Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/1645
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2008_DannielLafetaMachado.pdf973,83 kBAdobe PDFView/Open
Title: Modelos intertemporais de determinação da conta corrente : dois estudos sobre o balanço de pagamentos do Brasil
Authors: Machado, Danniel Lafetá
Orientador(es):: Pinto, Maurício Barata de Paula
Assunto:: Preços
Elasticidade
Comércio internacional
Produtividade
Issue Date: May-2008
Citation: MACHADO, Danniel Lafetá. Modelos intertemporais de determinação da conta corrente: dois estudos sobre o balanço de pagamentos do Brasil. 2008. 170 f. Tese (Doutorado em Economia)-Universidade de Brasília, Brasília, 2008.
Abstract: Dois modelos dinâmicos de equilíbrio geral para economias abertas, foram testados parcialmente com dados da economia brasileira. O primeiro, que gera uma equação de cointegração e representa a demanda por importações, foi testado e as elasticidades renda e preço estimadas. Por simetria, a mesma equação foi aplicada para os principais parceiros comerciais do Brasil, dentre os países industrializados, e as elasticidades renda e preço médias da demanda por exportações brasileiras foram estimadas. Esse conjunto de equações e as respectivas elasticidades são uma alternativa às estimativas para o comércio exterior brasileiro feitas a partir do modelo de substitutos imperfeitos. O segundo modelo, que gera uma equação onde as variações da conta corrente são determinadas por choques locais de produtividade, foi alterado em sua estrutura para a inclusão dos preços relativos como mais uma variável determinante, interpretada pela taxa de câmbio real. A nova equação foi testada para o caso brasileiro e os resultados revelaram que a conta corrente se deteriora diante choques locais positivos de produtividade e diante de choques positivos de preços relativos (inverso da taxa de câmbio real). ________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
The adequacy to Brazilian data of two dynamic general equilibrium models for open economy was partially tested. The first one which gives rise to an equation of cointegration and represents the demand for imports was tested and the income and price elasticity were estimated. By symmetry, the same equation was employed for the main Brazilian trade partners among the industrialized countries and the price and income elasticities of demand for export were estimated. This set of co integration equations and their respective elasticity are presented as an alternative to the imperfect substitution models to estimate the Brazilian foreign trade. The second model built a structural equation for the current account as a function of local productivity shocks. This model was modified to include the relative prices of non-tradable to tradable goods in the current account equation. The new equation was estimated and the results revealed that the Brazilian current account is sensitive to the local productivity shocks and to the relative prices shocks.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Departamento de Economia, 2008.
Appears in Collections:ECO - Doutorado em Economia (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/1645/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.