Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/17988
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2014_WadsonGuimaraes.pdf395,12 kBAdobe PDFView/Open
Title: Influência de diferentes grupos genéticos e manejos nutricionais nos teores de sólidos do leite de ovelha
Other Titles: Influence of different genetic groups and nutrirional management in the sheep milk solids
Authors: Guimarães, Wadson
Orientador(es):: Cabral Filho, Sergio Lucio Salomon
Assunto:: Ovelha  - alimentação e rações
Leite - produção
Ovelha
Ovelha - leite - composição de sólidos
Ovelha - raça Bergamácia - leite
Ovelha - raça Santa Inês - leite
Ovelha mestiças - leite
Leite - composição
Issue Date: 24-Apr-2015
Citation: GUIMARÃES, Wadson. Influência de diferentes grupos genéticos e manejos nutricionais nos teores de sólidos do leite de ovelha. 2014. 28 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Animais)—Universidade de Brasília, Brasília, 2014.
Abstract: O presente estudo foi realizado no Centro de Manejo de Ovinos da Fazenda Água Limpa (UnB), Brasília, DF e teve como objetivo central avaliar a composição de sólidos do leite de ovelha das raças Bergamácia (BE), Santa Inês (SI) e F1 (Bergamácia X Santa Inês) em duas épocas do ano e recebendo diferentes tipos de alimentos volumosos. Foram utilizadas 36 ovelhas, sendo 12 de cada grupo genético, submetidas a dois experimentos, o primeiro no período das águas, onde as ovelhas foram mantidas em pastagem de Panicum maximum cv. Tanzânia e o segundo no período da seca, com as ovelhas confinadas, divididas em três tratamentos (4 ovelhas por grupo genético) e recebendo três tipos de suplementação volumosa: silagem de milho (SM), cana de açúcar tratada com 1% de soda caustica e 0,5% de uréia (CS) e cana de açúcar tratada com 1% de óxido de cálcio e 0,5% de uréia (CC). Foram colhidas amostras de leite destas ovelhas aos 3, 6, 14, 28, 42 e 56 dias após o parto, para posterior análise de sólidos no equipamento Milkoscan 4000 (INFRAred). No período de chuva e a pasto, os grupos genéticos BE, SI e F1 apresentaram teores de gordura semelhantes, com médias de 8,1; 8,2 e 7,5%, respectivamente. Os valores de proteína foram maiores para o grupo SI e menores para BE, sendo que o F1 apresentou valores intermediários, sendo as médias de 4,8; 4,3 e 4,4%, respectivamente. Os valores de extrato sólidos desengordurados (ESD) seguiram a mesma tendência da proteína com destaque para o grupo SI (P<0,05). No período da seca não foi observado diferenças (P>0,05) na composição do leite entre os diferentes volumosos utilizados, entretanto, o grupo genético BE apresentou maiores teores de gordura do que o grupo SI e o F1 apresentou valores intermediários (P<0,05), sendo estes de 8,6; 7,7 e 8,0% para BE, SI e F1 respectivamente. Os teores de ESD foram maiores para os grupos SI em comparação ao BE (P<0,05), ficando o F1 intermediário, com médias de 10,8; 10,1 e 10,3 %, respectivamente. Com relação aos dias de coleta após o parto, os teores de gordura foram mais elevados até o sexto dia, 8,9 %, os de proteína até o terceiro dia, 5,9 %, houve um aumento da lactose a partir do sexto dia de 0,5% o EST diminuiu a partir do sexto dia, de 19,5 para 18,8% (P<0,05) e o ESD não apresentou diferenças significativas. O grupo genético SI apresentou melhores teores de proteína e ESD nos dois sistemas de alimentação testados, pasto e confinamento, sendo que no confinamento o grupo genético BE apresentou maiores teores de gordura. As ovelhas mestiças F1 apresentaram valores intermediário de sólidos nos dois sistemas e não diferenciaram dos grupos puros mostrando ser uma boa opção para como produtora de leite. Não houve diferença de qualidade do leite quando utilizado o volumoso silagem de milho e cana-de-açúcar tratada com soda ou com óxido de cálcio e uréia.
Abstract: This study was conducted at the Centro de Manejo de Ovinos da Fazenda Água Limpa (UnB), Brasília, DF and the objective was to evaluate the solids composition of ewes milk for Bergamácia (BE) and Santa Inês (SI) breeds and F1 (Bergamácia x Santa Inês) in two seasons and receiving different types of roughages. Third three ewes were used, 12 of each genetic group, subjected to two experiments. The first in the rainy season, where sheep were grazing Panicum maximum cv. Tanzania and the second during the dry season, with the confined ewes. The ewes were divided into three treatments (4 ewes per genetic group) and receiving three types of roughage supplementation: corn silage (SM), sugarcane treated with 1% caustic soda and 0.5% urea (CS) and sugarcane treated with 1% calcium oxide and 0.5% urea (CC). Milk samples were collected from these ewes at 3, 6, 14, 28, 42 and 56 days after birth, the samples were subjected to solids analysis in Milkoscan 4000 infrared equipment. In the rainy season and pasture, the genetic groups BE, SI and F1 had similar fat content, averaging 8.1; 8.2 and 7.5%, respectively. Protein levels were higher in the SI group and lower for BE, and the F1 presented intermediate values and the averages of 4.8; 4.3 and 4.4%, respectively. Solid extract values defatted (ESD) followed the same trend of protein higher for the SI group (P <0.05). In the dry season was not observed differences (P> 0.05) in milk composition between the different roughage, however, the genetic group BE showed higher fat content than the SI group and the F1 presented intermediate values (P <0.05), which are 8.6; 7.7 and 8.0% for BE, SI and F1 respectively. ESD levels were higher in the SI group compared to the BE (P <0.05), while the F1 was intermediate, with averages of 10.8; 10.1 and 10.3%, respectively. With respect to collection days after calve, the levels of fat were higher until the sixth day, 8.9%, the protein until the third day, 5.9%, an increase of lactose from the sixth day 0.5% EST fell from the sixth day, from 19.5 to 18.8% (P <0.05) and the ESD was no significant difference. The genetic group SI showed better protein and ESD levels tested in both production systems, pasture and confinement, and in the confinement genetic BE group presented higher fat content. The F1 crossbred ewes demonstrated, solid intermediate values in both systems and did not presented different values than the pure groups shown to be a good option for sheep milk farms. There was no milk quality difference when using the roughage silage corn and cane sugar treated with soda or with calcium oxide and urea.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2014.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
DOI: http://dx.doi.org/10.26512/2014.12.D.17988
Appears in Collections:FAV - Mestrado em Ciência Animal (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/17988/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.