Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/17150
Título: Vulnerabilidade e adaptação da vida às secas : desafios à sustentabilidade rural familiar nos semiáridos nordestinos
Autor(es): Lindoso, Diego Pereira
Orientador(es): Pereira Filho, Saulo Rodrigues
Assunto: Mudanças climáticas
Agricultura familiar
Sustentabilidade
Data de publicação: 1-Dez-2014
Data de defesa: 4-Out-2013
Citação: LINDOSO, Diego Pereira. Vulnerabilidade e adaptação da vida às secas: desafios à sustentabilidade rural familiar nos semiáridos nordestinos. 2013. 519 f. il. Tese (Doutorado em Desenvolvimento Sustentável)—Universidade de Brasília, Brasília, 2013.
Resumo: Este trabalho consiste na reinterpretação de velhos problemas a partir de novas abordagens políticocientíficas. Os velhos problemas são os efeitos adversos da seca no Semiárido brasileiro. As novas agendas políticas são: a adaptação à mudança climática, o desenvolvimento sustentável e a convivência com o Semiárido. As novas abordagens científicas são as abordagens da vulnerabilidade e da resiliência socioecológica. O objeto de estudo é a vulnerabilidade e adaptação da produção rural familiar no Semiárido. O objetivo central é compreender como os sistemas rurais familiares são afetados e respondem à variabilidade climática e a eventos extremos de seca. Cerca de 290 questionários foram aplicados junto a produtores familiares em dois estudos de caso. Um, no submédio baiano, composto dos municípios de Remanso, Uauá, Casa Nova e Juazeiro. Foi realizado em julho de 2011, ano considerado de chuvas regulares. O outro, localizado no Cariri cearense, é composto pelo município de Salitre. Foi realizado em janeiro de 2013, um ano considerado de seca extrema. Entrevistas institucionais também foram aplicadas nestes municípios e em outros municípios vizinhos no Ceará (Mauriti, Missão Velha, Araripe, Juazeiro do Norte, Crato) e Pernambuco (Araripina, Ouricuri, Petrolina). Os resultados mostram que a vulnerabilidade é multiescalar e se manifesta por meio de cadeias causais e ciclos de retroalimentação. As adaptações consistiram de ações pontuais nessas cadeias, moderando sensibilidades, fortaleceram capacidade adaptativa, acomodaram ou recuperaram de impactos. Observou-se também que a adaptação ocorre em escala de paisagem, composta pelos sistemas produtivos, familiares e paisagem político-institucional na qual o produtor e sua família se inserem. Estas são as unidades adaptativas mais amplas. Esta perspectiva explica porque a seca de 2012, apesar de severa do ponto de vista pluviométrico, afetou relativamente pouco os sistemas humanos, mas trouxe fortes impactos para os sistemas produtivos. As conclusões mostram que isso se deve a rede de segurança mostrada pelos programas emergenciais e de seguridade social associados a deficiências na governança da vulnerabilidade dos sistemas produtivos. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT
The present work is a reinterpretation of an old issue from new scientific approaches and political agendas. The old issue is the adverse impact of drought events within Brazilian Semi-Arid region. The new scientific approaches are vulnerability and resilience sciences. The new political agendas are three: adaption to climate change, sustainable development and coping with Semi-arid conditions. The dissertation’s focus is smallholder farming’s vulnerability within Brazilian Semi-Arid region. The general goals are two: to understand how farmers are affected by and how they respond to climate variability and to drought. Surveys were undertaken in two case studies, totalizing about 290 interviews. The first case study was in Bahia state, covering four municipalities: Remanso, Uauá, Casa Nova e Juazeiro. It occurred in July 2011, a rainy year. The other case study was held in Ceará state (Cariri region) and covers one municipality: Salitre. The field research was undertaken in January 2013, the year after one of the most intense drought events in the last 50 years. Institutional interviews were also applied in these municipalities, as well as in other municipalities in Ceará and Pernambuco states. The results point out that vulnerability is a context, determined by causal chains and feed back cycles across the scales of smallholder farmers’ systems. Adaptations are specific actions in these chains and cycles that moderate sensitivities, foster adaptive capacity, accommodate and recover from climate impacts. Additionally, adaptation occurs in landscape scales, covering the family systems, agriculture systems and the political and institutional framework on smallholder farming. The landscape perspective allows explaining the reason why the impacts on family systems were relatively low in 2012, even though the drought event was severe and had had a huge impact on agricultural systems. The conclusions show that the safety net provided by welfare and emergences policies were paramount to reduce impacts in food security and water security, In contrast, the fragilities of institutional and policy framework on farming support explain why the farmers were unable to prevent and accommodate impacts in their agricultural systems.
Descrição: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Centro de Desenvolvimento Sustentável, 2013.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:CDS - Doutorado em Desenvolvimento Sustentável (Teses)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2013_DiegoPereiraLindoso.pdf17,21 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.