Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/19623
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015_GuilhermeLobaoQueiroz.pdf1,82 MBAdobe PDFView/Open
Title: Pegadas de dinossauro : uma expedição teopoética pelo cinema de Terrence Malick
Authors: Queiroz, Guilherme Lobão de
Orientador(es):: Sá, Sérgio Araújo de
Assunto:: Cinema
Poesia
Teopoética
Malick, Terrence, 1943- crítica e interpretação
Issue Date: 29-Feb-2016
Citation: QUEIROZ, Guilherme Lobão de. Pegadas de dinossauro: uma expedição teopoética pelo cinema de Terrence Malick. 2015. 131 f., il. Dissertação (Mestrado em Comunicação)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Abstract: Pegadas de dinossauro: uma expedição teopoética pelo cinema de Terrence Malick propõe investigar consonâncias e dissonâncias da realização cinematográfica do diretor norte-americano em relação a aspectos de uma poética que persegue o divino. Mediada pela poesia, a dissertação busca empreender uma jornada em busca de vestígios estéticos que conferem à obra de Malick um caráter estilístico singular. Por meio de análises dos planos, das paisagens, do uso da luz natural ao limite, da trilha sonora, da voz over, da moral religiosa, do afeto, das trevas, da vida, da natureza e da graça presentes em cada um dos seis filmes do diretor (considerando apenas os que estrearam em circuito comercial até julho de 2015), desenharemos uma cartografia teopoética à luz do conceito do teólogo alemão Karl-Josef Kuschel, porém assumindo como espinha dorsal diálogos com a fenomenologia dos devaneios de Gaston Bachelard, de onde pretendemos desvendar o instante teopoético em Malick.
Abstract: Dinosaur trails: a theopoetic expedition throughout Terrence Malick films concerns the consonances and disonances of the american director’s work in relation to aspects of the poethics of the divine. Mediated by poetry, the present dissertation engages a journey in order to find aesthetics traces which give Malick’s cinematography an unique stylistic feature. Throughout analisys of framing, landscapes, natural light at the limit, soundtrack, voice over, religious moral, affection, darkness, life, nature and grace in each one of his six full-lenght movies (considering only the theatrical releases dated ‘til July of 2015), we will delineate a theopoetic cartography illuminated by the concept of german theologist Karl-Josef Kuschel, taking on, as backbone, a close dilaogue with Gaston Bachelards’s reverie phenomelogy.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Comunicação, Programa de Pós-Graduação em Comunicação, 2015.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
DOI: http://dx.doi.org/10.26512/2015.12.D.19623
Appears in Collections:FAC - Mestrado em Comunicação (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/19623/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.