Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/15879
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2013_JonathanMelodeOliveira.pdf1,6 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Mudanças no treino discriminativo de pseudopalavras e seus efeitos sobre a observação dos estímulos e o controle pelas letras
Autor(es): Oliveira, Jonathan Melo de
Orientador(es): Hanna, Elenice Seixas
Assunto: Comportamento de observação
Controle de estímulos
Olhos - movimentos
Discriminação simples
Data de publicação: 9-Jul-2014
Referência: OLIVEIRA, Jonathan Melo de. Mudanças no treino discriminativo de pseudopalavras e seus efeitos sobre a observação dos estímulos e o controle pelas letras. 2014. vii, 57 f. Dissertação (Mestrado em Ciências do comportamento)—Universidade de Brasília, Brasília, 2014.
Resumo: O objetivo da presente pesquisa foi avaliar o efeito que diferentes procedimentos de treino discriminativo com estímulos compostos têm sobre o controle do comportamento pelas diversas propriedades dos estímulos e sobre os padrões de resposta de observação. O estudo consistiu em uma replicação sistemática do estudo Diniz (2009) com adultos e pseudopalavras. Foram realizadas três condições experimentais compostas por treino discriminativo e teste de controle de estímulos. No treino eram apresentadas 4 pseudopalavras compostas por 3 pseudoletras na tela do computador, uma delas definida como correta. Após 1,5 s de apresentação dos estímulos, as áreas de apresentação dos estímulos se tornavam brancas. Nas duas primeiras condições, manipulou-se a resposta requerida durante o treino. Na Condição Seleção (SEL), o participante selecionava com o mouse a janela branca que continha o estímulo correto. Na Condição Observação (OBS), o participante apenas observava a tela com os estímulos e a com as janelas brancas também presentes por 1,5 s. Nas duas condições, as tentativas de treino terminavam com a apresentação do estímulo correto na mesma posição da tela. Para SEL, respostas corretas eram seguidas também por um tom. Avaliou-se, em cada condição, o controle exercido pela pseudopalavra e pelas letras, apresentando tentativas de teste com novos estímulos formados por 1, 2 e 3 símbolos dos estímulos de treino. Quatro participantes com o desempenho no teste da segunda condição menor do que 80% de acerto realizaram a Condição de Treino Discriminativo com Elementos (TDE), que exigia o contato com os elementos dos compostos. Neste treino havia uma etapa com apresentação dos 4 estímulos compostos com apenas um elemento diferente entre eles e em seguida uma etapa em que as alternativas de escolha eram os elementos diferentes da etapa anterior. O participante deveria identificar o composto e em seguida o elemento correto. Durante as condições o movimento ocular dos sujeitos foi monitorado. Os participantes apresentaram altos escores no treino da Condição SEL, confirmando que o procedimento foi eficaz para estabelecer discriminações simples entre estímulos compostos. A observação do estímulo correto (S+) aumentou e dos estímulos incorretos (S-s) diminuiu do início para o final do treino, em ambas as condições experimentais. Os desempenhos nos testes foram altos, mas abaixo de 85% de acerto, não havendo diferenças significativas entre as condições. O controle pelo segundo elemento ocorreu para a maioria dos participantes em pelo menos uma das condições e o terceiro elemento foi o que produziu mais erros, independente da condição. A porcentagem de tentativas com observação dos estímulos de teste foi maior para os S-s do que para o S+. O número de S-s que cada participante observava mais frequentemente foi 1 ou 2, mas os escores mais altos no teste foram correlacionados às porcentagens de tentativas sem observação dos S-s. Quatro participantes realizaram o TDE e dois deles cometeram vários erros no treino. A observação do S+ ao longo do treino e em tentativas de teste aumentou substancialmente, assim como os respectivos escores no teste. Com as medidas de observação utilizadas nesse estudo, os resultados sugerem que este comportamento pode auxiliar, mas não determina o controle exercido pelos estímulos. Contingências de reforçamento, como o TDE, são os determinantes finais para ampliar as discriminações. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT
The objective of this research was to evaluate the effect of different discriminative training procedures with compound stimuli on the establishment of control over behavior by the various properties of the stimuli and on the patterns of observing response. The study consisted of a systematic replication of the study of Diniz (2009) with adults and pseudowords. Three experimental conditions which consisted of discriminative training and a stimulus control test. Training task presented 4 pseudowords composed by 3 pseudoletters on a computer screen, one defined as correct. After 1,5 s of stimuli presentation, stimulus area presentation became white. In the first two conditions, the response required during the training task was manipulated. In the Selection Condition (SEL), the participant had to select with the mouse the white window that contained the correct stimulus. In the Observation Condition (OBS), the participant just watched the stimuli presentation and the white windows also were present for 1,5 s. In both conditions, the training trials ended with the presentation of the correct stimulus in the same screen position. For SEL, correct responses also were followed by a tone. The control exerted by pseudoword and letters was evaluated for each condition in test trials with new stimuli composed by 1, 2 and 3 symbols of training stimuli. Participants that scored less than 80% correct in the test of the second condition performed the third condition with Discriminative Training with Elements (TDE), which required the contact with stimulus elements. In this training there was a stage with the presentation of 4 compound stimuli with only one element different between them, and then a stage in which the alternatives were the different elements of the previous step. The participant should identify the compound and then the correct element. During all conditions, eye movements were monitored. Participants showed high scores in training of SEL Condition, confirming that the procedure was effective to establish compound stimuli discriminations. Observation of the correct stimulus (S+) increased and incorrect stimulus (S-s) observation decreased across the training trails, in both experimental conditions. Test performances were high, but below 85% correct, showing no systematic effect of conditions. Control by the second element occurred for most participants at least in one condition and the third element produced more errors, independent of the experimental conditions. Stimuli observation during test trials was more frequent for S-s than S+. The number of S-s that each participant looked at in each trial was more frequent 1 or 2, but higher scores in the test were correlated to percentages of trials without S-s observations. Four participants were exposed to TDE and two of them made several errors in training sessions. S+ observations across training trials and in test trials increased substantially and corresponding test scores also increased. Considering the observation measures used in this study, results suggest that this behavior may have role, but is not the determinant of the stimulus control. Reinforcement contingencies, such as TDE, are the final determinants to broaden the discriminations.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Departamento de Processos Psicológicos Básicos, 2013.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:PPB - Mestrado em Ciências do Comportamento (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.