Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/18830
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015_KellyCristinaRodriguesSimi.pdf10,31 MBAdobe PDFView/Open
Title: Análise transcritômica de linfócitos T humanos tratados com anticorpos anti-CD3
Authors: Simi, Kelly Cristina Rodrigues
Orientador(es):: Brígido, Marcelo de Macedo
Coorientador(es):: Maranhão, Andréa Queiroz
Assunto:: Linfócitos
Anticorpos
Issue Date: 2-Dec-2015
Citation: SIMI, Kelly Cristina Rodrigues. Análise transcritômica de linfócitos T humanos tratados com anticorpos anti-CD3. 2014. xv, 159 f., il. Tese (Doutorado em Biologia Molecular)—Universidade de Brasília, Brasília, 2014.
Abstract: O sistema imune é constituído de uma complexa rede de células, tecidos e órgãos que trabalham em conjunto para a proteção do organismo. Um importante componente do sistema imunológico é o linfócito T. Há dois tipos principais de linfócitos T: T CD4+ (T auxiliares) e T CD8+ (T citotóxicos). Os linfócitos T auxiliares podem estar envolvidos com a proteção do organismo contra microorganismos ou no desenvolvimento de algumas doenças. O receptor de linfócitos T está associado ao complexo da molécula CD3. Estimulação dessa complexo com anticorpos anti-CD3 induz a ativação dos linfócitos T. Depois da ativação, o linfócito T pode se diferenciar em subpopulações envolvidas com respostas inflamatórias para eliminação de patógenos (Th1, Th2 e Th17) ou antiinflamatórias (Tregs) para a manutenção da homeostase do organismo. Anticorpos anti-CD3 pode induzir a diferenciação dos linfócitos T nos subgrupos de Tregs e pode ser usado como moléculas terapêuticas para tratar doenças autoimunes e processos de rejeição a transplantes. No presente estudo foi analisado o efeito imunomodulatório in vitro de versões humanizadas de anti-CD3 (FvFc R, T e M) comparando com o anticorpo murino anti-CD3 (OKT3) usando sequenciamento de alto desempenho (RNA-Seq). RNA-Seq foi realizado em linfócitos T não estimulados e estimulados com as diferentes versões de anti-CD3. Diversos genes envolvidos com imunorregulação foram regulados positivamente após o tratamento com os anti-CD3. Alguns desses genes codificam marcadores exclusivos de Tregs, tais como, CD25, FOXP3, CTLA4 e GITR. Outros genes codificavam importantes proteínas envolvidas com a função supressora das células Tregs (Ex. GZMB). Por outro lado, alguns marcadores de células Th17 também foram regulados positivamente. Citocinas de perfil Th17, tais como, IL17 e IL17F foram induzidas por todos os tratamentos. Porém, IL21 e IL22 foram regulados positivamente somente em OKT3. Embora os anticorpos anti-Cd3 humanizados apresentaram um efeito imunomodulatório, mais estudos são necessários para compreender os mecanismos envolvidos nessa imunomodulação. ____________________________________________________________________________________ ABSTRACT
The imune system is made up of network of cells, tissues and organs that work together to protect the body. An important component of immune system is T cell. There are two kinds of T cell: T CD4+ (T helper) and T CD8+ (T cytotoxic). T helper cells can be involved with organism protection against microorganism or in the development of some diseases. The receptor of T cells is associated with the CD3 molecule complex. Stimulation of this complex with anti-CD3 antibodies induces T cell activation. After activation antigen-dependent T cell drives the differentiation into subpopulation involved with inflammatory response to eliminate patogens (Th1, Th2 and Th17) or antiinflamatory reponse (Tregs) to maintain organism hemeostasis. Antibodies anti-CD3 can induce differentiation of T cell into Treg subsets and can be used as terapeutic molecules to treat autoimune diseases and allograft rejection. We studied immunomodulatory effect in vitro of humanized version of anti-CD3 (FvFc R, T and M) comparing with comercial murine anti-CD3 antibody (OKT3) using deeping sequencing (RNA-Seq). RNA-Seq was performed in T cells not stimulated or stimulated with anti-CD3. We found several genes involved with immunorregulation that were upregulated after treatment with anti- CD3 antibodies. Some of genes encodes exclusive markers of Tregs, such as, CD25, FOXP3, CTLA4 and GITR. Some others encodes important proteins involved with supressive function of Tregs (eg. GZMB). Otherwise, some markers of Th17 cells were also upregulated. Th17 cytokines profile, such as IL17 and IL17F were upregulated in all treatment. But, IL21 and IL22 were upregulated only with OKT3. Despite of the humanized anti-CD3 presented an immunomodulatory effect further studies are necessary in order to understand the mechanisms of this effect.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Biologia Celular, Pós-Graduação em Biologia Molecular, 2014.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições:Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:CEL - Doutorado em Biologia Molecular (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/18830/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.