Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/16986
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2014_AlexandraIsabeldeAmorimLino.pdf2,19 MBAdobe PDFView/Open
Title: Diagnósticos e intervenções de enfermagem no atendimento de indivíduos com estomias : aplicando o processo de enfermagem
Other Titles: Diagnostics and nursing interventions in the care of individuals with gastrointestinal stoma : applying the nursing process P
Authors: Lino, Alexandra Isabel de Amorim
Orientador(es):: Jesus, Cristine Alves Costa de
Assunto:: Diagnóstico de enfermagem
Estomia
Sistema gastrointestinal
Enfermagem - saúde pública
Issue Date: 21-Nov-2014
Citation: LINO, Alexandra Isabel de Amorim. Diagnósticos e intervenções de enfermagem no atendimento de indivíduos com estomias: aplicando o processo de enfermagem. 2014. 132 f., il. Dissertação (Mestrado em Enfermagem)—Universidade de Brasília, Brasília, 2014.
Abstract: Estoma tem origem da palavra grega stoma, que significa abertura ou “boca” .Pode ter caráter temporário ou permanente. No trato gastrointestinal destacamos os seguintes tipos de estomias: gastrostomia, jejunostomia, ileostomia e colostomia. Para melhor entendimento neste estudo foram adotadas as estomias alimentares (gastrostomiae jejunostomia) e estomias excretórias (jejunostomia, ileostomia e colostomia) O presente estudo teve como objetivo geral, aplicar o processo de enfermagem em indivíduos comestomias gastrointestinais, tendo objetivos específicos, identificar o perfil dos indivíduos estudados no que se refere aos aspectos sócio demográficos e clínicos; identificar o perfil diagnóstico da amostra estudada, conforme a classificação da NANDA-I; relacionar os diagnósticos de enfermagem com as necessidades Humanas Básicas de Wanda Horta; e propor intervenções e resultados de enfermagem a partir de diagnósticos mais frequentes,conforme as Classificações de Intervenções (NIC) e Resultados (NOC) Estudo exploratório, com abordagem quantitativa, realizado na Unidade de Cirurgia Geral de um hospital de grande porte do Distrito Federal, com pacientes internados submetidos a cirurgias do trato gastrointestinal. A coleta de dados ocorreu no período de julho a de dezembro de 2013, com seleção não aleatória dos participantes, obedecendo aos critérios de inclusão pré-determinados. Todos os participantes foram esclarecidos sobre a pesquisa e assinaram um Termo de Consentimento Livre e Esclarecido, autorizado pelo parecer de número 313.309 Comitê de Ética em pesquisa- FEPECS/SES-DF. O estudo foi desenvolvido com base no Referencial Teórico de Wanda Horta, utilizando um instrumento dividido sequencialmente em três categorias, necessidades psicobiológicas, psicossociais e psicoespirituais, validado por meio de teste piloto. O instrumento permitiuo registro de variáveis sócio demográficas, clínicas e relativas aos diagnósticos de enfermagem, resultados e intervenções. Os dados foram analisados por estatística descritiva. Participaram do estudo 40 pacientes, destes 17 apresentavam estomias alimentares (gastrostomia e jejunostomia) e 23 com estomias excretórias (jejunostomia,ileostomia e colostomia). Houve predomínio de pacientes do sexo feminino (60,9%) comestomias excretórias e do sexo masculino (100%) com estomias alimentares. A idade média foi de 59 anos, predomínio dos casados e a maioria apresentava ensino fundamental incompleto. Quanto a ocupação predominou o grupo de trabalhadores de serviços, vendedores do comércio e mercados. Quase a totalidade 38 (95%) dos pacientes, contaram com o apoio de pessoas importantes durante o período de internação.Dentre as estomias excretórias o diagnóstico médico mais prevalente foram as neoplasias intestinais 10 (43,5%), seguidas de outras neoplasias (de pâncreas, estômago e útero) 6(26,1%) e os demais 4 (17,4%) com abdome agudo obstruído, 2 (8,7%) trauma por armade fogo, 1 (4,3%) câncer de útero e 1 (4,3%) fístula retovaginal. Nas estomias alimentares, a maioria (35,3%) tinha neoplasias diversas (câncer de tireoide, neoplasias malignas da laringe e neoplasias da base da língua). Outros pacientes apresentaram câncer de esôfago 5 (29,4%), traumas 3 (17,6%) e ingestão de soda cáustica 2 (11,7%).Foram elaborados ao todo 338 diagnósticos de enfermagem na amostra estudada, comuma média de 8,45 diagnósticos de enfermagem por paciente. Do total de 41 rótulos de diagnósticos da NANDA-I presentes, sendo 34 reais e 7 de risco onde se destacam os demaior frequência: Integridade Tissular Prejudicada em 40 (100%) pacientes;Conhecimento deficiente, presente em 36 (90%) pacientes; Incontinência Intestinal presente em 24 (60%) pacientes; Distúrbio na imagem corporal identificado em 20 (50%)pacientes; Dor Aguda formulado em 19 (47,5%) estomizados; Ansiedade em 16 (40%)pacientes; Deglutição Prejudicada identificada em 15 (37,5%) pacientes; e Padrão de Sono Prejudicado presente em 14 (35%) pacientes. Entre os diagnósticos de Risco, foram estabelecidos o Risco de infecção em 18 (45%) pacientes, Risco de Solidão em 17(42,5%) e Risco de Aspiração em 12 (30%) pacientes. Entre os resultados de enfermagem destacaram-se os relativos ao nível de ansiedade, conhecimento: cuidados na doença,conhecimento: cuidado com estomia, estado de deglutição, imagem corporal, controle dador, eliminação intestinal, integridade tissular: pele e mucosas, sono, conhecimento:controle de infecção, adaptação a deficiência física e controle de riscos. As intervenções de enfermagem estavam relacionadas a cada um dos diagnósticos e foram de maior frequência as relativas à: redução da ansiedade, ensino: processo da doença, ensino:cuidados com estomias, terapia de deglutição, melhora da imagem corporal, controle da dor, cuidados locais com o local da incisão, supervisão da pele, cuidados com lesões,melhora do sono, proteção contra infecção, melhora do enfrentamento e controle de vias aéreas. Conclui-se que, a aplicação do Processo de Enfermagem utilizando o referencial teórico de Wanda Horta e as taxonomias da NANDA-I, NIC e NOC foi viável no setor estudado, permitiu a caracterização da clientela atendida e a identificação de um rol de diagnósticos, resultados e intervenções que podem embasar futuros estudos no direcionamento do cuidado ao indivíduo estomizado. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT
Stoma derives from the Greek word stoma, which means opening or "mouth". It can be temporary or permanent. In the gastrointestinal tract highlightthe following types of ostomy: gastrostomy, jejunostomy, ileostomy andcolostomy. To better understand this study were adopted food ostomy(gastrostomy and jejunostomy) and excretory ostomy (jejunostomy, ileostomyand colostomy) The present study had as main objective, apply the nursingprocess in individuals with gastrointestinal ostomy, having specific goals, identifythe profile of the studied with regard to demographic and clinical aspects of individuals; identify the diagnostic profile of the sample, according to the NANDAI; correlate nursing diagnoses with Basic Human needs Wanda Horta; and propose nursing interventions and results from more frequent diagnoses, according to the Classifications of Interventions (NIC) and Results (NOC)exploratory study with a quantitative approach, held at the General Surgery Unit of a large hospital in the Federal District, with hospitalized patients undergoing surgery of the gastrointestinal tract. Data collection occurred from July to December 2013, with non-random selection of participants meeting there quirements of predetermined inclusion. All participants were informed about the study and signed a consent form, authorized by opinion number 313 309 Ethics Committee of researchers FEPECS / SES-DF. The study was developed basedon the Theoretical Framework of Wanda Horta, using an instrument sequentially divided into three categories, psychobiological, psychosocial and psycho spiritual needs, validated through pilot testing. The instrument allowed the registration of sociodemographic, clinical and related to nursing diagnoses, interventions and outcome variables. Data were analyzed using descriptive statistics. The studyin cluded 40 patients, of whom 17 had food ostomy (gastrostomy andjejunostomy) and 23 with excretory ostomy (jejunostomy, ileostomy andcolostomy). There was a predominance of female patients (60.9%) with excretoryostomy and male (100%) with food ostomy. The average age was 59 years, apredominance of married and most had not completed elementary school. As theoccupation predominated group of service workers, vendors and trade markets.Almost all 38 (95%) patients had the support of important people during thehospitalization period. Among the most prevalent excretory ostomy medicaldiagnosis intestinal tumors were 10 (43.5%) followed by other cancers(pancreatic, stomach and uterus) 6 (26.1%) and the remaining four (17.4%)clogged with acute abdomen, 2 (8.7%) trauma by gunshot, 1 (4.3%) of cervicalcancer and 1 (4.3%) rectovaginal fistula. In food ostomy, the majority (35.3%)had various malignancies (thyroid cancer, malignant neoplasms of the larynx andcancer of the tongue base). Other 5 patients had esophageal cancer (29.4%),trauma 3 (17.6%) and caustic soda ingestion 2 (11.7%). 338 nursing diagnosesin the study sample, with an average of 8.45 nursing diagnoses per patient weredrawn up at all. Of 41 labels NANDA-I diagnoses present, 34 and 7 real riskhighlighting the most frequent: Impaired Tissue Integrity in 40 (100%) patients;Poor knowledge present in 36 (90%) patients; Bowel incontinence present in 24(60%) patients; Disturbance in body image identified in 20 (50%) patients; Acute Pain formulated in 19 (47.5%) ostomy; Anxiety 16 (40%) patients; Impairedswallowing identified in 15 (37.5%) patients; Impaired sleep pattern and presentin 14 (35%) patients. Risk Diagnoses were established the Risk of infection in 18(45%) patients, risk of Solitude in 17 (42.5%) and Risk of aspiration in 12 (30%)patients. Between the results of nursing highlights were on the level of anxiety,knowledge: care in disease knowledge: ostomy care with state of swallowing,body image, pain control, bowel elimination, tissue integrity: skin and mucousmembranes, sleep, knowledge: infection control, adaptation to disability and risk control. Nursing interventions were related to each diagnosis and were more often those relating to: reduced anxiety, teaching: disease process, teaching: ostomy care, swallowing therapy, improved body image, pain control, ca relocations with the incision site, supervision of skin care with injuries, improvessleep, protection against infection, improved coping and airway management. Itis concluded that the application of the nursing process using the theoretic alframework of Wanda Horta and taxonomies of NANDA-I, NIC and NOC was feasible in the studied sector, allowed the characterization of the clientele and the identification of a list of diagnoses, outcomes and interventions that can to base future studies on targeting of ostomy care to the individual.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Departamento de Enfermagem, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, 2014
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:ENF - Mestrado em Enfermagem (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/16986/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.