Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/18576
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2009_MariliaMendesdeAlmeida.pdf1,75 MBAdobe PDFView/Open
Title: Construção de proposta de avaliação dos fatores de risco de proteção para uso de redes sociais para o uso de drogas no contexto das redes sociais, de adolescentes em conflito com a lei
Authors: Almeida, Marília Mendes de
Orientador(es):: Sudbrack, Maria Fátima Olivier
Assunto:: Adolescentes
Estrutura social
Uso de drogas
Psicoterapia do adolescente
Issue Date: 8-Oct-2015
Citation: ALMEIDA, Marília Mendes de. Construção de proposta de avaliação dos fatores de risco de proteção para uso de redes sociais para o uso de drogas no contexto das redes sociais, de adolescentes em conflito com a lei. 2009. v, 185 f., il. Dissertação (Mestrado em Psicologia Clínica e Cultura)—Universidade de Brasília, Brasília, 2009.
Abstract: O presente trabalho buscou construir uma entrevista estruturada com foco voltado para as formas de avaliação dos fatores de risco e de proteção de adolescentes em conflito com a lei, os contextos referentes ao uso de drogas e o traçado da rede social, além de mobilizar a rede socioeducativa, uma vez que possibilita e fomenta diálogo, construções conjuntas e facilita o compartilhamento de informações imprescindíveis para a elaboração de um plano socioeducativo a partir de dados sistematizados. Para alcançar estas metas foi seguido os seguintes passos metodológicos: levantamento na literatura dos fatores de risco e proteção para o uso de drogas e metodologias de prevenção para adolescentes; análise documental de relatórios do Projeto Fênix e elaboração de uma proposta de avaliação dos fatores de risco e de proteção relativos ao uso de drogas no contexto das medidas socioeducativas. Para a construção dessa pesquisa a partir de uma visão multidimensional, foi adotado como referencial teórico a teoria da complexidade, a perspectiva sistêmica. O processo de elaboração da entrevista contou com um trabalho de campo no qual participaram profissionais e adolescentes de medidas socioeducativas. Os profissionais auxiliaram o processo de construção da entrevista estruturada por meio de análise crítica da linguagem e aplicação piloto com adolescentes em cumprimento de medidas de semi-liberdade e liberdade assistida. O trabalho de campo possibilitou análise crítica e reformulação da entrevista para apresentação da proposta final. A entrevista estruturada é aqui entendida como forma de auxílio a ação socioeducativa na promoção da saúde integral do adolescente, possibilitando conhecer o adolescente em suas relações e compreender a esfera de risco e de proteção relativos ao envolvimento com drogas.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, 2009.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:PCL - Mestrado em Psicologia Clínica e Cultura (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/18576/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.