Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/15453
Título: 101 mil brasileiros no mundo : as implicações do Programa Ciência Sem Fronteiras para o Estado Desenvolvimentista Brasileiro
Autor(es): Judd, Katherine Elizabeth
Orientador(es): Castro, Henrique Carlos de Oliveira de
Assunto: Estado desenvolvimentista
Desenvolvimento
Brasil
Ciência e tecnologia
Intercâmbio educacional
Cooperação internacional
Ciência e Estado
Programa Ciência sem Fronteiras
Data de publicação: 15-Abr-2014
Data de defesa: 14-Fev-2014
Citação: JUDD, Katherine Elizabeth. 101 mil brasileiros no mundo: as implicações do Programa Ciência Sem Fronteiras para o Estado Desenvolvimentista Brasileiro. 2014. 139 f., il. Dissertação (Mestrado em Estudos Sobre as Américas)—Universidade de Brasília, Brasília, 2014.
Resumo: O tema do Estado desenvolvimentista tem sido estudado e discutido desde o início do século XX. Quais são suas propriedades? Qual é o papel do Estado no desenvolvimento científico-tecnológico de um país e quais são os fatores que tornam um Estado um desenvolvimentista? É neste corpo de literatura que o presente trabalho pretende se inserir. Especificamente, o trabalho apresenta uma parte da literatura mais recente sobre o Estado desenvolvimentista, investigando os fatores novos que o configuram no século XXI. Após uma discussão sobre modelos de Estados desenvolvimentista (na Ásia, Europa, Estados Unidos e Brasil), o caso do programa brasileiro Ciência sem Fronteiras (CSF) é estudado para verificar se é uma demonstração de um novo rumo de Estado Desenvolvimentista em Rede do Estado brasileiro. Para verificar isso, foram realizadas oito entrevistas com atores envolvidos com o programa. Ao sintetizar os resultados das entrevistas, a autora conclui que o programa parece mais com um Estado Desenvolvimentista Burocrático (DBS) e postula novas hipóteses a partir das entrevistas realizadas.
Abstract: The Developmental State, a term which refers to state-led development with regards to the economy as well as scientific and technological sectors, has been studied and debated by social scientists since the beginning of the 20th century. Specifically, the discussion centers on questions such as: what are its properties? What is the role of the government in fostering innovation in science and technology in a particular country, and what are the factors that turn a state into a Developmental State? This thesis aims to insert itself within this body of literature, asking new questions about the role of the Developmental State in Brazil. Specifically, the thesis studies a portion of the more recent literature on the developmental state, investigating the new factors that contribute to a developmental state in the 21st century. After a theoretical discussion on different models of developmental states (in Korea and Japan, Germany and Sweden, the United States, and Brazil), an empirical study on the Brazilian Science without Borders policy is carried out, seeking to verify whether it is a demonstration of a new Developmental Network State (DNS) model in Brazil. Eight semi-structured interviews were carried out with key actors involved in the formulation and execution stages of Science without Borders. The thesis concludes that the program most resembles an extension of the current Brazilian developmental model, the Developmental Bureaucratic State (DBS), and postulates new hypotheses that could be tested in the future, on the basis of the interview results.
Descrição: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Centro de Pesquisa e Pós-Graduação Sobre as Américas, Programa de Pós-Graduação em Estudos Sobre as Américas, 2014.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:ELA - Mestrado Acadêmico em Estudos Comparados sobre as Américas (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2014_KatherineElizabethJudd.pdf1,27 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.