Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/18345
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2014_TimoteoMadalenoVieira.pdf1,6 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Conjugalidade e divórcio no mundo evangélico : destradicionalizações e formações de um modelo hedocultural
Autor(es): Vieira, Timoteo Madaleno
Orientador(es): Diniz, Gláucia Ribeiro Starling
Assunto: Casamento
Divórcio
Igreja evangélica brasileira
Data de publicação: 10-Jun-2015
Referência: VIEIRA, Timoteo Madaleno. Conjugalidade e divórcio no mundo evangélico: destradicionalizações e formações de um modelo hedocultural. 2014. xi, 219 f. Tese (Doutorado em Psicologia Clínica e Cultura)—Universidade de Brasília, Brasília, 2014.
Resumo: Esta tese teve como objetivo analisar a crise do modelo tradicional de casamento evangélico e o surgimento de um modelo hedocultural. Usou como referência teórica o conceito de destradicionalização, de Anthony Giddens, para tratar a decadência da influência das tradições na ordem social vigente. Nesta tese o conceito foi utilizado para compreender uma realidade específica: o casamento evangélico convencional. A crise das tradições religiosas aceleradas pelo contexto da globalização favoreceu a formação de uma sociedade hedocultural. Essa sociedade é marcada por uma mudança de paradigma ético: a rejeição de uma ética do limite e a ascensão de uma ética do prazer. Essa mudança implica na formação de uma nova subjetividade, que produz impacto direto sobre as relações conjugais. O estudo focou dois segmentos evangélicos: igrejas históricas e pentecostais clássicas. As históricas foram representadas pelas igrejas Presbiteriana e Batista. A Assembleia de Deus representou os pentecostais. Pastores, além de homens e mulheres evangélicos divorciados foram entrevistados em cada uma dessas igrejas. A tese é o resultado de uma pesquisa qualitativa. Ela está dividida em cinco partes. Três delas foram apresentados em forma de artigos científicos. Os resultados reforçaram a hipótese de que o modelo tradicional/convencional está em crise, cedendo espaço para um modelo hedocultural de casamento nas igrejas evangélicas estudadas. Espera-se que este trabalho possa contribuir para a compreensão da realidade conjugal dos evangélicos em um contexto de crise. Outra contribuição esperada é o despertar do interesse de terapeutas de casais e família e de outros psicólogos e pesquisadores para o estudo dessa população específica, que apresenta forte crescimento no cenário brasileiro e latino-americano. ______________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
The objective of this Dissertation was to analyze the crisis in the traditional model of evangelic marriages and the uprising of a hedocultural model. The main theoretical reference was the concept of traditionlessness used by Anthony Giddens to refer to the decadence of the influence of traditions in present societies. In this Dissertation the concept was used to understand a specific reality: conventional evangelical marriages. The crisis in religious traditions was accelerated by the globalization context which favored the formation of a hedocultural society. Such society is marked by a change in its ethical paradigm: the rejection of an ethic of limits gave place to an ethics of pleasure. This change implies a formation of a new subjectivity, which produces a direct impact in marital relationships. The study focused on two evangelic segments: the historic churches and the classical Pentecostal churches. The historical churches were represented by the Presbyterian and the Baptist Churches. Assembly of God represented the Pentecostal Churches. Pastors as well as divorced men and women were interviewed in each church. The Dissertation is the result of a qualitative research study. It was divided in five sections. Three of them are presented in the format of scientific articles. The results confirmed the initial hypothesis that the traditional/conventional model is under crisis and it is opening space for a hedocultural type of marriage in the evangelical churches studied. The hope is that the study may contribute to the understanding of the reality of evangelical marriages in this context of social crisis. The other contribution expected is that it may raise the interest of marriage and family therapists as well as of other psychologists/researchers in studying this specific population that is growing strongly in Brazil and in other Latin American countries.
Informações adicionais: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Departamento de Psicologia Clínica, Programa de Pós-graduação em Psicologia Clínica e Cultura, 2014.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:PCL - Doutorado em Psicologia Clínica e Cultura (Teses)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.