Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/15844
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO_ProducaoPoliticaRepulsa.pdf4,04 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: A produção política da repulsa e os manejos da diversidade na saúde indígena brasileira
Autor(es): Teixeira, Carla Costa
Assunto: Índios - saúde
Políticas públicas - Brasil
Saneamento
Data de publicação: 2012
Editora: Departamento de Antropologia - Universidade de São Paulo
Referência: TEIXEIRA, Carla Costa. A produção política da repulsa e os manejos da diversidade na saúde indígena brasileira. Revista de Antropologia, São Paulo, v. 55, n. 2, p. 1-37, 2012. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/ra/article/view/59296. Acesso em: 13 jun. 2014.
Resumo: Considerando a permanência de práticas e percepções concernentes ao princípio do higienismo e da busca por mudanças comportamentais observadas nas ações cotidianas dos profissionais da saúde e da engenharia sanitária nas terras indígenas, este artigo busca refletir sobre os processos políticos, normativos e técnicos que sustentam sua atualização no contexto atual de conquista de direitos pelos povos indígenas. Desta forma, aponta para os manejos da diversidade cultural na história recente de nosso país que, em nome da inclusão dos povos indígenas, parecem estar produzindo novas hierarquias cívicas e civilizatórias. Ao privilegiar a análise do manual de formação do agente indígena de saneamento, inserindo-o no contexto recente de construção da política de saúde indígena brasileira, este trabalho busca contribuir para a compreensão de processos de estatização específicos que articulam práticas e normas, emoções e regras, representações e valores, profissionais de saúde (e engenharia), indígenas (“usuários” e lideranças) e gestores no cerne da construção da cidadania diferenciada. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT
Given the persistence of practices and perceptions concerning the principle hygienism and search for behavioral changes observed in everyday actions of health and sanitary engineering professionals in the Amerindian context, this article aims to reflect on the political, normative and technical processes, that end up supporting that principle in the current context of conquest of rights by indigenous peoples. In that direction, the article points out the management of cultural diversity in the recent history of our country, which, on behalf of the inclusion of indigenous peoples, seems to be producing new civic and civilizatory hierarchies. By focusing the analysis of the training manual for the Indian agent of sanitation, placing it in the context of recent construction of Brazilian indigenous health policy, this paper seeks to contribute to the understanding of specific processes of nationalization which articulate practices and norms, rules and emotions representations and values, health (and engineering) professionals, Indian (“users” and leaders) and managers at the heart of the construction of differentiated citizenship.
Licença: Revista de antropologia - DECLARAÇÃO DE DIREITO AUTORAL Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos: Autores mantém os direitos autorais e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a Licença Creative Commons Attribution que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista. Autores têm autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não-exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista (ex.: publicar em repositório institucional ou como capítulo de livro), com reconhecimento de autoria e publicação inicial nesta revista. Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal) após o processo editorial, já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado (Veja O Efeito do Acesso Livre). Fonte: http://www.revistas.usp.br/ra/about/submissions#copyrightNotice. Acesso em: 24 abr. 2014.
Aparece nas coleções:DAN - Artigos publicados em periódicos

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.