Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/19480
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO_NormativeStudyTympanic.pdf322,27 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Normative study of tympanic infrared thermometry : a non-invasive index of asymmetric cerebral activity
Outros títulos: Normatização da termometria timpânica por infravermelho : um indicador não-invasivo de atividade cerebral assimétrica
Autor(es): Landa, Danielle Cicarini de
Brasil Neto, Joaquim Pereira
Barros, Raphael Boechat
Uribe, Carlos Enrique
Assunto: Doenças neuropsiquiátricas
Termometria
Data de publicação: Mar-2008
Editora: Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO
Referência: LANDA, Danielle Cicarini de et al. Normative study of tympanic infrared thermometry: a non-invasive index of asymmetric cerebral activity. Arquivos de Neuro-Psiquiatria, São Paulo, v. 66, n. 1, p. 50-52, mar. 2008. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-282X2008000100012&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 12 fev. 2016. http://dx.doi.org/10.1590/S0004-282X2008000100012.
Resumo: Eestudos em humanos e outros primatas demonstraram que a realização de tarefas que causam ativação assimétrica fisiológica dos hemisférios cerebrais resulta em redução da temperatura timpânica (TT) ipsilateral ao hemisfério cerebral mais ativo. É possível que patologias que interfiram de modo assimétrico com o grau de atividade cerebral causem alterações similares da TT. Não existem, entretanto, estudos normativos da diferença normal aceitável de TT entre os tímpanos de um mesmo indivíduo em repouso. Eeste estudo teve como objetivo estabelecer uma normatização dos valores bilaterais da TT, e principalmente das diferenças interauriculares desse parâmetro, obtidas por termometria timpânica por infravermelho, em indivíduos normais, na ausência de execução de tarefas específicas. Foram obtidas medidas da TT em 47 voluntários normais (20 homens e 27 mulheres, com média de idade de 39,38±12,57 anos) em repouso e calculadas as diferenças interauriculares, sua média e desvio-padrão. A TT média foi de 36,85±0,50oC à direita e de 36,74± 0,57oC à esquerda, o que está de acordo com dados da literatura. A média das diferenças de TT encontrada foi de 0,25oC e o desvio padrão (DP) 0,21oC. Com base nesses achados, os valores máximos considerados normais para a diferença interauricular da TT, com níveis de confiança de 99% e de 95%, são de 0,88oC e 0,67oC, respectivamente. A utilidade da medida da diferença interauricular da TT como marcador de assimetria da atividade cerebral em pacientes com patologias neurológicas deverá ser avaliada em estudos adicionais.
Abstract: Human and primate studies have demonstrated that performance of tasks that induce asymmetrical physiological activation of the cerebral hemispheres leads to a reduction of tympanic temperature (TT) ipsilateral to the most active hemisphere. It is possible that diseases that interfere in an asymmetrical fashion with the degree of cerebral activity cause similar TT changes. There are not, however, normative studies of the acceptable interaural difference in TT in normal subjects at rest. This study was done to establish normative values for interaural TT values measured by means of infrared tympanic thermometry in resting normal subjects not engaged in any specific task. TT values were measured in 47 normal volunteers (20 men and 27 women, aged 39.38±12.57 years old) at rest; mean interaural differences of TT were calculated. Mean right ear TT was 36.85±0.50oC and mean left ear TT was 36.74±0.57oC; these values are in agreement with those already reported in the literature. Mean interaural TT difference was 0.25oC (SD 0.21oC). These findings indicate that maximal normal values for interaural TT differences, with confidence levels of 99% and 95%, are, respectively, 0.88 and 0.67oC. The value of interaural differences of TT as a marker of asymmetrical hemispheric activity in neurological patients will have to be established by additional studies.
Licença: Arquivos de Neuro-Psiquiatria - Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons (BY-NC). Fonte: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-282X2010000300021. Acesso em: 12 fev. 2016.
Aparece nas coleções:CFS - Artigos publicados em periódicos

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.