Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/17908
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2014_RenataLeiteSoares.pdf704,48 kBAdobe PDFView/Open
Title: A identificação e o narcisismo na melancolia : reflexões a partir da obra freudiana
Authors: Soares, Renata Leite
Orientador(es):: Celes, Luiz Augusto Monnerat
Assunto:: Freud, Sigmund, 1856-1939 - crítica e interpretação
Narcisismo
Melancolia
Neuroses
Psicoses
Issue Date: 16-Apr-2015
Citation: SOARES, Renata Leite. A identificação e o narcisismo na melancolia: reflexões a partir da obra freudiana. 2014. 134 f. Tese (Doutorado em Psicologia Clínica e Cultura)—Universidade de Brasília, Brasília, 2014.
Abstract: Esta tese investiga a ligação entre o narcisismo e a identificação na melancolia. A teoria freudiana dispõe a melancolia como uma afecção psíquica que se encontra no limiar entre a neurose e a psicose na relação existente entre o Eu e a realidade. Enquanto neurose narcísica, a melancolia evidencia a dificuldade do melancólico de desvincular-se de um objeto perdido, o que o impede de canalizar a libido para novos investimentos. O desdobramento dessa relação é uma convergência entre o amor e o ódio ocasionada pela identificação do Eu ao objeto perdido. Os riscos dessa convergência é que, permanecendo a libido ligada ao Eu na iminência de preservar a identificação ao objeto, o ódio não encontra, através da libido, meio de canalização para o mundo externo. Vivendo sob a sombra de um objeto perdido, o Eu refugia-se da perda do amor e divide-se para defender-se do ódio que a ele retorna com o objeto, resultando na formação de uma rígida consciência moral que se expressa sob a forma do Supereu. Na origem da afecção melancólica, encontra-se uma escolha objetal narcisista e uma identificação a um objeto de amor que não pode ser abandonado. O trabalho se realiza pela pesquisa bibliográfica fundamentada, sobretudo, na obra freudiana. Busca, inicialmente, compreender a importância do narcisismo como tempo inicial de constituição do Eu e sua vinculação à teoria das pulsões e à compreensão da natureza do objeto para a psicanálise. Em seguida, caracterizando o complexo de Édipo em sua vinculação com a castração, problematiza a constituição do Supereu e a importância dessa vinculação na identificação e nos destinos libidinais que caracterizam diferentes afecções psíquicas. Por fim, a melancolia é caracterizada e problematizada a partir dessas relações. Apreendê-la no limiar entre a neurose e a psicose, tal qual caracterizada por Freud, revelou-se uma forma de recolocar a questão do conflito entre a realidade e o sujeito, que, a par de revelar-se obscurecido e amortecido, embora atuante, permanece expressando as possibilidades de Eros em sua relação com a pulsão de morte. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT
This thesis investigates the relationship between narcissism and the identification in melancholy, basing itself in Freud’s work. Freud’s theory considers melancholy as a psychic condition which finds itself as a tenuous border between neurosis and psychosis within the relationship between ego and reality. As a narcissistic neurosis, melancholy shows the difficulties of a melancholic in withdrawing from the lost object, which prevents the person from channeling the libido to new investments. The unfolding of this relationship is a convergence between love and hate that happens due to the identification the ego finds in the lost object. The risks of such convergence is that, being the libido connected to the ego in an attempt to preserve the identification of the object, hate does not find, through libido, means of being channeled to the outside world. Living in the shadow of a lost object, the ego finds refugee on itself in order to preserve love. The ego, then, divides itself to defend love from hate. The latter returns with the object, forming a rigid moral conscience expressed as Superego. A narcissistic object choice and an identification of an object of love that cannot be abandoned are found in the origins of melancholic condition. The work is done by literature based mainly on Freud's work. It aims, initially, at comprehending the importance of narcissism as the initial formation of Ego and its link to the theory of instinct and to the comprehension of the object’s nature to psychoanalysis. Next, characterizing the Oedipus complex and its ties with castration, this work problematizes the constitution of Superego and the importance of such ties on the identification and on the libidinal destinations that characterize different psychic conditions. Finally, melancholy is problematized within the intertwining of narcissism and identification. The comprehension of melancholy as a tenuous border between neurosis and psychosis, as characterized by Freud, turns out to be a manner of replacing the conflict between reality and subject. The conflict, besides being obscured and dampened, although active, continues expressing the possibilities of Eros in its relationship with the death drive.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Clínica e Cultura, 2014.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:PCL - Doutorado em Psicologia Clínica e Cultura (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/17908/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.