Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/1676
Title: Assembléias de morcegos (Mammalia: Chiroptera) em áreas preservadas e degradadas do Cerrado do Distrito Federal
Authors: Oliveira, Hernani Fernandes Magalhães de
Orientador(es):: Aguiar, Ludmilla Moura de Souza
Assunto:: Morcegos
Habitat (Ecologia)
Cerrados
Issue Date: 15-Sep-2009
Data de defesa:: 2008
Citation: OLIVEIRA, Hernani Fernandes Magalhães de. Assembléias de morcegos (Mammalia: Chiroptera) em áreas preservadas e degradadas do Cerrado do Distrito Federal. 2008. 73 f., il. Dissertação (Mestrado em Biologia Animal)-Universidade de Brasília, Brasília, 2008.
Abstract: Embora os morcegos representem a maioria dos mamíferos do Cerrado e sejam bons indicadores de áreas preservadas e degradadas, poucos estudos com esse enfoque são realizados no Brasil. O objetivo deste estudo foi verificar se a estrutura morfométrica, a composição, riqueza, e abundância de espécies de morcegos variavam entre matas e cerrados s.s. preservados e conservados ao longo do ano. Foi verificado também se havia deslocamento entre os sítios amostrais. Durante o período de setembro de 2007 a junho de 2008 foram realizadas 74 noites de amostragem com a captura de 485 indivíduos pertencentes a 25 espécies de quatro famílias de morcegos (Phyllostomidae, Vespertillionidae, Mormoopidae e Molossidae). Nas áreas de mata as espécies mais abundantes foram Sturnira lilium (106), Artibeus lituratus (76), Carollia perspicillata (51), Artibeus cinereus (40) e Platyrrhinus lineatus (33). Essas espécies representaram 77,47% de toda a amostragem das matas. Os dados indicam que Sturnira lilium parece não evitar áreas degradas, e pelo contrário, foi capturada em maior abundância nas matas degradadas. No entanto, Artibeus planirostris mostrou-se uma espécie sensível à degradação, sendo mais capturada em matas preservadas. Nos cerrados sensu stricto as espécies mais abundantes foram Artibeus lituratus (38), Glossophaga soricina (16), Carollia perspicillata (14), Sturnira lilium (7) e Artibeus planirostris (3), que juntas representaram 86,67% de toda a amostragem em cerrados s.s. Carollia perspicillata e Glossophaga soricina foram capturadas em maior abundância em cerrados s.s. conservados. Embora 13 espécies tenham sido capturadas nos cerrados degradados, nenhuma foi preferencialmente capturada neste nível de degradação. A estrutura morfométrica das assembléias variou em matas e em cerrados s.s. Indivíduos com antebraço entre 30 e 38 mm foram predominantes em matas degradadas, enquanto indivíduos entre 39 e 49 mm foram predominantes em matas preservadas. Já nos cerrados s.s., o maior número de indivíduos do intervalo de 30 a 38 mm estava em pontos de coleta conservados. Nas matas, Artibeus fimbriatus ocorreu preferencialmente na estação seca, enquanto Carollia perspicillata, Sturnira lilium e Anoura geoffroyi ocorreram preferencialmente na estação chuvosa. A maior abundância de indivíduos também ocorreu nessa estação. Nos cerrados s.s. não foram verificadas preferências das espécies por nenhuma estação. A taxa de recaptura em matas de galeria foi 3,19%, enquanto em cerrados s.s. foi 1,34%. Foi possível registrar o deslocamento de três indivíduos. Um indivíduo de Sturnira lilium apresentou deslocamento de 4,9 km em matas de galeria. Um indivíduo de Artibeus lituratus deslocou-se 5,49 km entre a mata e cerrado s.s., e um indivíduo de Carollia perspicillata deslocou-se por 2,64 km entre mata e cerrado s.s. É digno de nota que durante a realização desse trabalho foi feito o primeiro registro de albinismo para uma espécie de morcego no cerrado, capturado com rede de neblina. E é o primeiro registro de albinismo completo para a espécie Artibeus cinereus. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT
Although bats represent the majority of mammals on Cerrado and are considered as good indicators of preserved and degraded areas, few studies were realized with this focus in Brazil. The aim of this study was to check if the morfometric structure, composition, richness and abundance of bat species vary in preserved and degraded gallery forests and cerrados s.s. during the year. It was also verified If the bats were moving between the sites sampled. During the period of september of 2007 to june of 2008 74 nights of sampling were realized with the capture of 485 individuals belonging to 25 species and four families of bats (Phyllostomidae, Vespertilionidae, Mormoopidae and Molossidae). On the gallery forests the most abundant species were Sturnira lilium (106), Artibeus lituratus (76), Carollia perspicillata (51), Artibeus cinereus (40) and Platyrrhinus lineatus (33). These species together accounted for 77,47% of all the sampling on the gallery forests. Data indicate that Sturnira lilium seems to not avoid degraded areas, on the oposite, it was more captured on degraded forests. Otherwise, Artibeus planirostris showed to be a sensible species to degradation, been more captured on preserved forests. On cerrados sensu stricto the most abundant species were Artibeus lituratus (38), Glossophaga soricina (16), Carollia perspicillata (14), Sturnira lilium (7) and Artibeus planirostris (3), that together represented 86,67% of all sampling in cerrados s.s. Carollia perspicillata and Glossophaga soricina were captured in greater abundance on conserved cerrados s.s. Although 13 species were captured on degraded cerrados, none prefered this level of degradation. The morfometric structure of the assemblages varied in gallery forests and cerrados s.s. Individuals with forearm between 30 and 38 mm were predominant on degraded forests, while individuals between 39 and 49 mm were predominant on preserved forests. On cerrados s.s., the higher abundance of 30 and 38 mm occurred on conserved cerrados s.s. On gallery forests, Artibeus fimbriatus was more captured on the dry season, while Carollia perspicillata, Sturnira lilium and Anoura geoffroyi were more captured on the wet season. Higher abundance also occurred on the wet season on gallery forests. On cerrados s.s. there were not detected preferences of any species for a season. The recapture rate was 3,19% on gallery forests, while on cerrados s.s. it was 1,34%. It was possible to register the movement of three individuals. One individual of Sturnira lilium presented a movement of 4,9 km on gallery forests. One individual of Artibeus lituratus moved 5,49 km between forest and cerrado s.s. and one individual of Carollia perspicillata moved 2,64 km between a forest and a cerrado s.s. It is worthwhile to note that during the realization of this work it was registered the first case of an albino bat on Cerrado, captured with mist-net. It is also the first record of complete albinism for Artibeus cinereus.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal, 2008.
Appears in Collections:IB - Mestrado em Biologia Animal (Dissertações)
UnB - Brasília 50 anos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Hernani Fernandes Magalhaes de Oliveira.pdf942.59 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.