Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/18070
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015_CarlaFerreiraCaixeta.pdf1,66 MBAdobe PDFView/Open
Title: Seleção de estirpes de Bacillus thuringiensis tóxicas à Helicoverpa armigera e promotoras de crescimento vegetal
Authors: Caixeta, Carla Ferreira
Orientador(es):: Monnerat, Rose Gomes
Assunto:: Controle biológico
Metabólitos secundários
Diversidade genética
Issue Date: 4-May-2015
Citation: CAIXETA, Carla Ferreira. Seleção de estirpes de Bacillus thuringiensis tóxicas à Helicoverpa armigera e promotoras de crescimento vegetal. 2015. xv, 82 f., il. Dissertação (Mestrado em Agronomia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Abstract: Helicoverpa armigera (Hübner, 1808) (Lepidoptera: Noctuidae) é uma espécie extremamente polífaga, se alimenta das mais diferentes culturas de interesse econômico e tem grande adaptabilidade às várias condições climáticas consideradas uma praga de importância. Bacillus thuringiensis (Bt) é uma bactéria cosmopolita que expressa diversas proteínas durante seus estágios de crescimento que possuem atividade entomopatogênica, podendo atuar como importante agente de controle biológico, além de ser capaz de colonizar o interior das plantas promovendo o seu crescimento. Com a necessidade de se conhecer cada vez mais e explorar as potencialidades deste microrganismo o estudo objetivou selecionar 100 estirpes de Bacillus thuringiensis com toxicidade para Helicoverpa armigera e potencial para promoção de crescimento vegetal. Das estirpes avaliadas 23 apresentaram 100% de mortalidade para H. armigera, sendo quinze pertencentes às subsp. kurstaki, aizawai, tolworthi, fokuokaensis, sotto, morrisoni, thuringiensis e oito não sorotipadas. As estirpes apresentam perfil proteíco de 130 e 65 kDa, sendo que algumas apresentaram apenas uma das proteínas e fragmentos de DNA de tamanho esperado para a detecção dos genes cry1 e cry2. Na detecção da capacidade de promoção de crescimento in vitro, nenhuma estirpe apresentou a capacidade de produção de sideróforos, solubilização de fosfatos e fixação biológica de nitrogênio. Na produção de AIA todas as estirpes foram positivas e a quantidade variou de 1,17 μg mL-1 (estirpe S93) a 7,44 μg mL-1 (estirpe S1983). Das 100 estirpes analisadas 45 apresentaram amplicons esperados para todos os genes avaliados, sendo que 71 estirpes apresentaram amplicons de tamanhos esperados para o gene fosfatase ácida, 57 foram positivos para os genes sideróforos. Os genes envolvidos nas rotas de biossíntese do hormônio AIA se mostraram mais frequentes em estirpes de Bt, sendo que das estirpes analisadas 91 foram positivos para a presença do gene ipdC, 97 para o genes iam1 e 93 para o gene iam2. B. thuringiensis pode ser utilizado no controle de H. armigera e possui potencial como inoculante para a promoção de crescimento vegetal, abrindo novas perspectivas para o uso agronômico.
Abstract: Helicoverpa armigera (Hübner, 1808) (Lepidoptera: Noctuidae) is an extremely polyphagous species, feeding from different types of crops with economic importance and has great adaptability to various climatic conditions, considered an important pest. Bacillus thuringiensis is a cosmopolitan bacteria that express different proteins during their growth stages with entomopathogenic activity, and may act as an important biological control agent, besides being capable to colonize the interior of plants, promoting its growth. To know more and explore the potentials of this microorganism, the aimed of this work to select 100 strain of Bacillus thuringiensis wich toxicity to Helicoverpa armigera and potential for plant growth promotion. 23 strains showed 100% the mortality against H. armigera, of which fifteen belonged to subsp. kurstaki, aizawai, tolworthi, fokuokaensis, sotto, morrisoni, thuringiensis and eight without serotype. Some strains exhibited the profile of 130 and 65kDa, other showed just one of the proteins and the amplicons with the expected size of cry1 and cry2 gene. In vitro detection of growth promotion capability, showed that no strain had the siderophore production capability, phosphate solubiliation and biological fixation of nitrogen. All strains tested were capable of produce IAA, and the amount varied from 1,17 μg mL-1 (S93 strain) to 7,44 μg mL-1 (1983 strain). 45 of the 100 analyzed strains showed the expected amplicons for all the studied genes, 71 strains showed the expected amplicon size for the acid phosphatase gene, 57 were positive for siderophore gene. The genes involved in the biosynthesis of IAA hormone were more frequents in Bt strains, 91 strains were positive for the presence of ipdC gene, 97 were positive for iam1 gene, and 93 for iam2 gene. B thuringiensis can be used in biological control against H. armigera and has a great potencial to promote plant growth, creating new perspectives for agronomic use.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, Programa de Pós-Graduação em Agronomia, 2015.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
DOI: http://dx.doi.org/10.26512/2015.02.D.18070
Appears in Collections:FAV - Mestrado em Agronomia (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/18070/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.