Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/1758
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2008_CarolinaRiveroRubio.pdf563,55 kBAdobe PDFView/Open
Title: Estudo sobre o uso de tabaco e de álcool por estudantes da área de saúde da Universidade de Brasília, Distrito Federal, Brasil, 2007
Authors: Rubio, Carolina Rivero
Orientador(es):: Monteiro, Pedro Sadi
Assunto:: Alcoolismo
Estudantes universitários
Fumo - vício
Bebidas alcoólicas - consumo
Issue Date: 22-Sep-2008
Citation: RUBIO, Carolina Rivero. Estudo sobre o uso de tabaco e de álcool por estudantes da área de saúde da Universidade de Brasília, Distrito Federal, Brasil, 2007. 2008. 95 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde)-Universidade de Brasília, Brasília, 2008.
Abstract: Introdução: O estudo do consumo de tabaco e álcool em populações específicas é motivo de interesse das autoridades sanitárias para desenvolver ações de prevenção. Objetivo: Conhecer a magnitude do uso de álcool e tabaco por alunos de cursos da área de saúde da Universidade de Brasília. Materiais e Métodos: Amostra composta por 395 alunos de medicina, enfermagem, nutrição, odontologia e farmácia que responderam questionário adaptado da Organização Mundial da Saúde. Na análise de possíveis associações entre variáveis utilizouse o teste de Qui quadrado de Mantel-Haenszel ou teste exato de Fisher. Foram considerados significantes valores de p<0.05. Resultados: Encontraram-se prevalências para uso na vida e no último mês de álcool de 88,9% e 57,21% respectivamente e de 26,8% e 6,32% para tabaco. As prevalências de consumo de álcool foram significativamente maiores para estudantes do sexo masculino, não seguir religião, dentro dos que seguiam alguma religião ser católico, ter familiares ou amigos que bebem, praticar esporte, trabalhar e não morar com os pais. Para tabaco as maiores prevalências foram para estudantes do sexo masculino, morar com companheiro/outro, não seguir religião, dentro dos que seguiam alguma religião ser espírita, ter amigos fumantes e conviver com fumantes na universidade. Consumir mais de uma dose de álcool a cada vez teve associação significativa com brigar, dirigir ou faltar a escola depois de beber. Conclusão: A detecção do uso de álcool e de tabaco por alunos de cursos da área de saúde é preocupante, pois, foram relatados atitudes de risco como dirigir após beber e envolver-se em brigas; e praticas de uso de tabaco em locais de circulação comum que contribuem para a exposição de não fumantes. ________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
Introduction: The study of the consumption of tobacco and alcohol in specific populations is of interest of the health authorities to develop actions of prevention and control. Objective : Knowing the magnitude of the use of alcohol and tobacco by students of courses in the area of health at the University of Brasilia. Materials and Methods: Sample composed by 395 students of medicine, nursing, nutrition, dental and pharmacy who answered the questionnaire adapted the World Health Organization. There were associations test using Mantel-Haenszel chi-square or Fisher's exact test. Were considered significant values of p <0.05. Results: It was found prevalence for use in the life of alcohol, 88.9% and 26.8% for tobacco, and for use in the last month of 26,8% e 6,32%, respectively. The prevalence of alcohol consumption were significantly higher for men, do not follow religion, be Catholic, have relatives or friends who drink, practicing sports, working, not living with their parents. For the smoking prevalence was higher for men, living with a partner / other, do not follow religion, be spiritist, smokers have friends and live with smokers at the university. Use more than one dose of alcohol at a time was associated with fights, driving or missing the school after drinking. Conclusion: The detection of the use of alcohol and tobacco by students of courses in the area of health is worrying, therefore, have been reported attitudes of risk as driving after drinking and engage in fights, in case of the use of tobacco practices are made in places of common movement which contributes to the exposure nonsmokers.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2008.
Appears in Collections:FS - Mestrado em Ciências da Saúde (Dissertações)
UnB - Brasília 50 anos

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/1758/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.