Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/19170
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_VivianeFecher.pdf1,84 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: A história é de todos nós : narrativas sobre a formação do Memorial da Resistência
Autor(es): Moreira, Viviane Fecher
Orientador(es): Costa, Cléria Botêlho da
Assunto: Memória social
Ditadura e ditadores - Brasil
Direitos humanos - Brasil
Memorial da Resistência
Data de publicação: 14-Jan-2016
Referência: FECHER, Viviane. A história é de todos nós: narrativas sobre a formação do Memorial da Resistência. 2015. 211 f., il. Dissertação (Mestrado em Direitos Humanos e Cidadania)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Resumo: Esta dissertação aborda alguns aspectos do processo de formação do Memorial da Resistência, lugar de memória na cidade de São Paulo, que reconfigura o prédio que abrigou o antigo DEOPS/SP durante a ditadura iniciada em 1964. A análise tem como ponto de partida as narrativas de ex-presos políticos que vivenciaram experiências naquela carceragem e que, quase quatro décadas mais tarde, a partir do ano de 2007, participaram do processo de sua transformação em memorial. A partir da perspectiva da participação social, busco compreender o papel da reconstituição de experiências de vida e dos lugares de memória na tarefa de enfrentar e superar episódios de sistemáticas violações de direitos humanos.Trata-se de uma abordagem possível, dentre tantas, sobre histórias de vida e suas implicações no exercício da cidadania.
Abstract: This dissertation discusses some aspects of the creation process of the Resistance Memorial, a place of memory in São Paulo, which reconfigures the building that once housed the old Deops/SP during the dictatorship that began in 1964. The analysis takes as its starting point the narratives of former political prisoners who lived experiences in those detention cells and, nearly four decades later, from 2007, participated in the process of its transformation into a memorial. From the perspective of social participation, seek to understand the role of the reconstitution of life experiences and places of memory in the task of facing and overcoming episodes of systematic human rights violations. This is one among many possible approaches to life stories and their implications in the exercise of citizenship.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
DOI: http://dx.doi.org/10.26512/2015.09.D.19170
Aparece nas coleções:PPGDH - Mestrado em Direitos Humanos e Cidadania (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.