Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/16001
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EVENTO_RegistrosAusênciasArte Contemporânea.pdf477,96 kBAdobe PDFView/Open
Title: Registros e ausências : arte contemporânea como desafio para historiadores da arte
Authors: Oliveira, Emerson Dionisio Gomes de
Assunto:: Arte contemporânea
Historiadores
Museus de arte
Historiografia - arte
Issue Date: 2012
Publisher: Programa de Pós-graduação em Arte da Universidade de Brasília
Citation: OLIVEIRA, Emerson Dionisio Gomes de. Registros e ausências: arte contemporânea como desafio para historiadores da arte. In: ENCONTRO INTERNACIONAL DE ARTE E TECNOLOGIA, 10., Brasília, 2011. Anais... Brasília: PPG-Arte-UNB, 2012. 5 p. Disponível em: <http://medialab.ufg.br/art/anais/textos/EmersonDionisio.pdf>. Acesso em: 22 jul. 2014.
Abstract: Diferentes propostas artísticas contemporâneas utilizam parâmetros peculiares para a criação de obras que desafiam os modelos de institucionalização vigentes. Compreendida como uma das instituições responsáveis pela circulação de parte do conhecimento sobre a Arte, as narrativas da História da Arte têm encontrado uma série de dificuldades metodológicas para enfrentar estratégias da produção artística atual, destinadas a não mais construir um aparato memorial. Nos últimos 50 anos, um elenco formidável de obras veio colocar em xeque sistemas de registro e documentação, modelos de circulação e interação, discursos expositivos e, em nosso caso, narrativas historiográficas. O próprio sentido da obra enquanto “fonte” à disposição do escrutínio dos pesquisadores está em questão diante de uma produção cada vez menos preocupada com sua própria continuidade memorial. Procuro problematizar a questão de como historiadores da arte, auxiliados por diferentes instituições de memória (museus, galerias, mercado editorial, crítica e ensino especializados, entre outros), inscrevem-se neste desafio. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT
Different proposals contemporary artistic use parameters to create unique works that challenge existing models of institutionalization. Understood as an institution responsible for the circulation of the knowledge about art, the narratives of art history have found a number of strategies to address methodological difficulties of artistic production today, for not more an apparatus built memorial. In the past 50 years, a formidable cast of works has brought into question of registration and documentation systems, models of movement and interaction, narrative and discourse, in our case, historiography narratives. The very meaning of the work as "source" available to the scrutiny of researchers is in question before producing a less and less concerned with its own continuity memorial.This paper attempts to discuss the question of how art historians, aided by different memory institutions (museums, galleries, publishing, criticism and education specialist, etc.), form part of this challenge.
Licença:: Laboratório de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação em Mídias Interativas - Autorização concedida ao Repositório da Universidade de Brasília (RIUnB) pelo editor, com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 3.0, que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que seja citado o autor e licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação desta.
Appears in Collections:VIS - Trabalhos apresentados em eventos

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/16001/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.