Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/17884
Título: “Todo mundo aprende, todo mundo ensina” : o projeto multiplicadores do instituto batucar
Autor(es): Gonçalves, Josilaine de Castro
Orientador(es): Azevedo, Maria Cristina de Carvalho Cascelli de
Assunto: Projetos sociais
Educação não-formal
Prática pedagógica
Data de publicação: 14-Abr-2015
Data de defesa: 1-Dez-2014
Citação: GONÇALVES, Josilaine de Castro. “Todo mundo aprende, todo mundo ensina”: o projeto multiplicadores do instituto batucar. 2014. 110 f., il. Dissertação (Mestrado em Música)—Universidade de Brasília, Brasília, 2014.
Resumo: Os projetos sociais têm se constituído como espaço de práticas musicais e de ensino e aprendizagem da música. Neles, o aprender e o aprender a ensinar se confundem com o desenvolvimento musical dos sujeitos, com a sua formação e inclusão social. No Distrito Federal (Brasil), o Instituto Batucar é um exemplo de projeto social onde há o ensino e a aprendizagem musical e constitui o lócus desta pesquisa. Nesse contexto, esta dissertação visa compreender a atuação dos multiplicadores no projeto social Instituto Batucar. Descrever as práticas musicais desenvolvidas no Instituto; identificar as estratégias pedagógico-musicais dos multiplicadores e conhecer como eles percebem sua atuação no projeto são os objetivos específicos desta pesquisa. No Distrito Federal (DF), o Instituto Batucar visa à transformação e inclusão social por meio da prática musical, especificamente, a percussão corporal. A instituição desenvolve um projeto de multiplicadores que capacita os participantes do projeto como monitores e educadores. Nesse contexto, foram realizadas observações participantes, entrevistas semiestruturadas individuais e coletivas (como grupo focal) caracterizando um estudo de caso. A fundamentação teórica utiliza o conceito de educador social segundo Gohn (2010) e Freire (2011) para pensar a atuação do multiplicador no IB. O conceito de educação não formal, conforme Gohn (2010) e Gadotti (2005) orientam a reflexão sobre o processo educativo em projetos sociais. Na área da Educação Musical, Kleber (2006), Almeida (2005), Hikiji (2006) e Cruvinel (2005) complementam o diálogo com a literatura que discute projeto social e música. Com base na voz dos multiplicadores que atuam no Instituto Batucar, os resultados revelam que a sua atuação acontece na prática com o compartilhamento de experiências no projeto, em que o saber é construído, organizado e mediado por meio das interações sociais, sem desconsiderar as referências e influências adquiridas ao longo da trajetória dos jovens educadores. ____________________________________________________________________________________ ABSTRACT
Social projects have become spaces for musical practices, as well as for teaching and learning music. Within these spaces, learning and learning how to teach are intertwined with the participants’ musical development, with their training and social inclusion. In the Federal District (Brazil), the Batucar Institute is an example of a social project where teaching and musical learning occurs, and it is also the focus of this study. Within this context, this dissertation aims to understand the work of the “multiplying agents” as facilitators within the social project of the Batucar Institute, to describe and analyze musical practices developed at the Batucar Institute, to identify the multiplying agents' musicalpedagogical strategies and to discover how they perceive their actions within the project are the specific objectives of this study. In the Federal District (DF), the Batucar Institute aims to promote social transformation and inclusion throughout musical practice, more specifically through body percussion. The institution develops multiplying agents’ project which trains the projects’ participants enabling them to become teaching assistants and educators. In this context, participative observations were made, as well as individual and collective semi structured interviews (such as focal groups), characterizing this as a case study. The theoretical grounding uses concepts of the social educators Gohn (2010) and Freire (2011) to reflect upon the multiplying agents’ role at the Batucar Institute. The concept of non-formal education, according to Gohn (2010) and Gadotti (2005), guide the reflexion concerning the educational process in social projects. In the field of musical education, Kleber (2006), Almeida (2005), Hikiji (2006) and Cruvinel (2005) are used to compliment the dialogue with the literature that discusses social projects and music. According to the multiplying agents’ testimonials, the results reveal that their work occur in practice when they share experiences in the project, where knowledge is constructed, organized and mediated throughout social interactions, without disconsidering the references and influences acquired during the educators’ experiences in their professional path.
Descrição: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Artes, Departamento de Música, Programa de Pós-graduação em Música, 2014.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:IdA - Mestrado em Música (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2014_JosilainedeCastroGonçalves.pdf1,86 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.