Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/18811
Título: Aspectos sintáticos e semânticos dos adjetivos modais
Autor(es): Moreira, Bruna Elisa da Costa
Orientador(es): Salles, Heloísa Maria Moreira Lima de Almeida
Assunto: Sintaxe - língua portuguesa
Língua portuguesa - semântica
Língua portuguesa - Brasil
Língua portuguesa - adjetivos
Formação de palavras
Data de publicação: 26-Nov-2015
Data de defesa: 16-Out-2015
Referência: MOREIRA, Bruna Elisa da Costa. Aspectos sintáticos e semânticos dos adjetivos modais. 2015. 211 f., il. Tese (Doutorado em Linguística)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Resumo: Esta tese examina as propriedades sintáticas e semânticas de uma classe de adjetivos de caráter modal no português brasileiro (PB) formada com o sufixo -vel (e.g., quebrável, amável). A tese foca na relação entre esses adjetivos e as passivas, as médias e as sentenças genéricas, bem como no domínio de modalidade que o sufixo expressa (i.e., possibilidade ou subjetividade). O Capítulo 2 isola as principias propriedades que os adjetivos modais em -vel compartilham com as estruturas supracitadas, provê uma descrição dos dados, discute a preferência do sufixo por bases verbais e introduz exemplos de adjetivos recentemente cunhados no PB. O Capítulo 3 apresenta a comparação entre teorias prévias sobre os adjetivos modais e as passivas adjetivas, tanto de uma perspectiva lexicalista (em termos de regras lexicais) quanto sintática (em termos de altura de concatenação), e avalia as suas previsões e desafios. Esse capítulo também introduz o modelo teórico de Ramchand (2008a) para a decomposição do significado verbal (iniciação, processo, resultado) e explora as suas implicações para a análise da formação de adjetivos deverbais em -vel. O Capítulo 4 é destinado ao estudo da modalidade. Com base em trabalhos prévios sobre a modalidade dinâmica (Von Wright, 1951; Brennan, 1993), que diz respeito ao estudo dos predicados de habilidade e disposição, o sufixo -vel é analizado como um modal disposicional relativizado a certas propriedades. A leitura de possibilidade (e.g., quebrável) é correlacionada a dinamicidade e envolve as propriedades de um argumento do tipo resultado. A leitura subjetiva (e.g., amável) é correlacionada a estatividade e envolve as propriedades de um complemento remático. O Capítulo 5 desenvolve a proposta de que os adjetivos modais são uniformemente derivados de uma operação passiva, como definida por Bruening (2013, 2014). As consequências dessa proposta são exploradas também no âmbito das passivas adjetivas no PB. Diversos testes sintáticos são reavaliados para ambas as classes de adjetivos e mostram que estas permitem a realização by-phrases e modificação adverbial, contra análises prévias. Essencialmente, esta tese defende a ideia de que adjetivos modais em -vel envolvem o processo de modalização de diferentes estruturas de natureza verbal, que consistem em estruturas mais ricas, que codificam [init, proc, res] ou [init, proc] (i.e., eventualidades dinâmicas) ou estruturas mais simples, que codificam simplesmente [init] (i.e., eventualidades estativas). Em última instância, esta tese provê evidências para uma visão sintática da estrutura argumental, no espírito de Hale & Keyser (1993) e Ramchand (2008a).
Abstract: This dissertation examines the syntactic and semantic properties of a class of modal adjectives in Brazilian Portuguese (BP) ending in -vel (e.g., quebrável ‘breakable’, amável ‘lovable’). I focus on the relationship between these adjectives and passives, middles, and generic sentences, and also on the range of modality that -vel expresses (i.e., possibility or subjectivity). In Chapter 2, I isolate the main properties that modal adjectives in -vel share with the aforementioned constructions, provide a description of the data, discuss the preference for verbal bases and present examples of newly coined adjectives in BP. In Chapter 3, I compare existing theories of modal adjectives and adjectival passives, both from a lexicalist perspective (in terms of lexical rules) and a syntactic perspective (in terms of height of attachment), and evaluate their predictions and challenges. In this chapter, I also present Ramchand’s (2008a) framework for verb decomposition (initiation, process, result) and discuss its implications for the formation of deverbal adjectives ending in -vel. In Chapter 4, I focus on modality. Based on previous work on dynamic modality (Von Wright, 1951; Brennan, 1993), which is concerned with abilities and dispositions, the suffix -vel is analyzed as a dispositional modal relativized to bundles of property expressions. The possibility reading is correlated with dinamicity and involves the properties of a resultee argument. The subjective reading (“worthy of”) is correlated with stativity and involves properties of a rhematic complement, which co-describes a state. In Chapter 5, I propose that modal adjectives are uniformly derived from a passive operation, as defined by Bruening (2013, 2014). I also explore the consequences of this analysis for adjectival passives in BP. I reevaluate syntactic tests with modal adjectives in -vel and adjectival passives and show that both constructions allow by-phrases and adverbial modification in BP, contra previous analyses. Essentially, I propose that modal adjectives ending in -vel involve the modalization of different verbal structures, which consist of richer structures that encode [init, proc, res] or [init, proc] (i.e., dynamic eventualities) or simpler structures that encode [init] (i.e., stative eventualities). Ultimately, this dissertation provides evidence for a syntactic view of argument structure, in the spirit of Hale & Keyser (1993) and Ramchand (2008a).
Informações adicionais: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Linguística, Português e Línguas Clássicas, Programa de Pós-Graduação em Linguística, 2015.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
DOI: http://dx.doi.org/10.26512/2015.10.T.18811
Aparece nas coleções:LIP - Doutorado em Linguística (Teses)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_BrunaElisadaCostaMoreira.pdf1,57 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.