Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/18144
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MarinaNoronhaPacheco.pdf1,6 MBAdobe PDFView/Open
Title: O brincar na escola : possibilidades de desenvolvimento em sala de recursos
Authors: Pacheco, Marina de Noronha
Orientador(es):: Pedroza, Regina Lúcia Sucupira
Assunto:: Brincadeiras
Sala de recursos multifuncionais
Crianças
Escolas
Issue Date: 14-May-2015
Citation: PACHECO, Marina de Noronha. O brincar na escola: possibilidades de desenvolvimento em sala de recursos. 2015. xi, 99 f. Dissertação (Mestrado em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Abstract: Este trabalho tem como foco o respeito às necessidades da criança enquanto sujeito, nos espaços que têm sido destinados a ela, principalmente, no espaço escolar. Trata-se da valorização de todas as formas de atuação social da criança, em especial, o brincar. O objetivo geral desta pesquisa é compreender o papel do brincar no desenvolvimento da criança no espaço de sala de recursos multifuncionais. Observa-se, então, se, para as crianças às quais esse espaço é destinado, o brincar se constitui em atuação simbolizadora e criativa no mundo e nelas próprias. Com base nisso, são objetivos específicos pensar o brincar como um espaço de construção da autonomia e de legitimação da aprendizagem, refletir sobre a atuação da professora da sala de recursos, em relação à prática tradicional e a uma prática do brincar, e criar possibilidades na sala de recursos como espaço potencial para o brincar. Nesta investigação, parte-se do pressuposto que o brincar é a forma como a criança se posiciona no mundo enquanto sujeito, sendo essa premissa embasada por teóricos da psicologia e da psicanálise como Dolto, Klein, Winnicott, Moyles, Pedroza, Huinzinga, entre outros. A perspectiva teórica principal é a psicanálise, considerando os pressupostos freudianos e, ainda, as concepções de outros autores no campo do desenvolvimento do sujeito e do brincar. A fim de discutir alguns cenários sociais e históricos dentro do contexto escolar e, também, de estabelecer um diálogo entre sujeito e sociedade, incluíram-se estudos próprios dos campos da psicologia, filosofia, da história e da educação. Quanto à metodologia, a pesquisa foi construída por meio de um estudo empírico, qualitativo. Por ser este um estudo de base psicanalítica, dependente, pois, do vínculo do sujeito para que seja possível um espaço de transferência e de análise, tomandose a perspectiva do brincar como linguagem, adotou-se, além do método psicanalítico, a Pesquisa Participante. A investigação teve lugar em uma unidade regular de ensino fundamental, da rede pública do Distrito Federal. Os sujeitos de pesquisa foram as crianças que frequentam as salas de recursos dessa escola e a professora desse espaço. Com as crianças, realizaram-se momentos de brincar no espaço da sala de recursos, no período em que estavam agendadas para comparecerem ao lugar. Os momentos de brincar, com duração de 50 minutos cada, aconteceram semanalmente e foram construídos em conformidade com o desejo dos sujeitos de pesquisa, respeitando-se suas expressões criativas, diante do espaço, das relações, dos conteúdos inconscientes e dos objetos disponíveis na sala. Para haver melhor entendimento do contexto em que as crianças estavam inseridas, realizaram-se entrevistas abertas com a professora. Buscou-se, no trabalho de campo, a participação ativa dos sujeitos, com vistas ao desenvolvimento de potenciais para construção de uma mudança social.
Abstract: This work focus on the respect towards the needs of the child as a subject, in the spaces that have been designated to it, mostly, at the school space. It is about valuing all of the forms of social act of the children, especially, the playing. The main goal of this research is to comprehend the role of playing in the child's development in the multifunctional resources room. Thus, it must be observed if, for the children to whom this space is destined, the playing is constituted of the symbolic and creative act upon the world and in themselves. Based on that, the specific goals are to think the playing as a space of construction of autonomy and legitimacy in learning, to reflect upon the teacher's act at the resources room, regarding the traditional method and the practice of playing, and to create possibilities of the resources room as a potential space for playing. In this investigation, it is assumed that playing is the way that children position themselves in the world as a subject, being that premiss based on psychology and psychoanalysis theorists such as Dolto, Klein, Winnicott, Moyles, Pedroza, Huinzinga, among others. The main theoretical perspective is psychoanalysis, considering the Freudians premiss and, yet, the concepts of other authors in the field of development of the subject and of the playing. In order to discuss some social and historic sets within the school context and, also, to establish a dialog between subject and society, personal studies in the fields of Psychology, Philosophy, History and Education were included. As for the methodology, the research was done through an empirical, qualitative, study. Since this is a psychoanalytical study, and as such, it depends on the bond of the subject so that it is possible a space of transference and analysis, assuming the perspective of playing as a language, it was used the Participant Research, besides the psychoanalytical method. The investigation took place in a regular school unit for primary education, from the public service of the Federal District. The participants were the children who attend this school's resources room and the teacher responsible for this space. “Moments of playing” were carried out with the children at the resources room, during the time they were scheduled for that place. The “moments of playing”, lasting 50 minutes each, happened every week and were made accordingly to the desire of the participant children, respecting their creative expressions, in the presence of the space, the relations, the unconscious contents and the available objects in the room. For a better understanding of the context in which the children were emerged, open interviews were conducted with the teacher. The field research aimed the active participation of the subjects as a mean of achieving a potential development to build a social change.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Departamento de Psicologia Escolar e de Desenvolvimento, Programa de Pós-Graduação em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde, 2015.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
DOI: http://dx.doi.org/10.26512/2015.04.D.18144
Appears in Collections:PED - Mestrado em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/18144/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.