Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/19047
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2014_AndredeCamargoGuaraldo.pdf909,82 kBAdobe PDFView/Open
Title: Ecologia comparada de Tiranídeos (aves) residentes e migratórios
Authors: Guaraldo, André de Camargo
Orientador(es):: Marini, Miguel Ângelo
Assunto:: Aves - migração
Aves - comportamento
Habitat (Ecologia)
Issue Date: 29-Dec-2015
Citation: GUARALDO, André de Camargo. Ecologia comparada de Tiranídeos (aves) residentes e migratórios. 2014. 139 f., il. Tese (Doutorado em Ecologia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2014.
Abstract: O fenômeno da migração das aves atrai a atenção de pesquisadores e leigos há milênios. Embora esse interesse histórico sobre o tema tenha propiciado o desenvolvimento de um amplo arcabouço teórico, características culturais e da história da própria ciência direcionaram o estado da arte da ecologia de aves migratórias. Quase a totalidade dos esforços dos pesquisadores permaneceram por séculos focados nos sistemas de migração envolvendo as espécies que se reproduzem na Europa (sistema Paleártico) e América do Norte (sistema Neártico-Neotropical) e que realizam migrações de longa distância. Nesse contexto, os objetivos gerais deste trabalho consistiram da avaliação (1) do sucesso reprodutivo dos migrantes como um produto indireto dos eventos vivenciados por eles durante o período não-reprodutivo e (2) da influência direta (competição) e/ou indireta (competição aparente) da chegada e permanência de uma grande população de migrantes sobre a dieta e reprodução dos residentes. Para tanto, duas espécies de Tyrannidae congêneres foram selecionadas como modelos, Elaenia cristata (guaracava-de-topete-uniforme) – residente na área de estudo – e E. chiriquensis (chibum), migratória. O estudo foi realizado em uma área de Cerrado sensu stricto em uma unidade de preservação na região central do Brasil (Brasília, Distrito Federal). Inicialmente, foi realizada a descrição isotópica dos micro-hábitats utilizados e dieta apresentada por residentes e migrantes ao longo de três etapas de seu ciclo anual (i.e. períodos de reprodução, invernada ou repouso reprodutivo e muda; Capítulo 1). Os resultados mostraram que, enquanto os residentes utilizaram diferentes micro-hábitats ao longo do ano, os migrantes buscaram ambientes semelhantes ao longo de sua jornada migratória. Adicionalmente, tanto residentes quanto migrantes ocuparam nichos tróficos isotópicos variáveis em cada período. Para explicar os resultados encontrados, foram discutidas hipóteses sobre a demanda nutricional distinta entre espécies e as estratégias utilizadas pelos migrantes durante sua jornada. No capítulo 2, foi verificado se as hipóteses existentes sobre efeitos em cascata (EC) também são válidas para o sistema de migração intratropical sulamericano. O primeiro objetivo do capítulo foi verificar as influências das características dos sítios de invernagem sobre o sucesso reprodutivo dos migrantes. Considerando que alguns indivíduos podem atrasar sua chegada e/ou o início de seu período reprodutivo devido às condições vivenciadas no período não reprodutivo, o segundo objetivo específico foi avaliar as consequências da nidificação tardia dos indivíduos sobre as taxas de crescimento dos ninhegos. Para tanto, foram coletados os dados de sucesso reprodutivo dos casais pelo acompanhamento regular de seus ninhos, os valores das razões isotópicas de garras e penas dos parentais e a curva de crescimento dos ninhegos. Os resultados obtidos refutaram a ocorrência de EC sobre ambos os aspectos avaliados. Para explicar o padrão observado, foram discutidas hipóteses alternativas, como a compensação dos EC pelos indivíduos e as consequências da permanência dos indivíduos no sítio de reprodução durante o período não reprodutivo. Por fim, o capítulo 3 enfocou a ocorrência e possíveis consequências da competição por recursos entre residentes e migrantes durante o período reprodutivo. Para tanto, foram avaliados os nichos isotópicos alimentares de adultos e ninhegos, além das estratégias de forrageamento e reprodução adotadas por ambas as espécies. Embora os dados evidenciem a ausência de competição por alimento entre as espécies, os resultados mostraram padrões menos claros em relação às suas estratégias reprodutivas e destacaram aspectos biológicos e ecológicos que ainda carecem de elucidação. Por esse motivo, foram discutidas explicações alternativas à competição para o sistema estudado, destacando questões e estratégias para um maior avanço na compreensão das relações entre residentes e migrantes intratropicais sulamericanos. Em síntese, o processo de migração influenciou de modo direto ou indireto aspectos reprodutivos e de uso de micro-hábitats tanto de migrantes quanto de residentes. No entanto, os dados demonstram que o comportamento migratório não deve ser utilizado como única explicação para as estratégias adotadas por essas espécies.
Abstract: Bird migration is a phenomenon that has been attracting the attention of researchers and ordinary people for millennia. Although the historical interest on the subject stimulated the development of a broad theoretical knowledge, cultural aspects and historical traits of the scientific process itself directed the state of the art of bird migration ecology. For centuries, researchers focused almost all of their efforts on the migratory systems involving long-distance migrants from Europe (Palearctic system) and North America (Nearctic-Neotropical system). In this context, this study had as general goals the evaluation (1) of whether the breeding success of migrants is an indirect by-product of the events they experienced during the non-breeding season; and (2) of how the arrival of a large population of migrants directly (competition) and indirectly (apparent competition) affects the diet and breeding of residents. To do so, two species were selected as models, the Plain-crested Elaenia Elaenia cristata – resident at the study site – and the migratory Lesser Elaenia E. chiriquensis. We conducted fieldworks in an area of preserved sensu stricto Cerrado in central Brazil (Brasília, Federal District). First, we developed an isotopic description of the microhabitats used by residents and migrants and their diets in each of three periods of their annual cycle (i.e., breeding, wintering, and molting; Chapter 1). Results showed that while residents used different microhabitats along the year, migrants searched for similar environments along their migratory journey. Moreover, both residents and migrants occupied variable isotopic trophic niches in each period. Then, we discussed the results found based on hypotheses that species may have different nutritional demands and on the strategies migrants had along their journey. In Chapter 2, we verified whether the existing hypotheses relative to carry-over effects (COEs) are also valid for the South American Intratropical migratory system. The first goal of this chapter was to verify whether the breeding success of individuals was affected by traits of the non-breeding grounds. Considering that some individuals might delay their arrival and/or nesting period due to conditions faced at their non-breeding grounds, the second goal of this chapter was to evaluate the consequences of late nesting on nestlings’ growth rate. To do so, we recorded the breeding success of pairs by periodically monitoring their nests, used stable isotope ratios of claws and feathers from parents, and nestling growth curves. Results did not support the occurrence of COEs for both evaluated aspects. To explain the patterns found, we discussed alternative hypotheses, such as the compensation of COEs by individuals, and the consequences of overwintering at the breeding grounds. Finally, Chapter 3 focused on checking the occurrence and possible consequences of competition for resources between residents and migrants during their breeding period. Thus, we evaluated the feeding isotopic niche of adults and nestlings, besides the foraging and breeding strategies adopted by both species. Despite the data showing an absence of interspecific competition for food, results showed less clear patterns regarding their breeding strategies and highlighted some biological and ecological aspects that still need to be clarified. For this reason, we discuss explanations alternative to competition, and propose questions and strategies for further advances on the relationships between residents and South American Intratropical migrants. In summary, the migratory process directly or indirectly affected the breeding aspects and types of microhabitat used by both migrants and residents. Nevertheless, data show that migratory behavior should not be considered as a unique driver of the strategies adopted by these species.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Ecologia, 2014.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:ECL - Doutorado em Ecologia (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/19047/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.