.61%) and Fim2,3 (13.04%). During the period analyzed, there was an alteration of the prevalent serotypes: from July 2013 to July 2014, Fim3 was the most prevalent however from August 2013 to August 2014 the most prevalent serotype was Fim2. Serotyping results suggest that the pertussis outbreak was caused by different two clones from Bordetella pertussis in Brasilia –DF.According to the PFGE in the three years analyzed were characterized 14pulsetypes, with 85% similarity between them. BP.Xba.0039 and BP.Xba.0040 were the most prevalent pulsetype identified. Since August 2013, we observed the increase of BP.Xba.0039 andBP.Xba.0040pulsetypes and the decrease of genetic diversity. These data suggests the selection occurrence of current strains of B. pertussis on the analyzed area.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Biologia Celular, Pós-Graduação em Biologia Microbiana, 2015.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
DOI: http://dx.doi.org/10.26512/2015.08.D.19781
Aparece nas coleções:IB - Mestrado em Biologia Microbiana (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.