Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/19678
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015_RafaelSousaSiqueira.pdf1,66 MBAdobe PDFView/Open
Title: O método da crítica da economia política : a ciência de Marx na “Introdução” dos Grundrisse de 1857
Other Titles: The method of critic of polical economy : the Marx's science in the Grundrisse's “Introduction” of 1857
Authors: Siqueira, Rafael Sousa
Orientador(es):: Lima, Erick Calheiros de
Assunto:: Marx, Karl, 1818-1883 - crítica e interpretação
Hegel, Georg Wilhelm Friedrich, 1770-1831 - crítica e interpretação
Filosofia marxista
Issue Date: 14-Mar-2016
Citation: SIQUEIRA, Rafael Sousa. O método da crítica da economia política: a ciência de Marx na “introdução” dos Grundrisse de 1857. 2015. 142 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Abstract: Esta dissertação discute a metodologia empregada por Marx em seu projeto de Crítica à Economia Política, com base em uma interpretação exegética da “Introdução” dos Grundrisse de 1857. É precisamente neste ano que Marx, impulsionado pela críse econômica mundial, é levado a estudar novamente a Lógica de Hegel e a rascunhar as determinações científicas e metodológicas pelas quais a produção burguesa deve ser considerada. A partir do exame da crítica ao empirismo e ao individualismo metodológico da economia burguesa, dos conceitos de totalidade orgânica e mediação, bem como do modelo de reconstrução histórica contidos na “Introdução”, é possível acentuar e delimitar o confronto entre os paradigmas crítico-dialético e positivista-empirista, enquanto posições antagônicas quanto a interpretação dos fenômenos sociais e históricos. A crítica também possibilita dar os primeiros passos de uma reavaliação da identidade e da diferença entre o método marxiano no projeto da Crítica da Economia Política e o “Método Absoluto” da filosofia exposto na Ciência da Lógica por Hegel.
Abstract: This paper discusses the methodology used by Marx in his project of Critique of Polical Economy, with base in an exegetic interpretation of the Grundrisse's 1857 “Introduction”. Exactly in this year, Marx, moved by the crisis, studies again the Hegel's Logic and sinthesizes, in little words, the scientific and methodogical reasons why the bourgeoise prodoction must be considered. Based on the examination of the criticism to empiricism and methodological individualism of the bourgeois economy and the concepts of the organic totality and mediation, as well as the model of historic reconstruction contained in the “Introduction”, it's possible to accent and to delimit the confront between the critic-dialectical and positivist-empicist paradigms as antagonic points. It's also possible to give the first steps for a revaluetion of the identity and the difference between the marxian method in his project of Critique of Political Economy and the “Absolut Method” of philosophy, presented in the Science of Logic by Hegel.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília,Instituto de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, 2015.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
DOI: http://dx.doi.org/10.26512/2015.10.D.19678
Appears in Collections:FIL - Mestrado em Filosofia (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/19678/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.