Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/18396
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015_MonicaRoncancioMoreno.pdf2,8 MBAdobe PDFView/Open
Title: Dinâmica das significações de si em crianças na perspectiva dialógico-cultural
Authors: Roncancio Moreno, Mónica
Orientador(es):: Branco, Angela Maria Cristina Uchôa de Abreu
Assunto:: Crianças - significações
Self dialógico
Psicologia cultural
Issue Date: 26-Jun-2015
Citation: RONCACIO MORENO, Mónica. Dinâmica das significações de si em crianças na perspectiva dialógico-cultural. 2015. x, 219 f., il. Tese (Doutorado em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Abstract: A presente pesquisa se contextualiza na interseção entre a Psicologia Cultural e a Teoria do Self Dialógico. O objetivo geral foi caracterizar a maneira como as crianças constroem e reconstroem significações sobre si no processo de transição institucional da Educação Infantil para o Ensino Fundamental, tendo em vista analisar o desenvolvimento do seu sistema de Self. Para tanto, propomos, neste trabalho, alguns construtos advindos da psicologia cultural e da psicologia dialógica. Os três conceitos propostos para análise do sistema de Self dialógico em desenvolvimento são: Campos Afetivo-Semióticos (CAS), Posicionamentos Dinâmicos de Si (PDS) e Clusters de significação (associados aos CAS). Os participantes foram sete crianças, entre cinco e seis anos, em fase de transição da Educação Infantil para o Ensino Fundamental, em instituições públicas de Brasília, DF. A pesquisa se desenvolveu nos últimos seis meses da EI (Tempo1) e nos primeiros seis meses do EF (Tempo 2). Das sete crianças da pesquisa, três foram selecionadas para os estudos de caso que analisamos no presente documento. A metodologia desenvolvida para este estudo foi qualitativa, de caráter idiográfico, e incluiu entrevistas semiestruturadas individuais e conversas informais com crianças, pais e professoras, atividades semiestruturadas com as crianças, observações diretas em sala de aula e videogravação de interações criança-criança e professora-crianças. As análises mostraram que os alunos assumem diferentes Posicionamentos Dinâmicos de Si ao longo do tempo, e que esses posicionamentos mudam de um contexto educacional para outro. Vários processos de desenvolvimento, integrados de maneira dinâmica, foram identificados, a saber, canalização cultural, mediação semiótica, processos de antecipação, entre outros. Com base nos estudos de caso analisados em diferentes níveis, verificou-se que as crianças, em seus processos de transição da EI para o EF, enfrentam não apenas o desafio de se incorporar a um ambiente novo, mas também precisam lidar com suas significações de si neste novo contexto, de maneira a facilitar ou a dificultar o seu próprio desenvolvimento, atuando como indivíduos ativos na coconstrução de suas trajetórias de desenvolvimento. A nosso ver, este trabalho pode contribuir para mais um pequeno avanço, em termos teóricos e metodológicos, em direção ao estudo do desenvolvimento do Self dialógico.
Abstract: This research has been developed in the intersection between the Cultural Psychology and the Dialogical Self Theory. The main objective was to characterize the h l r n‘s m n n -making process in the institutional transition from preschool to primary school, analyzing the development of their Self-System. For this purpose, we suggested some concepts from the Cultural Psychology and the Dialogical Theory: Affective-Semiotic Fields (CAS), Dynamic Self-Positioning (PDS) and Clusters. The participants were seven children, among five and six years old from public institutions in Brasilia, DF. The study was conducted in the last six months of preschool and in the first six months of primary. Three children were selected for the case studies that we are presenting in this paper. Using a qualitative and an idiographic approach, we interviewed children, teachers and parents and observed and videotaped the daily routine in the classroom. Moreover, we constructed semi-structured tasks, e.g. school dolls, storybooks, etc. The results showed that children can assume different Self-positioning and it may change from one educational context to the other. Different developmental processes were identified: cultural canalization, semiotic mediation, anticipation, and others. On the basis of case studies, we concluded that children could not only cope with the challenge of adaptation to a new educational level, but also were able to create meanings about themselves. The children acted like active individuals in the construction of their own developmental trajectories. Finally, this work can contribute for a small progress, theoretical and methodological, oriented to the study of the dialogical Self.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa Pós-Graduação em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde, 2015.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
DOI: http://dx.doi.org/10.26512/2015.03.T.18396
Appears in Collections:PED - Doutorado em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/18396/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.