Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/18945
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015_SamiraRezendeDuarte.pdf2,79 MBAdobe PDFView/Open
Title: Filogenia molecular do gênero Nystalus (Bucconidae, Aves) : enfoque na estruturação populacional em N. maculatus e N. chacuru
Authors: Duarte, Samira Rezende
Orientador(es):: Caparroz, Renato
Assunto:: Pássaro
Filogenia
Genética animal
Issue Date: 17-Dec-2015
Citation: DUARTE, Samira Rezende. Filogenia molecular do gênero Nystalus (Bucconidae, Aves): enfoque na estruturação populacional em N. maculatus e N. chacuru. 2015. vii, 69 f., il. Dissertação (Mestrado em Biologia Animal)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Abstract: A família Bucconidae (Aves: Galbuliformes) é exclusiva da região Neotropical, abriga 12 gêneros e 38 espécies, e ainda, 77 subespécies, sendo que três espécies encontram-se ameaçadas de extinção. Nesta família, se destaca o gênero Nystalus, com sete espécies: N. chacuru (Vieilot, 1816), N. maculatus (Gmelin, 1788), N. striolatus (Pelzeln, 1856), N. striatipectus (Silva, 2001), N. radiatus (Sclater, 1854), Nystalus obamai (Whitney et al., 2013) e N. torridus (Bond & Meyer de Schauensee, 1940). Apresentam uma ampla distribuição na América do Sul, com representantes nos principais biomas, como também na região andina. Portanto, os objetivos deste trabalho foram: validar a taxonomia atual das espécies do gênero Nystalus com base em sequências de DNA, assumindo o conceito filogenético de espécies; identificar o processo temporal de diversificação das espécies deste gênero, e elucidar os padrões filogeográficos de N. chacuru e N. maculatus, com intuito de entender como os eventos históricos podem ter contribuído para moldar a distribuição atual da variabilidade genética nestas duas espécies. Para isso, foi utilizado um fragmento de DNA mitocondrial do gene NADH desidrogenase subunidade 2 (ND2) e um segmento de DNA nuclear da região do íntron 5 do β-fibrinogênio (FIB5). As análises filogenéticas foram realizadas pelos métodos de máxima verossimilhança (ML) e inferência bayesiana (IB). As análises populacionais para N. chacuru e N. maculatus foram realizadas por meio da construção de rede de haplótipos e análise de variância molecular (AMOVA). Os resultados obtidos evidenciaram incongruências entre os segmentos de DNA utilizados, além de incongruência entre o gene mitocondrial para os diferentes métodos filogenéticos empregados. No entanto, foi possível inferir que as espécies do gênero Nystalus apresentam duas linhagens principais: uma de ocorrência em áreas florestais e outra de ocorrência em áreas de vegetação aberta. Com exceção de N. obamai e N. striolatus, as demais espécies do gênero formaram linhagens monofiléticas para o gene ND2, porém estas linhagens não foram claramente identificadas com base no segmento nuclear. De acordo com a hipótese do relógio molecular, as espécies do gênero Nystalus se separaram dos outros gêneros da família Bucconidae provavelmente no Mioceno. N. striatipectus e N. maculatus se instalaram nas regiões do centro oeste do Brasil, e posteriormente foram sobrepostas com N. chacuru. Já N. torridus dispersou para o extremo leste do Brasil, enquanto N. striolatus/ N. obamai permaneceram próximos ao rio Madeira no Amazonas e N. radiatus se dispersou para o extremo oeste da América do Sul. Os resultados para análises populacionais das espécies de N. chacuru e N. maculatus indicam estruturação das populações, já que os valores de ɸST foram altos, também apresentaram uma diversidade haplotípica alta, como também uma alta variação. A rede de haplótipos não apresentou nenhum compartilhamento de haplótipos, corroborando com a taxonomia atual, visto que ocorre uma alta diferenciação genética.
Abstract: The Bucconidae family (Aves: Galbuliformes) is exclusive to the Neotropics and has 12 genera and 38 species, and yet, 77 subspecies, with three species are endangered. In this family, we highlight the genus Nystalus, with seven species: N. chacuru (Vieilot, 1816), N. maculatus (Gmelin, 1788), N. striolatus (Pelzeln, 1856), N. striatipectus (Silva, 2001), N. radiatus (Sclater, 1854), Nystalus obamai (Whitney et al., 2013) e N. torridus (Bond & Meyer de Schauensee, 1940). They Show a wide distribution in South America, with representatives in major biomes, as well as in the Andean region. Therefore, the objectives of this study were to validate the current taxonomy of species of the genus Nystalus based on DNA sequences, assuming the phylogenetic species concept; identify the temporal process of diversification of species of this genus, and elucidate the phylogeographic patterns of N. chacuru and N. maculatus, aiming to understand how historical events may have contributed to shaping the present distribution of genetic variability in these two species. For this, was used a mitochondrial DNA fragment of NADH dehydrogenase subunit 2 gene (ND2) and nuclear DNA segment of intron region 5 of β-fibrinogen (FIB5). The phylogenetic analyzes were performed by methods of maximum likelihood (ML) and bayesian inference (IB). The time of divergence of the species was estimated from the molecular clock hypothesis and population analyzes were performed through the construction of haplotype network and analysis of molecular variance (AMOVA). The results showed inconsistencies between the DNA segments used in addition to the inconsistency between the mitochondrial genes for different phylogenetic methods. However, it was possible to infer that the species of the genus Nystalus have two main lines: one to occur in forests and other vegetation to occur in open areas. Except for N. obamai and N. striolatus, the other species of the genus formed monophyletic lineages for the ND2 gene, but these clades have not been clearly identified based on nuclear segment. According to the hypothesis of the molecular clock, the species of the genus Nystalus separated from other genus Bucconidae family probably in the Miocene. N. striatipectus and N. maculatus settled in the regions of west central Brazil, and were later superimposed with N. chacuru. N. torridus already scattered to the far east of Brazil, while N. striolatus / N. obamai little remained near the Madeira River in the Amazon and N. radiatus dispersed to the west tip of South America. The results population analysis N. chacuru and N. maculatus populations indicate structuring, since high ɸST values were also showed high haplotype diversity, as well as a high variance. The haplotype network did not show any haplotype sharing, supporting the current taxonomy, since a high genetic differentiation occurs.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal, 2015.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
DOI: http://dx.doi.org/10.26512/2015.02.D.18945
Appears in Collections:IB - Mestrado em Biologia Animal (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/18945/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.