Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/16863
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2014_DeiceSilvaTeixeira.pdf2,54 MBAdobe PDFView/Open
Title: A propaganda é a alma (arbitrária) do negócio : violência simbólica e discriminação contra as mulheres na publicidade brasileira
Authors: Teixeira, Deice Silva
Orientador(es):: Pascual, Alejandra Leonor
Assunto:: Direitos humanos
Mulheres
Propaganda
Discriminação
Violência contra as mulheres
Issue Date: 13-Nov-2014
Citation: TEIXEIRA, Deice Silva. A propaganda é a alma (arbitrária) do negócio: violência simbólica e discriminação contra as mulheres na publicidade brasileira. 2014. 147 f., il. Dissertação (Mestrado em Direito)—Universidade de Brasília, Brasília, 2014.
Abstract: Esta dissertação aborda o tema da violência simbólica contra as mulheres e a dominação masculina verificadas no conteúdo de propagandas televisivas. A base teórica está fundamentada na obra de Pierre Bourdieu, notadamente na abordagem do autor sobre a teoria da reprodução, violência simbólica e o poder simbólico. O enfrentamento da violência contra as mulheres é feito pelos direitos humanos por meio de tratados internacionais e regionais e também pela Constituição brasileira atual, que proíbe qualquer tipo de discriminação e iguala em direitos homens e mulheres. O objetivo é compreender de que forma a propaganda brasileira contribui para reproduzir a discriminação contra as mulheres utilizando a violência simbólica no argumento de suas peças publicitárias. A análise das propagandas selecionadas mostra que as propagandas reafirmam a posição inferior das mulheres em relação aos homens, fazem isso através de mecanismos sutis de diferenciação e apresentam a realidade como construidora de identidades e reafirmadora da ordem social desejada, a masculina. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT
This study is about symbolic violence against women and male domination verified among television advertisements. The theoretical basis is based on the work of Pierre Bourdieu, especially in the author's approach on the theory of reproduction, symbolic violenceand symbolic power. The confrontation of violence against women is made by human rights through international and regional treaties and also by current Brazilian Constitution, which prohibits any kind of discrimination and equal rights for men and women. The goal is tounderstand how the Brazilian advertising contributes to reproduce discrimination against women using the symbolic violence in their advertisements argument. The analysis of the selected advertisements shows that advertisements reaffirm the inferior position of women inrelation to men, do so through subtle mechanisms of differentiation and present reality as maker of identities and reaffirmer of the desired social order, male.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Direito, Programa de Pós-Graduação em Direito, 2014.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:FD - Mestrado em Direito (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/16863/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.