Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/18174
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015_MauroGiuntiniViana.pdf68,51 MBAdobe PDFView/Open
Title: A narrativa cinematográfica de Alejandro González Iñárritu
Authors: Viana, Mauro Giuntini
Orientador(es):: Dobal, Susana
Assunto:: González Iñárritu, Alejandro
Cinema - México
Globalização
Issue Date: 15-May-2015
Citation: VIANA, Mauro Giuntini. A narrativa cinematográfica de Alejandro González Iñárritu. 2015. 313 f., il. Tese (Doutorado em Comunicação)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Abstract: Partindo do princípio que a evolução da narrativa cinematográfica é decorrente de uma transação ininterrupta entre tradição e inovação, a tese propõe o exame da combinação entre duas estratégias que se destacam na renovação do cinema ficcional hegemônico contemporâneo: ordenação temporal não-linear e multiplicidade de narrações – multitramas e multiprotagonismo. Para tanto, foi utilizado método analítico baseado em concepções cognitivistas neoformalistas, principalmente as propostas por David Bordwell, complementado por valiosos aportes de críticos da cultura, tais como: Gilles Lipovetsky, Octavio Paz e Néstor Canclini. Constatou-se que o emprego das estratégias de construção cinematográfica visa incutir na narrativa aspectos de multiplicidade e complexidade presentes na sociedade atual. A escolha do corpus da pesquisa recai sobre a obra do mexicano radicado nos Estados Unidos, Alejandro González Iñárritu, tanto pelas suas características estéticas quanto pelas temáticas abordadas em sua filmografia. Seus quatro primeiros filmes – Amores brutos (Amores perros, 2000), 21 gramas (21 grams, 2003), Babel (2006) e Biutiful (2010) – apresentam uma composição singular de manipulações formais das instâncias do tempo e da narração, assim como também tratam dos principais temas da globalização na atualidade: movimentos populacionais, multiculturalismo, desterritorialização, presença da mídia e da tecnociência no cotidiano. Embora tenha realizado filmes de ampla circulação mundial, tanto em festivais como no circuito comercial, produzidos em diversos países e em associação com empresas midiáticas transnacionais, o diretor foi capaz de manter sua independência autoral e a unidade artística da sua filmografia. Ao tratar de temas banalizados no cinema mainstream, como relações familiares, sexo e violência, oferecendo, porém, uma peculiar abordagem humanista marcada por seu imaginário cultural original, a cinematografia de Iñárritu destaca-se no panorama mundial ao expor contrastes e conflitos universais de um planeta caótico interligado por fluxos de informações e pessoas. Solidão, amor, morte e o impacto do acaso no destino são os temas proeminentes nos filmes estudados e são abordados por um viés que demonstra a influência da identidade cultural mexicana na obra de Iñárritu. As análises fílmicas revelam que o alto grau de ambiguidade e contradição das personagens em seus arcos de transformação imersos em situações críticas e, por vezes, trágicas, exercem tanta influência no desenrolar das tramas como as manipulações temporais e a multiplicidade de narrações. O exame minucioso das narrativas em questão aponta para a busca de uma harmonia entre forma e conteúdo, na qual questões políticas e sociais cruciais dos dias de hoje são tratadas com densidade sem, contudo, menosprezar a necessidade de encontrar maneiras criativas de contar histórias que despertem e renovem o engajamento do espectador durante a fruição do filme.
Abstract: Assuming that the evolution of narrative film is the result of a continuous transaction between tradition and innovation, the thesis proposes the study of the combination of two strategies that stand out in the renewal of contemporary hegemonic fiction cinema: non-linear temporal ordering and multiplicity of narrations – multiplot and multiprotagonism. The use of these strategies aims to instill in the narrative aspects of multiplicity and complexity present in today's society. The choice of the research corpus lies on the work of Mexican settled in the United States, Alejandro González Iñárritu, both for its aesthetic characteristics, as well as the issues addressed in his filmography. The first films of the director – Love’s a bitch (Amores perros, 2000), 21 grams (2003), Babel (2006) and Biutiful (2010) – hold together the alignment of formal manipulations of the instances of time and narration, as well as they address key issues of globalization nowadays: population movements, multiculturalism, deterritorialization, and media and techno-science presence in everyday life. Although had made films of broad circulation, at festivals and commercial circuit, produced in various countries and in association with transnational media companies, the director was able to maintain independence and the authorial artistic unity of his filmography. Despite dealing with banal themes of the mainstream cinema, such as family relationships, sex and violence, offering, however, a peculiar humanistic approach noticeable by its original cultural imaginary, the films of Iñárritu stands out exposing universal contrasts and conflicts of a chaotic world interconnected by information and people flows. Loneliness, love, death and the impact of the chance on the destiny are the prominent themes in the studied films and are covered by a bias that demonstrates the influence of Mexican cultural identity in the work of Iñárritu. The film analysis reveals that the high degree of ambiguity and contradiction of the characters in its transformation arches immersed in critical situations, and sometimes tragic, wield so much influence on the conduction of the plots as the time manipulations and the multiplicity of narrations do. Analysis of the narratives in question indicates the search for harmony between form and content, in which currently important political and social issues are treated with density, but without underestimating the need to search for creative ways to tell stories that renew and awaken the viewer's engagement during the fruition of the film. Therefore, it is used analytical method based on neoformalist cognitive conceptions, especially those proposed by David Bordwell, complemented by valuable contributions of culture critics, such as Gilles Lipovetsky, Octavio Paz and Néstor Canclini.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Comunicação, Programa de Pós-Graduação em Comunicação, 2015.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
DOI: http://dx.doi.org/10.26512/2015.02.T.18174
Appears in Collections:FAC - Doutorado em Comunicação (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/18174/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.