Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/18511
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_ComunidadeQuilombolaAnáliseProblema.pdf184,22 kBAdobe PDFView/Open
Title: Comunidade quilombola : análise do problema persistente do acesso à saúde, sob o enfoque da bioética de intervenção
Other Titles: Quilombola community : analysis of the persistent problem in health attention under the focus of the intervention bioethics
Authors: Vieira, Ana Beatriz Duarte
Monteiro, Pedro Sadi
Assunto:: Comunidades quilombolas
Saúde - aspectos socioeconômicos
Bioética
Epidemiologia
Kalunga (comunidade quilombola brasileira) - Goiás (Estado)
Issue Date: 2013
Publisher: Centro Brasileiro de Estudos de Saúde
Citation: VIEIRA, Ana Beatriz Duarte; MONTEIRO, Pedro Sadi. Comunidade quilombola: análise do problema persistente do acesso à saúde, sob o enfoque da bioética de intervenção. Saúde em Debate, Rio de Janeiro, v. 37, n. 99, p. 610-618, out./dez. 2013. Disponível em:<http://www.scielo.br/pdf/sdeb/v37n99/a08v37n99.pdf>. Acesso em: 10 ago. 2015.
Abstract: A comunidade quilombola Kalunga, grupo étnico afro-brasileiro, ocupa a região do cerrado no nordeste do Estado de Goiás. O presente estudo trata do perfil sócio epidemiológico em ambiente rural, no qual são consideradas as condições de vida que afetam a saúde dos quilombolas, sob a perspectiva da Bioética de Intervenção. Aplicou-se um questionário do tipo semiestruturado contendo variáveis relativas à identificação dos participantes nos cenários sanitário, socioeconômico e étnico-cultural. Os resultados apontam para a persistência de fragilidades relacionadas às questões sociais e de saúde, bem como para a dificuldade de promoção dos processos inclusivos de universalidade e equidade em saúde para aquela comunidade.
Abstract: The Kalunga Quilombola community, composed of an Afro-Brazilian ethnic group, lives in the Brazilian region called Cerrado, in the northeast area of the Sate of Goiás. The current study deals with the social-epidemiological profile in rural environment, in which the living conditions that affects Quilombola people are considered under the perspective of the Intervention Bioethics. A semi-structured questionnaire was applied containing the variables related to the participants' identification concerning health, socio-economical and ethnic-cultural scenarios. The results show the persistency of fragilities related to social and health issues, as well as to difficulties to promote including processes towards universality and equity in health as for that community.
Licença:: Saúde em Debate - Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons (Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional (CC BY-NC 4.0)). Fonte: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-11042013000400008&lang=pt. Acesso em: 10 ago. 2015.
DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-11042013000400008
Appears in Collections:DSC - Artigos publicados em periódicos

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/18511/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.