Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/18605
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015_MayaraGabrieleCarvalhodeOliveira.pdf1,07 MBAdobe PDFView/Open
Title: Estudo do efeito leishmanicida da dermaseptina-01, um peptídeo antimicrobiano de Phyllomedusa azurea
Authors: Oliveira, Mayara Gabriele Carvalho de
Orientador(es):: Kückelhaus, Selma Aparecida Souza
Coorientador(es):: Borges, Tatiana Karla dos Santos
Assunto:: Leishmaniose - tratamento
Medicamentos
Macrófagos
Issue Date: 15-Oct-2015
Citation: OLIVEIRA, Mayara Gabriele Carvalho de. Estudo do efeito leishmanicida da dermaseptina-01, um peptídeo antimicrobiano de Phyllomedusa azurea. 2015. xix, 88 f., il. Dissertação (Mestrado em Medicina Tropical)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Abstract: A leishmaniose coloca em risco atualmente 350 milhões de pessoas em 88 países ao redor do mundo e estima-se que existam 12 milhões de pessoas infectadas no mundo. Os medicamentos utilizados no tratamento da leishmaniose são tóxicos e podem provocar resistência farmacológica. Portanto, é importante a busca por novos princípios ativos com ação leishmanicida. Entre eles, a dermaseptina-01 é um peptídeo catiônico e anfifílico que potencialmente pode ser introduzido em novas formulações terapêuticas devido a sua capacidade de interagir com as membranas das células resultando em um processo de permeabilização e rompimento da membrana do micro-organismo. No entanto, devido a sua capacidade lítica e por ser um princípio ativo novo, faz-se necessário compreender seu efeito nos macrófagos, que por um lado, são as células hospedeiras da infecção, e por outro são importantes na resposta inata contra o parasito. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da dermaseptina-01 na função e na viabilidade dos macrófagos infectados com Leishmania amazonensis. Macrófagos de camundongos Swiss coletados por lavagem peritoneal foram infectados ou não com formas amastigotas e tratados ou não com 0,06, 0,13, 0,25, 0,5, 1, 2, 4, 8, 16, 32 ou 64 μg/mL de dermaseptina-01 para avaliar funções celulares como aderência, formação de corpúsculos lipídicos (coloração com Óleo Vermelho), a capacidade fagocitária e a microbicida pela produção de peróxido de hidrogênio (Método de Pick) e óxido nítrico (Método de Greiss), bem como avaliar seu efeito sobre a viabilidade dos macrófagos (coloração com laranja de acridina) e células (Método de exclusão com nigrosina). Os resultados, analisados por testes pareados mostraram que a dermaseptina-01: 1) reduziu o índice de infecção de macrófagos em todas as concentrações testadas (Teste t-pareado, p<0,05) de forma dose-dependente; 2) todas as concentrações reduziram o percentual de aderência dos macrófagos em relação ao controle (t-pareado, p<0,01); 3) reduziu o percentual de células viáveis nas concentrações de 1 (p<0,005) e 16 (p<0,021) μg/mL, enquanto que a concentração de 4 μg/mL não afetou a viabilidade celular (p>0,05); 4) diminuiu a viabilidade em cultivos de macrófagos nas concentrações de 1, 4 e 16 μg/mL (p=0,009); 5) inibiu a produção de peróxido de hidrogênio na presença ou não da infecção nas concentrações de 1, 4 e 16 μg/mL (p<0,05); 6) aumentou a produção de óxido nítrico quando as concentrações 4 e 16 μg/mL foram utilizadas (p<0,05); 7) aumentou o índice corpuscular de forma dose-dependente pelo aumento do número de corpúsculos no citoplasma dos macrófago (p<0,05). Em conjunto, os resultados obtidos demonstram que a dermosseptina foi capaz de diminuir a infecção pela L. amazonensis, possivelmente por melhorar a capacidade microbicida e modular as funções dos macrófagos, sem, contudo provocar a morte dessas células. Esses dados indicam o potencial leishmanicida da dermaseptina-01 e apontam para futuras aplicações biomédicas.
Abstract: Leishmaniasis currently affects 350 million people in 88 countries around the world and it is estimated that there are 12 million people infected worldwide. The drugs used in the treatment of leishmaniasis are toxic and can cause drug resistance. Therefore, it is important to search for new active ingredients with leishmanicide action. Among them, dermaseptin-01 is a cationic and amphiphilic peptide which can be potentially introduced into new therapeutic formulations due to their ability to interact with cell membranes resulting in a process of permeabilization and disruption of the microorganism membrane. However, due to their lytic capacity and due to them being a new active ingredient, it is necessary to understand its effect on macrophages, which are both the host cells for the infection and important in the innate response against the parasite. The objective of this study was to evaluate the effect of dermaseptina-01 in the function and viability of macrophages infected with Leishmania amazonensis. Macrophages collected from Swiss mice by peritoneal lavage were infected or not with amastigotes and treated or not with 0.06, 0.13, 0.25, 0.5, 1, 2, 4, 8, 16, 32 or 64 μg/mL of dermaseptin-01 to assess cellular functions such as adhesion, formation of lipid bodies (coloring Red Oil), the phagocytic capacity and the microbicide for the production of hydrogen peroxide (Pick Method) and nitric oxide (Method Greiss) and to assess its effect on the viability of macrophages (stained with acridine orange) and cells (deletion method with nigrosine). The results, analyzed by paired t tests showed that the dermaseptina-01: 1) reduced the infection rate of macrophages in all tested concentrations (paired t-test, p <0.05) in a dose-dependent pattern; 2) all concentrations reduced the percentage of macrophage adhesion when compared to the control (paired t, p <0.01); 3) reduced the percentage of viable cells at concentrations of 1 (p <0.005) and 16 (p <0.021) mg/mL, while the concentration of 4 μg/mL did not affect cell viability (p>0.05); 4) decreased viability in macrophage cultures at concentrations of 1, 4 or 16 μg/mL (p=0.009); 5) inhibit hydrogen peroxide production in the presence or absence of infection with the concentrations of 1, 4 and 16 μg/mL (p<0.05); 6) increased the nitric oxide production when concentrations 4:16 μg/mL were used (p<0.05); 7) increased in a dose-dependent pattern the corpuscular index by increasing the number of corpuscles in the cytoplasm of macrophages (p <0.05). Together, the results demonstrate that dermosseptina was able to reduce the infection by L. amazonensis, possibly due to the enhancing the microbicidal capacity and modulating macrophage functions, without however causing the death of these cells. These data indicate the potential of dermaseptina-01 againt leishmaniasis and point to future biomedical applications of this peptide.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, Núcleo de Medicina Tropical, 2015.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
DOI: http://dx.doi.org/10.26512/2015.02.D.18605
Appears in Collections:FMD - Mestrado em Medicina Tropical (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/18605/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.