Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/18876
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_LunaLeticiaDeMattosLambert.pdf1,03 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: O estudo do meio na educação ambiental formal : contribuições da teoria crítica da Geografia
Autor(es): Lambert, Luna Letícia de Mattos
Orientador(es): Fernandes, Maria Lídia Bueno
Assunto: Meio ambiente
Construtivismo (Educação)
Transformação social
Educação ambiental
Data de publicação: 4-Dez-2015
Data de defesa: 9-Abr-2015
Referência: LAMBERT, Luna Letícia de Mattos. O estudo do meio na educação ambiental formal: contribuições da teoria crítica da Geografia. xi, 115 f. 2015. Dissertação (Mestrado em Geografia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Resumo: A presente dissertação avalia o uso do procedimento de ensino Estudo do Meio na Educação Ambiental formal. Assume enquanto premissas básicas que a teoria crítica da geografia e a perspectiva construtivista da Educação, em especial sua corrente espanhola, apresentam saberes e métodos relevantes para que a prática da Educação Ambiental formal assuma caráter de transformação social, tal qual preconizado por sua corrente crítica. Ancora-se sobre a Geografia Crítica, de Milton Santos. Na Educação Ambiental, fundamenta-se sobre os escritos de Enrique Leff, Phillippe Layrargues e Isabel Carvalho. César Coll e Isabel Solé representam as referências na teoria construtivista da Educação e Maria Lídia Fernandes e Nídia Pontuschka fundamentam os entendimentos acerca do procedimento de ensino Estudo do Meio. Trata-se de uma pesquisa qualitativa em Educação e o processo desenvolvido na realização da IV Conferência Nacional Infanto-Juvenil para o Meio Ambiente, realizada em 2013, envolvendo desde a publicação do Ministério da Educação, Vamos cuidar do Brasil com escolas sustentáveis: até os projetos de Educação Ambiental apresentados por 38 escolas da Rede Pública de Ensino do Distrito Federal constituem o referencial empírico. Tendo em vista que não foi possível identificar nenhum projeto que assumisse Estudo do Meio enquanto método, buscou procedimentos similares, que envolvessem uma abordagem pedagógica desencadeada a partir da espacialidade, que tivesse abordagem sistêmica, ou interdisciplinar, e que desenvolvesse os três conteúdos de aprendizagem, os atitudinais e procedimentais além dos conceituais. Apenas três projetos contemplaram elementos que envolvessem os três itens por nós buscados, o que permitiu concluir que os Estudos do Meio não são amplamente conhecidos e utilizados dentre os professores que trabalham com Educação Ambiental no âmbito da Secretaria de Educação do Distrito Federal, contudo, apresentam grande pertinência teórica para reforçar o caráter crítico nas práticas de Educação Ambiental, que frequentemente são reduzidas ao seu caráter conservador. Por isso, defende-se que os Estudos do Meio deveriam ser contemplados em programas de formação de professores para atuarem com projetos escolares de Educação Ambiental transformadores. ______________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
This thesis evaluates the use of Field Work teaching procedures in formal environmental education. It assumes as basic premises that critical theory of geography and the constructivist perspective of education, especially its Spanish chain, have relevant knowledge and methods to the practice of formal environmental education to take character of social transformation, as recommended by its critical tendency. It’s supported by Milton Santos's critical Geographic theory. In Environmental Education, is based on the writings of Enrique Leff, Phillippe Layrargues and Isabel Carvalho. César Coll and Isabel Solé represent the references in the constructivist theory of Education and takes Maria Lídia Fernandes and Nídia Pontuschka as a bases for the understanding of Field Work teaching procedure. This is a qualitative research in education and the process developed in the realization of the Fourth Children and Youth National Conference for the Environment, held in 2013, ranging from the publication of the Ministry of Education: Let's take care of Brazil with sustainable schools, up to Environmental Education projects submitted by 38 Public schools from Federal District constitute the empirical reference. Considering that it was not possible to identify any project that followed Field Work as a method, sought similar proceedings involving an educational approach triggered from the spatiality, which had systemic approach, or interdisciplinary, and developed the three learning contents, the attitudinal and procedural beyond the conceptual. Only three projects had contemplated elements involving the three items sought by us, which allowed us to understand that the Field Work are not widely known and used among teachers working with Environmental Education within the Department of Education of the Federal District. However, have great theoretical relevance to strengthen the critical character in environmental education practices, which are often reduced to their conservative tendency. Therefore, it is argued that environmental studies should be included in teacher education programs to work with Environmental Education school projects with social transform character.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de Geografia, Programa de Pós-Graduação em Geografia, 2015.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:GEA - Mestrado em Geografia (Dissertações)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.