Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/17852
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO_BrasiliaMetaSintese.pdf652,78 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Brasília meta-síntese do poder no controle e articulação do território nacional
Outros títulos: Brasília meta-synthesis of the power with regard to control and articulation of the national territory
Autor(es): Costa, Everaldo Batista da
Steinke, Valdir
Assunto: Território nacional - Brasil
Articulação do território
Regionalização - Brasil
Poder do Estado
Data de publicação: 1-Nov-2014
Referência: COSTA, Everaldo; STEINKE, Valdir. Brasília meta-síntese do poder no controle e articulação do território nacional. Scripta Nova, Barcelona, v. 18, n. 493, 1 nov. 2014. Disponível em: <http://www.ub.edu/geocrit//sn/sn-493/493-44.pdf>. Acesso em: 31 mar. 2015
Resumo: O pensamento sobre um país marcado pela ideologia espacial, que identifica o território da nação no cerne de uma exclusividade classista de poder, exige referências cruzadas sobre os sentidos atribuídos à modernização, ao desenvolvimento e ao Estado. Assim, o escopo mais amplo deste estudo corresponde ao poder no controle e articulação territorial, em escala nacional; o caráter do poder analisado é o do Estado brasileiro e suas estratégias espaciais. Logo, objetiva-se avaliar a construção de Brasília (nova Capital política e administrativa), como expressão material-simbólica estratégica do poder para o controle e a articulação do território nacional; poder que ganha ímpeto a partir de 1956 e se perpetua. Metodologicamente, trata-se de quatro aspectos conexos: o Brasil desenvolvimentista e o Estado demiurgo da sociedade; o Plano de Metas do presidente Juscelino Kubitscheck enquanto proposta de um poder tentacular com a meta-síntese Brasília; uma cartografia sintética das infraestruturas do controle territorial da nação; e as singularidades efetivas do poder constitutivo do Estado-nacional brasileiro. Vislumbra-se o poder do discurso e das ações pela integração espacial escalar macro, que apresenta o binômio transportes e energia como possibilidade efetiva da integração social brasileira, o que perfaz o paradoxo deste poder.
Licença: Scripta Nova - Os autores estão autorizados a reproduzir seus artigos completos em sua página pessoal e/ou repositório institucional, incluindo sempre um link para a revista. Fonte: http://www.ub.edu/geocrit/sn-norm.htm
Versão da editora: http://www.ub.edu/geocrit//sn/sn-493/493-44.pdf
Agência financiadora: Fundação de Amparo a Pesquisa do DF
Aparece nas coleções:GEA - Artigos publicados em periódicos

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.