Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/16958
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2014_EmanuelMouraoDoroteu.pdf567,49 kBAdobe PDFView/Open
Title: Avaliação de diferentes doses de ecg na ressincronização da ovulação em vacas nelore lactantes submetidas à iatf
Other Titles: Evaluation of different ecg doses in resynchronization of ovulation in lactating nelore cows subjected to fixed-time insemination
Authors: Doroteu, Emanuel Mourão
Orientador(es):: Pivato, Ivo
Assunto:: Bovino - reprodução
Ovulação
Inseminação artificial
Glicoproteínas
Issue Date: 20-Nov-2014
Citation: DOROTEU, Emanuel Mourão. Avaliação de diferentes doses de ecg na ressincronização da ovulação em vacas nelore lactantes submetidas à iatf. 2014. 52 f., il. Dissertação (Mestrado em Ciências Animais)—Universidade de Brasília, Brasília, 2014.
Abstract: A eficiência econômica da pecuária de corte está vinculada à produção de bezerros, sendo estes destinados à produção de carne ou reposição do rebanho. A fim de proporcionar uma segunda chance para as vacas que foram diagnosticadas como vazias na IATF, o uso da ressincronização tem sido difundido nas criações de gado de corte. O objetivo do presente estudo foi avaliar a eficiência do uso ou não do eCG na ressincronização em vacas Nelore pluríparas lactantes com intervalo de 35-75 dias pós parto, conhecer a interação entre dose, presença ou não de cio, presença ou não do corpo lúteo e taxa de prenhez. Foram utilizadas 775 fêmeas na primeira IATF e as vazias (449) 30 dias após, foram alocadas em 3 grupos homogêneos de forma equilibrada. O exame ultrassonográfico para observar a presença ou não de corpo lúteo foi realizado antes da primeira IATF e no momento da ressincronização. Todos os animais do experimento receberam o mesmo protocolo, porém com diferentes doses de eCG. No dia 0 foi inserido um dispositivo intravaginal novo com 1 g de progesterona (Sincrogest®, Ouro Fino, Brasil) e aplicação por via intramuscular de 2 mg de Benzoato de Estradiol (Sincrodiol®, Ouro Fino, Brasil). No dia 8 os dispositivos foram retirados e aplicado simultaneamente 1 mg de cipionato de estradiol (ECP®, Pfizer Saúde Animal, Brasil); 0,530 mg de Cloplostenol sódico (Sincrocio®, Ouro Fino, Brasil), Grupo-0 não recebeu eCG, Grupo-200 recebeu 200 UI de eCG (Folligon®, Intervet/Schering-Plough, Brasil) e o Grupo-300 recebeu 300 UI. Foi observado cio e todas as vacas foram inseminadas 48 horas após a retirada do dispositivo intravaginal. O diagnóstico de gestação foi realizado 30 dias após a inseminação artificial. Empregou-se o teste da razão de verossimilhança para determinar a importância de cada variável ou interação no modelo. Considerou-se significativo P < 0,05 e o programa SAS 9.3 foi empregado na análise. Para se comparar a proporção de vacas com corpos lúteos, usou-se o teste de McNemar. Nos animais que apresentaram cio após a retirada do dispositvo de progesterona, os diferentes tratamentos (0 UI, 200 UI, 300 UI de eCG) não alteraram ocorrência de prenhez. Além disso, as 2 doses de eCG não diferiram entre si em relação a taxa de prenhez. Nos animais que não apresentaram cio não existe diferença na ocorrência de prenhez entre o Grupo-200 e o Grupo-300. A porcentagem de vacas que tiveram o 1۔º corpo lúteo (16,26 %) é significativamente menor daquelas que tiveram o 2۔º corpo lúteo (67,26 %). A taxa acumulada de prenhez após 40 dias da estação de monta foi de 77,54%. De acordo com esse estudo as doses de 200 UI e 300 UI de eCG quando utilizadas na ressincronização 30 dias após a primeira IATF, não tiveram diferença na probabilidade de prenhez. A taxa cumulativa de prenhez em 40 dias de estação de monta viabiliza essa ferramenta como uma forma de otimizar o manejo reprodutivo nas fazendas de gado de corte.
Abstract: The economic efficiency of livestock beef cattle is linked to the production of calves, which are destined for meat production or herd replacement. In order to provide a second chance for the cows that were diagnosed as not pregnant, the use of resynchronization has been widespread in livestock beef cattle. The objective of this study was to evaluate the efficiency of the use or not of eCG in resynchronization in lacting pluriparous Nelore cows with interval of 35-75 days postpartum, to understand the interaction between dose, presence or absence estrus, presence or absence of the corpus luteum and rate pregnancy. 775 cows were used in the first fixed-time artificial insemination (FTAI) and the not pregnancy (449) were used after 30 days, they were divided into 3 homogeneous groups in a balanced way. The ultrasonographic examination to observe the presence or absence of corpus luteum was performed before the first FTAI and the resynchronization moment. All the experimental animals received the same protocol, however with different doses of eCG. On the day 0 the cows received a new intravaginal device containing 1 g of progesterone (Sincrogest®, Ouro Fino, Brazil) and was administrated intramuscularly 2 mg of oestradiol benzoate (Sincrodiol®, Ouro Fino, Brazil). On the day 8 the devices were removed and was administrated IM 1 mg of oestradiol cypionate (ECP®, Pfizer Saúde Animal, Brazil), 0,530 mg cloplostenol sodium (Sincrocio®, Ouro Fino, Brazil), Group-0 did not received eCG, Group-200 did received 200 IU of eCG (Folligon®, Intervet / Schering-Plough, Brazil), and Group-300 did received 300 IU. Heat was observed and all the cows were inseminated 48 hours after the removal of the progesterone intravaginal device. Pregnancy diagnosis was performed 30 days after artificial insemination. The likelihood ratio test was applied to determine the importance of each variable or interaction model. The McNemar test was used to compare the proportion of cows with corpus luteum. In animals in estrus after withdrawal of progesterone device, the different treatments (0 IU, 200 IU, 300 IU eCG) did not alter the occurrence of pregnancy. Also the 2 doses of eCG did not differ in relation to pregnancy rate. In animals that did not show estrus there were no difference in incidence of pregnancy among the Group -200 and Group- 300. The percentage of cows that had the first corpus luteum (16.26%) is significantly lower than those who had the second corpus luteum (67.26 %). The cumulative pregnancy rate after 40 days of breeding season was 77.54 %. According to this study, doses of 200 IU and 300 IU eCG resynchronization when used in the first 30 days after FTAI, had no difference in the probability of pregnancy. The cumulative pregnancy rate at 40 days of breeding season enables this tool as a way to optimize the reproductive management of beef cattle farms.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2014.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:FAV - Doutorado em Ciência Animal (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/16958/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.