Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/1931
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2008_ViliaMarizaFragaModesto.pdf1,25 MBAdobe PDFView/Open
Title: Inclusão escolar : um olhar para a diversidade : as representações sociais de professores do ensino fundamental da rede pública sobre o aluno com necessidades educacionais especiais
Authors: Modesto, Vília Mariza Fraga
Orientador(es):: Cerqueira, Teresa Cristina Siqueira
Assunto:: Educação inclusiva
Educação especial
Portadores de necessidades especiais
Issue Date: 1-Dec-2008
Citation: MODESTO, Vília Mariza Fraga. Inclusão escolar: um olhar para a diversidade: as representações sociais de professores do ensino fundamental da rede pública sobre o aluno com necessidades educacionais especiais. 2008. 198 f. Dissertação (Mestrado em Educação)-Universidade de Brasília, Brasília, 2008.
Abstract: A Educação Inclusiva é um processo em evolução e tem sido motivo de muitas discussões e estudos. A despeito das inúmeras discussões, os alunos com necessidades educacionais especiais ainda sofrem com a estigmatização que pode derivar, também, do professor em relação às idéias preexistentes, de sua experiência profissional e/ou suas representações sociais. Deste modo, este estudo buscou analisar as representações sociais de professores que atuam em escolas inclusivas da rede pública de ensino acerca do aluno com necessidades educacionais especiais (ANEEs), visando identificar o significado dessas representações para o processo de inclusão escolar. Participaram do estudo trinta e oito professores do Ensino Fundamental que atendem alunos com necessidades educacionais especiais em escolas públicas da cidade de Taguatinga/DF. Os procedimentos e instrumentos utilizados para a investigação do objeto de estudo foram concretizados em duas etapas: a 1ª etapa correspondeu à aplicação do questionário, composto por 20 perguntas (fechadas e semi-abertas). Esse instrumento foi aplicado a trinta e oito professores, com o objetivo de identificar as imagens, idéias e representações sociais sobre os alunos com necessidades educacionais especiais. Os dados obtidos nesta fase foram apresentados em forma de gráficos e tabelas. A discussão dos resultados deu-se mediante a análise do conteúdo. A 2ª etapa consistiu nas entrevistas episódicas realizadas com sete professoras participantes da 1ª etapa. Os dados nesta fase possibilitaram um aprofundamento da análise do conteúdo das falas, permitindo identificar os significados das representações sociais sobre o objeto de estudo. Assim sendo, esta pesquisa se caracteriza por ser qualitativa, de cunho exploratório, pautada no aporte teórico das representações sociais. A importância de se recorrer a ‘Teoria das representações sociais’ se deu, sobretudo, para conhecer as impressões que os professores têm sobre os alunos com necessidades educacionais especiais, buscando um maior conhecimento quanto aos seus sentimentos, dificuldades, ansiedades e representações que possam dificultar ou facilitar seu desempenho profissional diante da proposta inclusiva. Nos resultados obtidos, constatou-se que as representações sociais acerca do objeto de estudo apresentam-se de forma diversificada, revelando a necessidade de redimensionamento de ações pedagógicas, profissionais e estruturais. Identificou-se que as representações sociais dos professores participantes desta pesquisa, sobre os alunos com necessidades educacionais especiais, estão aliadas às crenças, às convenções e à tradição que ao longo da história e da cultura educacional vem reforçando a imagem do aluno com necessidades educacionais especiais, associada à concepção de deficiência e de aluno que foge ao ‘padrão’. __________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
The Inclusive Education is a process under development, and has been subject of much discussion and studies. Despite off the innumerous discussions, students with special educational needs still suffer stigmatization, which can also arise from their teachers, related to previous ideas, from their professional experiences and/or from their social representations. This study tried to analyze the social representations of teachers working at inclusive schools in the public system, regarding students with special educational needs, aiming to identify the meaning of these representations in the inclusion process. The study was held with thirty-eight elementary education teachers that assist students with special educational needs at public schools, in the city of Taguatinga/DF. The procedures and instruments used to investigate the object of study happened in two stages. The first stage corresponded to the application of a questionnaire, consisting of 20 objective and semi-subjective queries. It was applied to the thirty-eight teachers, in an effort to identify the images, ideas and social representations about students with special educational needs. Data obtained in this phase are presented in graphs and tables and the discussion of the results was made by the content analysis. At the second stage, periodic interviews were performed with seven teachers who participated in the first stage. Data in this phase enabled the deepening of the content analysis of the sayings, allowing identify the meanings of the social representations about the study’s object. This research is characterized by its qualitative and exploratory nature, based on the theoretical support of social representations. The value of appealing to this ‘Theory of social representations’ is noticed when acknowledging the teacher’s impressions about “special” students, searching a larger understanding of their feelings, difficulties, anxieties and representations that may facilitate or interfere in his professional performance acting in the inclusion perspective. Based on the results, it was evidenced that the social representations about the object of study are presented in diverse ways and reveal that there is a need of redimensioning the pedagogical, personal and structural actions. It was identified that social representations of teachers who participated from this research are connected to beliefs, convictions and to the tradition that along the history and the educational culture is amplifying the image of the students with special educational needs associated to the conception of deficiency and of out of pattern students.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, 2008.
Appears in Collections:FE - Mestrado em Educação (Dissertações)
UnB - Brasília 50 anos

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/1931/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.