Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/1873
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissert_Helen Tatiana dos Santos de Lima.pdf1,49 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Investigação dos processos de aprendizagem : contribuições para uma intervenção pedagógica no âmbito das relações sociais
Autor(es): Lima, Helen Tatiana dos Santos
Orientador(es): Tacca, Maria Carmen Villela Rosa
Assunto: Práticas pedagógicas
Psicologia da aprendizagem
Avaliação educacional
Relações humanas
Data de publicação: Fev-2008
Referência: LIMA, Helen Tatiana dos Santos. Investigação dos processos de aprendizagem: contribuições para uma intervenção pedagógica no âmbito das relações sociais. 2008. 233 f. Dissertação (Mestrado em Educação)-Universidade de Brasília, Brasília, 2008.
Resumo: A avaliação diagnóstica realizada a partir de instrumentos estandardizados tem fortalecido a concepção mecanicista e organicista do desenvolvimento humano contribuindo para justificar fracassos e êxitos como mérito do próprio aluno, dando margem a posições preconceituosas em relação àquilo que se manifesta como diverso. Essa realidade tem sido alvo de intensificadas críticas e apontada por diversos estudiosos como uma situação a ser superada. Dessa constatação, a presente pesquisa se edificou no objetivo de identificar de que forma o professor investiga o processo de aprendizagem de seus alunos, bem como se ele considera os aspectos subjetivos nessa investigação. Para isso, pensou-se como importante, a identificação das concepções que as professoras têm a respeito da avaliação, a verificação da forma pela qual o diagnóstico psicopedagógico subsidiava a sua prática pedagógica e a investigação de como o especialista poderia se constituir em colaborador ao professor. Para isso, esse trabalho foi apoiado na perspectiva histórico-cultural do desenvolvimento, na qual as relações sociais e a consideração da singularidade e complexidade do sujeito se constituem como elementos chave na busca pela compreensão da subjetivação do processo de aprendizagem. Das análises interpretativas construídas na pesquisa de campo, pôde-se apreender que o diagnóstico psicopedagógico não oferece informações que possam servir à promoção de ações que garantam o desenvolvimento dos alunos, ao contrário, além de aproximar o professor de uma concepção fatalista de desenvolvimento, termina por justificar o não exercício de sua autonomia na ação pedagógica, ficando, na maioria das vezes, na dependência da intervenção de um especialista. Sobre a avaliação, as professoras consideraram que esta deveria ser um procedimento amplo, contínuo e variável de modo que os resultados pudessem lhe servir ao direcionamento de sua prática pedagógica. Entretanto, o processo avaliativo era empregado mais com fins de verificação dos conteúdos trabalhados de forma a apoiar suas decisões sobre o aluno. Pôde-se verificar, de outra forma que, a consideração da singularidade pode sim favorecer a oportunização de um espaço dialógico e relacional entre professora e alunos, no qual todos se sintam livres e confiantes para posicionarem-se ante o objeto de conhecimento. Essa situação poderia oferecer aos professores informações significativas a serem empregadas na criação de estratégias pedagógicas favorecedoras da significação do conteúdo pelo aluno. Com isso, ficou evidenciada a importância da consideração dos processos relacionais e comunicativos na compreensão dos processos de aprendizagem dos alunos e na elaboração de estratégias interventivas favorecedoras da aprendizagem. Desses resultados, encontrou-se o espaço para a reflexão sobre a necessidade de mudanças no diagnóstico psicopedagógico, em que este procedimento perca o caráter clinico a que está submetido e dê espaço a um processo investigativo no qual o professor ocupe o lugar central, tornando-se o principal ator na investigação e identificação dos processos de pensamento, aprendizagem e desenvolvimento de seu aluno. _____________________________________________________________________________________ ABSTRACT
The diagnostic evaluation conducted from standardized instruments has strengthened the design and mechanistic organist human development contributing to justify failures and successes as a student's own merit, which leads to prejudiced views in relation to what is manifested as diverse. This reality has been the target of criticism and pointed intensified by several scholars as a condition to be overcome. This finding, the present study was built in order to identify how the teacher investigates the learning process of their students, and if he considers the subjective aspects that research. Therefore, it was thought as important, the identification of concepts that teachers have the respect of the assessment, examination of the way in which the diagnosis psychic pedagogic subsiding its pedagogical practice and research of how the specialist could be in the developer teacher. Therefore, this work was supported in view of the historical and cultural development, in which social relations and consideration of the uniqueness and complexity of the subject as they constitute key elements in the search for understanding of subjectivation of the learning process. The interpretative analysis built on the research of field, could be apprehend that the diagnosis psychic pedagogic does not provide information that may serve to promote actions that ensure the development of the students, in contrast, in addition to bringing the teacher of a fatalistic conception of development, ends by not justify the exercise of their autonomy in action pedagogical, being most of the time, depending on the intervention of a specialist. About evaluation, the teachers felt that this should be an extensive, continuous and variable so that the results could serve him the direction of their pedagogical practice. However, the evaluative process was used more for purposes of verification of the contents worked in order to support their decisions on the student. It was check, otherwise, the consideration of singularity can aproponization age a talk and relational space between teacher and students, in which all feel free and confident to position themselves before the object of knowledge. This could provide significant information to teachers to be employed in the creation of teaching strategies inter preceded meaning of the content of the student. Thus, it was highlighted the importance of consideration of the processes and communicative relational understanding of the processes of learning of pupils and the development of strategies inter preceded advantageous learning. From these results, it was found the space for reflection on the need for changes in the diagnosis psychic pedagogic, where this procedure lose the character that the report is submitted and give space to an investigative process in which the teacher occupy the central place, making it is the main actor in the research and identification of the processes of thinking, learning and development of their student.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, 2008.
Aparece nas coleções:FE - Mestrado em Educação (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.