Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/18508
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO_BioéticaVacinaçãoInfantil.pdf435,3 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Bioética e vacinação infantil em massa
Outros títulos: Bioética y la vacunación infantil masiva
Bioethics and mass childhood vaccination
Autor(es): Lessa, Sérgio de Castro
Dórea, José Garrofe
Assunto: Bioética
Política de saúde
Vacinas
Vacinação infantil
Vacinação em massa
Data de publicação: 2013
Editora: Conselho Federal de Medicina
Referência: LESSA, Sérgio de Castro; DÓREA, José Garrofe. Bioética e vacinação infantil em massa. Revista Bioética, Brasília, v. 21, n. 2, p. 226-236, maio/ago. 2013. Disponível em:<http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1983-80422013000200005&lang=pt>. Acesso em: 04 ago. 2015.
Resumo: As vacinas são consideradas como uma das maiores conquistas da humanidade no controle e erradicação de doenças infectocontagiosas e também uma das técnicas biomédicas mais polêmicas e de maior controvérsia considerando os riscos de efeitos adversos e a sua forma compulsória de utilização em milhões de crianças saudáveis. O atual paradigma preventivo de vacinação em massa tem sido desafiado nas últimas décadas por mudanças nas relações com a imunização, melhoria das condições sanitárias das populações e pelo surgimento de declarações universais de proteção do ser humano. Com isso, o presente artigo pretende analisar a vacinação infantil em massa sob a ótica da bioética no contexto individual e coletivo e criar um ambiente de discussão para reflexão ética sobre os programas de vacinação. Concluímos que a bioética em sua nova concepção conceitual propõe novos referenciais teóricos e metodológicos que podem ser utilizados para o debate ético das atuais políticas sanitárias.
Abstract: Vaccines are considered one of the greatest achievements of mankind in the control and eradication of infectious diseases and also one of the most controversial biomedical techniques and greater controversy considering the risks of side effects and their compulsory use in millions of healthy children. The current paradigm of preventive mass vaccination has been challenged in recent decades by changes in relationships with immunization, improvement of sanitary condition of populations and the emergence of universal declarations for human protection. Thus, the present work aims to analyze the mass childhood vaccination from the perspective of bioethics in the individual and collective context and create an environment for discussion of ethical reflection on vaccination programs. We conclude that de new bioethics’ approach proposes a new theoretical and methodological framework that can be used for the ethical debate of current health policies.
Resumen: Las vacunas son uno de los mayores logros de la humanidad en el control y erradicación de las enfermedades infecciosas y también una de las técnicas biomédicas más discutidas y de mayor controversia teniendo em cuenta los riesgos de efectos adversos y su obligatoriedad de uso en millones de niños sanos. El paradigma actual de la vacunación masiva preventiva ha sido cuestionada en las últimas décadas por los cambios en lãs relaciones con la inmunización, la mejora de la salud de la población y la aparición de las declaraciones universales de protección humana. Por lo tanto, este artículo tiene como objetivo analizar la vacunación infantil masiva desde la perspectiva de la bioética en el contexto individual y colectivo y crear un ambiente propicio para la discusión de la reflexión ética sobre los programas de vacunación. Llegamos a la conclusión de que La bioética en su nuevo concepto propone nuevos marcos teóricos y metodológicos que se pueden utilizar para el debate ético de las políticas de salud actuales.
Licença: Revista Bioética- Este periódico está licenciado sob uma licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. (CC BY-NC 4.0)). Fonte: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_serial&pid=1983-8042&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 04 ago. 2015.
DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1983-80422013000200005
Aparece nas coleções:DSC - Artigos publicados em periódicos

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.