Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/18697
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_FranciscoDeAssisNeto.pdf12,61 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Governança de tecnologia da informação em saúde : proposta de ações baseada em riscos e requisitos de interoperabilidade para o sistema de saúde do exército brasileiro
Autor(es): Assis Neto, Francisco de
Orientador(es): Oliveira, Edgard Costa
Assunto: Interoperabilidade
e-Saúde
Exército brasileiro
Tecnologia da informação - saúde
Data de publicação: 6-Nov-2015
Data de defesa: 31-Mar-2015
Referência: ASSIS NETO, Francisco de. Governança de tecnologia da informação em saúde: proposta de ações baseada em riscos e requisitos de interoperabilidade para o sistema de saúde do exército brasileiro. 2015. xvii, 197 f., il. Dissertação (Mestrado Profissional em Computação Aplicada)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Resumo: Esta pesquisa tem como objetivo apresentar uma proposta de requisitos de interoperabilidade para os sistemas de saúde do Exército Brasileiro (EB), com ações de governança de Tecnologia da Informação (TI) para o e-Saúde Militar, aos moldes propostos pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e da União Internacional de Telecomunicações (UIT), com o National eHealth Strategy Toolkit. A UIT é uma Organização internacional que promove a melhoria e o emprego racional das telecomunicações de qualquer espécie, neste caso, na saúde eletrônica. Busca-se através da utilização de métodos qualitativos e quantitativos, pesquisa bibliográfica, análise documental e estudo de caso, alcançar resultados satisfatórios, para que o gestor da Diretoria de Saúde (D Sau) possa atender as determinações do Comandante do Exército, para este fim. O levantamento de dados contou com questionário, entrevista, análise documental e observação, e a construção de protótipos (arquétipos), a partir de requisitos, que trabalham com protocolos, e permitam uma melhor compreensão da proposta e a sua viabilidade. Oportunidade em que o Exército se prepara para a construção do Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP) e a sua integração com os demais sistemas existentes, bem como os do Ministério da Saúde e demais Forças Armadas. O prontuário eletrônico é a base de sustentação de informações para os profissionais de saúde e necessário aos demais sistemas de informações que dele coletam dados de apoio a decisão. A criação ou adoção de modelos e metodologias, como o National eHealth Strategy Toolkit, podem apontar a direção correta, para que o Serviço de Saúde do Exército possa alcançar os seus objetivos de TI em saúde. O estudo da interoperabilidade, requisitos e terminologias, no contexto de saúde militar, com as propostas de requisitos corretas pode ser um agente facilitador à construção de um e-Saúde militar para o Serviço de Saúde do Exército Brasileiro. Neste trabalho foi possível realizar um diagnóstico atual da Tecnologia da Informação da D Sau no Serviço de Saúde do EB, providos pela Seção de Manutenção de Tecnologia da Informação (SMTI), com pontos críticos e impactos; construir uma proposta de governança de TI baseada no National eHealth Strategy Toolkit; e especificar os requisitos de interoperabilidade para os sistemas de informação de saúde do EB. Resultados parciais deste trabalho foram apresentados no Workshop de Pós-Graduação 2014 da Universidade de Brasília (WPOS 2014), XXI Simpósio de Engenharia de Produção (XXI SIMPEP) e Congresso Brasileiro de Informática em Saúde - CBIS 2014. As ações de governança de TI em saúde, apontam que a organização entende a importância da TI como suporte ao seu negócio e criam um ambiente favorável a interoperabilidade, quando padronizam e normalizam os seus sistemas de informação em saúde, nos seus aspectos estruturais e semânticos.
Abstract: This research aims to present proposals for interoperability requirements in the health systems of the Brazilian Army, with shares governance of Information Technology for eHealth Military, the templates proposed by the World Health Organization (WHO) and International Telecommunication Union (ITU). Is sought through the use of qualitative and quantitative methods, through bibliographic research, document analysis and case study, achieving satisfactory results, so that the manager of the Board of Health may meet the requirements of the Army Commander, for this purpose. The survey comprised a questionnaire, interview, observation and document analysis, and the construction of prototypes (archetypes), from requirements, working protocols, to allow a better understanding of the proposal and its feasibility. An opportunity in the Army prepares to build the Electronic Health Record of Patients (PEP) and its integration with other existing systems, as well as the Ministry of Health and other Armed Forces. The electronic medical record is the support base of information for health professionals. And, as a basis, it becomes fundamental to other information systems that collect their data to support the decision. The creation or adoption of models and methodologies, such as the National eHealth Strategy Toolkit, can point to the right direction, so that the Health Service of the Army can achieve its goals of IT in Healthcare. The study of interoperability requirements and terminology in the military health context, the proposals of correct requirements can be a facilitator for the construction of a military e-Health for the Health Service of the Brazilian Army. In this work it was possible to hold a current diagnosis of Health Board Information Technology in the Health Service Brazilian Army, provided by SMTI, with critical points and impacts; Creation an IT governance proposal based on National eHealth Strategy Toolkit; and specification for interoperability requirements for Information Systems Health Brazilian Army. Partial results of this work were presented at the Workshop for Graduate Studies in 2014 the University of Brasilia (WPOS 2014), XXI Production Engineering Symposium (XXI SIMPEP) and Brazilian Congress on Health Informatics - CBIS 2014. IT governance actions health, point out that the organization understands the importance of IT to support your business and create a favorable environment for interoperability, when standardize and normalize their information systems in health, in their structural and semantic aspects.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Exatas, Departamento de Ciência da Computação, 2015.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
DOI: http://dx.doi.org/10.26512/2015.03.D.18697
Aparece nas coleções:MPCA - Mestrado Profissional em Computação Aplicada (Dissertações)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.