Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/19028
Título: Vulnerabilidade socioambiental de cidades sujeitas a desastres de origem hidrológica : a internalização do Quadro de Ação de Hyogo
Autor(es): Castello Branco, Maria do Socorro Lima
Orientador(es): Saito, Carlos Hiroo
Assunto: Segurança hídrica
Inundações
Renovação urbana
Data de publicação: 23-Dez-2015
Data de defesa: 10-Jun-2015
Referência: CASTELLO BRANCO, Maria do Socorro Lima. Vulnerabilidade socioambiental de cidades sujeitas a desastres de origem hidrológica: a internalização do Quadro de Ação de Hyogo. 2015. 156 f., il. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Sustentável)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Resumo: Os desastres naturais de origem hidrológica têm se tornado recorrentes. Por esta razão, a Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas – ONU aprovou, em dezembro de 1999, a Estratégia Internacional para a Redução de Desastres – EIRD consolidada no Quadro de Ação de Hyogo 2005-2015: construindo o resiliência das nações e comunidades a desastres. O Brasil tem acompanhado a tendência mundial com relação aos desastres, particularmente com relação às inundações das cidades, em sentido amplo, posto que contempla enxurradas e alagamentos. O processo de urbanização acelerado que o país vem sofrendo desde a década de 1960 é um dos motivos apontados à vulnerabilidade das cidades aos eventos hidrológicos que têm impactado as cidades brasileiras. Nesta pesquisa revisam-se os conceitos de vulnerabilidade, mitigação, resiliência, adaptação, inclusive no âmbito das alterações do clima, e de segurança hídrica, no âmbito dos desastres causados pelas inundações, com o objetivo de avaliar a resiliência das comunidades a estes eventos extremos à luz do Quadro de Ações de Hyogo – QAH. A metodologia usada é predominantemente qualitativa, com análise de documentos e entrevistas. O objetivo desta pesquisa é avaliar o nível de implementação do QAH pelo Brasil sob o ponto de vista da valorização da prevenção de desastres nas políticas públicas. Os resultados obtidos demonstram o avanço obtido pelo país no âmbito da governança e da identificação dos riscos, mas evidenciam a necessidade de gerir o conhecimento adquirido, de reduzir os fatores de risco e de fortalecer a capacidade de resposta. ______________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
Natural disasters of hydrological origin have become recurrent. For this reason, the United Nations General Assembly approved, in December 1999, the International Strategy for Disaster Reduction (ISDR) and the Hyogo Framework for Action 2005- 2015: Building the resilience of nations and communities to disasters has consolidated the ISDR. Brazil has been following the global trend concerning disasters and particularly those related to floods in cities. The accelerated urbanization process that Brazil cities have been through since the 1960s is one of the reasons of their vulnerability to hydrological events. This research reviews the concepts of vulnerability, mitigation, resilience, adaptation (including in the context of climate changes) and water security and how these concepts relate to disasters caused by floods in urban areas. This work aims to evaluate the resilience of communities to these extreme events in light of the “Hyogo Framework of Action” – HFA. The applied methodology is predominantly qualitative, based on documents and interviews analysis. The objective of this research is to assess the HFA level of implementation by Brazil privileging the disaster prevention public policies’ standpoint. The results demonstrate the progress the country in governance and risk identification, but stress the need to manage knowledge acquired, to reduce risk factors and strengthen the response capacity
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Centro de Desenvolvimento Sustentável, Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Sustentável, 2015.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:CDS - Mestrado Acadêmico em Desenvolvimento Sustentável (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_MariaSocorroLimaCastelloBranco.pdf2,58 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.