Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/17111
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2014_MarinaMaiaDoCarmo.pdf1,47 MBAdobe PDFView/Open
Title: “Tribunal da cidadania?! Pra quem?!” : qualidade de vida no trabalho em um órgão do poder judiciário brasileiro
Authors: Carmo, Marina Maia do
Orientador(es):: Antloga, Carla Sabrina Xavier
Assunto:: Poder Judiciário - Brasil
Qualidade de vida no trabalho
Ergonomia da atividade
Issue Date: 27-Nov-2014
Citation: CARMO, Marina Maia do. “Tribunal da cidadania?! Pra quem?!”: qualidade de vida no trabalho em um órgão do poder judiciário brasileiro. 2014. xiv, 150 f., il. Dissertação (Mestrado em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações)—Universidade de Brasília, Brasília, 2014.
Abstract: O objetivo geral desta pesquisa foi identificar as características do contexto de trabalho, o custo humano do trabalho e as estratégias de mediação individuais e coletivas de servidores de um órgão do Poder Judiciário brasileiro, e a relação desses fatores com a qualidade de vida no trabalho. A abordagem da Ergonomia da Atividade Aplicada à Qualidade de Vida no Trabalho – EAAQVT foi adotada como referencial teórico-metodológico. Participaram 169 servidores, sendo 92 mulheres e 77 homens, com idade média de 41,5 anos. Foram conduzidos grupos focais, nos quais se utilizou um roteiro semiestruturado contendo cinco perguntas. 18 grupos foram submetidos à análise de conteúdo categorial temática, realizada por juízes. As categorias empíricas obtidas foram: “desvalorização, desmotivação e desgosto”, “gestão organizacional”, “impactos do processo eletrônico”, “carga horária de trabalho”, “insuficiência das condições de trabalho” e “relacionamento com colegas, chefia e administração superior”. Com base nas categorias, identifica-se um contexto de trabalho caracterizado por contradições e exigências que implicam em elevado custo humano do trabalho. Para lidar com as adversidades do contexto de trabalho e com os efeitos negativos do custo humano do trabalho, os servidores utilizam estratégias operatórias, de mobilização coletiva e defensivas, mas tais estratégias tendem a falhar com o tempo e não são suficientes para garantir o bem-estar no trabalho. Esse cenário potencializa as vivências de mal-estar no trabalho e o risco de adoecimento, comprometendo, assim, a qualidade de vida no trabalho. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT
The research aimed to investigate the characteristics of the work context, the human cost of work and the workers individual and collective mediation strategies from a Brazilian Judiciary body, and the relation between these factors with the quality of work life. The Activity-centered Ergonomics Applied to Quality of Work Life was used as a theoretical and methodological framework. The participants were 169 workers, being 92 women and 77 men, with an average age of 41, 5. Focal groups were carried out, in which a semi structured script containing five questions was used. 18 groups were subjected to a thematic analysis of categorical content, executed bay judges. The empirics categories obtained were: “devaluation, demotivation and displeasure”, “organization management”, “impacts of the electronic process”, “workload”, “insufficiency of working conditions” and “relationship with colleagues, head office and senior management”. Based on these categories, it is possible to identify a working context characterized by contradictions and requirements that implies high human cost of work. To deal with the adversities in the working context and with the negative effects of the human cost of work, the workers use operational strategies, collective and defensive mobilization, but these strategies tend to fail with time and are not enough to guarantee well-being at work. This scenario enhances malaise experiences at work and the risk of illness, compromising the quality of work life.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações, 2014.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:PSTO - Mestrado em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/17111/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.