Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/1929
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2006_Norma Gonzaga Guimarães.pdf4,73 MBAdobe PDFView/Open
Title: Aconselhamento nutricional em grupo para adultos com excesso de peso e co-morbidades : adesão, repercussões clínicas e metabólicas
Authors: Guimarães, Norma Gonzaga
Orientador(es):: Carvalho, Kênia Mara Baiocchi de
Assunto:: Obesidade
Nutricão - aconselhamento
Nutrição
Issue Date: 13-Oct-2009
Citation: GUIMARÃES, Norma Gonzaga. Aconselhamento nutricional em grupo para adultos com excesso de peso e co-morbidades: adesão, repercussões clínicas e metabólicas. 2006. 127 f. Dissertação (Mestrado em Nutrição Humana)-Universidade de Brasília, Brasília, 2006.
Abstract: Apesar da forte evidência entre dieta inadequada e sedentarismo com o aumento da prevalência das doenças crônicas não transmissíveis, e com as taxas elevadas de morbimortalidade por doença cardiovascular, observam-se benefícios modestos associados às intervenções nutricionais conservadoras. A baixa adesão tem sido apontada como fator determinante desse processo. O objetivo deste estudo foi verificar os efeitos de um Programa de Aconselhamento Nutricional em grupo para pacientes adultos portadores de excesso de peso e co-morbidades. Oitenta indivíduos foram considerados elegíveis para o estudo e foram alocados aleatoriamente em dois grupos: Grupo Controle (acompanhamento nutricional ambulatorial mensal) e Experimental (além do atendimento ambulatorial, participação em um programa de aconselhamento nutricional em grupo). Após 3 meses de acompanhamento, apenas trinta e três participantes concluíram o estudo. Foram analisados, antes e depois da intervenção, consumo alimentar, parâmetros antropométricos, pressão arterial de consultório e dados bioquímicos (glicemia de jejum e perfil lipídico). Não houve mudanças significativas intra e entre os grupos em relação aos parâmetros estudados, com exceção da circunferência da cintura e HDL colesterol. Nestes, as diferenças entre os níveis de antes e depois da intervenção foram observadas somente no grupo em que houve aconselhamento nutricional em grupo. Não houve diminuição significativa do consumo energético em ambos os grupos. As principais barreiras à adesão ao tratamento foram realizar as refeições fora de casa e a dificuldade na aplicação dos conhecimentos em situações especiais. Apesar da utilização de uma metodologia participativa, não foi possível conseguir resultados satisfatórios. Sugere-se que é preciso ampliar a atuação multiprofissional nos programas de aconselhamento e prolongar o período de intervenção. ___________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
In spite the strong evidence demonstrating the link between an inadequate diet and a sedentary way of life with the increase for the prevalence of non-transmissible chronic disease, and with the high rates of morbid mortality, due to cardiovascular disease, one may observe modest benefits associated to the conservative nutritional interventions. The low adhesion has been pointed out as a decisive factor of that process. The objective of this study was to check the effects of a Nutritional Counseling Program in a group of adult patients bearing weight excess and comorbidity. Eighty individuals were considered eligible for the study and were allocated into two groups following a randomized controlled trial: a Control Group (monthly ambulatory care, nutritional attendance) and an Experimental Group (in addition to the ambulatory care, the participation in a special nutritional education program). After 3 months of attendance, only thirty-three participants concluded the study. Food consumption, anthropometric parameters, clinic blood pressure and biochemical data (glycaemia when fastening and lipid profile) were analyzed, before and after the intervention. There were not significant changes within and between the groups in relation to the studied parameters, except for the circumference of the waist and the HDL cholesterol. Concerning these aspects, the differences among the levels before and after the intervention were only observed in the group, in which there was group nutritional counseling. There was no significant decrease of energy consumption in both groups. The main barriers to the adhesion to the treatment were: the need of having meals out and the difficulty in the application of knowledge in special situations. In spite of the use of a participatory methodology, it was not possible to get satisfactory results. The need of the expansion a multi professional performance in the counseling programs is suggested in order to prolong the intervention period.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Departamento de Nutrição, 2006.
Appears in Collections:NUT - Mestrado em Nutrição Humana (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/1929/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.