Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/16839
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2014_MonicaSoaresVelloso.pdf2,81 MBAdobe PDFView/Open
Title: Estudo dos fatores intrínsecos e ambientais que afetam o comportamento do condutor em relação ao respeito à velocidade limite em vias urbanas
Other Titles: Study of intrinsic and environmental factors affecting driver compliance with speed limits in urban road systems
Authors: Velloso, Mônica Soares
Orientador(es):: Jacques, Maria Alice Prudêncio
Coorientador(es):: Torres, Cláudio Vaz
Assunto:: Velocidade
Teoria do comportamento planejado
Condução de veículo
Motoristas - comportamento
Trânsito urbano - aspectos psicológicos
Issue Date: 11-Nov-2014
Citation: VELLOSO, Mônica Soares. Estudo dos fatores intrínsecos e ambientais que afetam o comportamento do condutor em relação ao respeito à velocidade limite em vias urbanas. 2014. xv, 156 f., il. Tese (Doutorado em Transportes)—Universidade de Brasília, Brasília, 2014.
Abstract: Definir a velocidade limite das vias por meio de estudos de engenharia e buscar formas eficazes para que os condutores a respeitem é obrigação inerente aos órgãos de trânsito, que têm como um de seus objetivos reduzir o número e a severidade dos acidentes. Aparentemente alheios a essas ações, os condutores acabam por escolher suas velocidades baseados, principalmente, na percepção das condições que os fazem sentir-se seguros, o que nem sempre corresponde com a realidade. Posto isto, conhecer os fatores que afetam o comportamento do condutor em relação ao respeito à velocidade limite é fundamental para a definição de políticas públicas eficientes e eficazes em termos de segurança. Neste contexto, o presente trabalho pretende contribuir para o conhecimento desses fatores mediante o desenvolvimento de um método que defina modelos matemáticos que levem em consideração diferentes aspectos, sejam eles psicológicos, demográficos, ou de comportamento prévio - em se tratando do condutor, e pelas características de infraestrutura, de monitoramento e de fiscalização - em se tratando das vias urbanas. Para tanto, utilizou-se a Teoria do Comportamento Planejado, ampliando-a, para inserir no seu escopo elementos não contemplados no modelo original de Ajzen. Desta forma, foram incluídos o comportamento prévio, a idade, o gênero, o tempo de habilitação, além de uma série de variáveis que caracterizam a condição real em que o comportamento é observado. O presente trabalho também procurou estudar com profundidade as crenças salientes, para serem tomadas como base na elaboração de campanhas educativas de trânsito. O método foi testado em Brasília, e esse teste revelou que o comportamento de condutores de veículos em relação ao respeito à velocidade limite em vias urbanas é, de fato, afetado por aspectos psicológicos, demográficos e do comportamento prévio do condutor, além das diversas características físico-operacionais da via. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT
Defining traffic speed limits based on engineering studies and seeking for effective ways to ensure driver compliance with them is an inherent obligation of the road and traffic authorities in order to reduce the numbers and severity of traffic accidents. Apparently oblivious of those procedures, drivers choose their speeds based mainly on their perceptions of the conditions that make them feel safe, which do not always correspond to reality. Thus, it is essential to identify the factors that influence drivers’ behavior in complying with speed limits in order to define public policies that are efficient and effective in terms of safety. In that light, this work aims to contribute towards gaining knowledge of those such factors by developing a method capable of defining mathematical models that take into account different aspects, whether they be psychological, demographic, or previous behavior in the case of the driver; or the characteristics of the road infrastructure, monitoring and inspection in the case of urban roads. To that end, the Theory of Planned Behavior was used as a framework but extended to include in its scope variables not present in Ajzen’s original model. Accordingly, the variables previous behavior, age group, gender and length of time holding a driving license were included, as well as a series of variables characterizing the real situation in which driver behavior is observed. The research also sought to gain in-depth knowledge of drivers’ most salient beliefs to provide a basis for the elaboration of road safety educational campaigns. The method was tested in Brasilia and revealed that behavior in regard to complying with speed limits in urban roads is indeed affected by drivers’ psychological, demographic and previous behavior aspects as well as by physical-operational characteristics of the road.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Tecnologia, Departamento de Engenharia Civil e Ambiental, 2014.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições:Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:ENC - Doutorado em Transportes Urbanos (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/16839/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.