Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/15336
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2013_PatriciaBastosdeVasconcellosdeMedeiros.pdf1,88 MBAdobe PDFView/Open
Title: Efetividade do programa de atenção odontológica ao bebê do Hospital Universitário de Brasília na prevenção da cárie dentária
Authors: Medeiros, Patrícia Bastos de Vasconcellos de
Orientador(es):: Leal, Soraya Coelho
Assunto:: Odontopediatria
Cáries dentárias em crianças
Saúde bucal
Issue Date: 18-Mar-2014
Citation: MEDEIROS, Patrícia Bastos de Vasconcellos de. Efetividade do programa de atenção odontológica ao bebê do Hospital Universitário de Brasília na prevenção da cárie dentária. 2013. 62 f., il. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde)—Universidade de Brasília, Brasília, 2013.
Abstract: Introdução: A gravidez é um período que remete a mulher à busca por informações e aquisição de boas práticas de saúde constituindo um período favorável para mudanças de hábitos, inclusive os de saúde bucal. Desta maneira, desde 2006, foi implantado no Hospital Universitário de Brasília (HUB) um programa de atenção odontológica às gestantes e aos bebês. Embora inúmeras mulheres e seus filhos já tenham recebido atendimento no referido programa nenhuma avaliação sistemática da sua efetividade foi realizada. Objetivos: avaliar a efetividade do programa de atendimento odontológico, IMPACTO DA ATENÇÃO ODONTOLÓGICA À GESTANTE E A EXPERIÊNCIA DE CÁRIE NO BEBÊ, da Universidade de Brasília, comparando a prevalência de cárie dentária, o índice de placa visível e de sangramento gengival dos bebês incluídos no programa com os índices dos bebês que não participaram do mesmo. Metodologia: 240 Gestantes/Mães inscritas no Programa, no período de 2006 a 2009, foram convidadas a participar deste estudo. As crianças que participaram efetivamente do programa, visitando-o no mínimo uma vez por ano, formaram o grupo de estudo (G1). Aquelas que não aderiram ao programa formaram o grupo controle (G2). Os pares mães/filhos foram submetidos ao exame físico intra-bucal por dois examinadores treinados e calibrados e as mães responderam a um questionário. Os examinadores registraram em fichas próprias as respostas das mães ao questionário, quantidade de visitas, ausência ou presença de dor; índice de placa visível; índice de sangramento gengival; e prevalência de cárie. Os dados coletados foram transferidos para um programa de computador e submetidos à análise estatística. Resultados: Para a análise de dados foram utilizados o Teste T, Qui-quadrado, Regressão logística e Teste de Spearman. Não foram observadas diferenças estatisticamente significativas entre os níveis de escolaridade (p = 0,109) e sócio-econômico (p = 0,758) entre as mães do G1 e G2. Não houve diferença estatística significativa entre as idades das crianças (G1 = 4,2 anos; G2 = 4,4 anos, p = 0,068). Diferenças estatisticamente significativas foram observadas: na média de idade das mães (G1 = 33,8 anos; G2 = 35.6 anos , p = 0,015); no CPOS médio das mães (G1 = 24,71; G2 = 32,58, p < 0,001); e no ceos médio das crianças (G1 = 0,25; G2 = 4,12, p < 0,001). Observou-se ainda, uma correlação entre o índice de placa visível e de sangramento gengival das crianças com a prevalência de cárie dentária. Conclusões: As crianças que não frequentaram o programa tiveram maior prevalência de cárie, apresentaram experiência de dor e extração em razão da cárie dentária, maiores índices de placa e sangramento gengival quando comparadas às que aderiram ao programa. O programa de atendimento odontológico à gestante e ao bebê mostrou-se efetivo na prevenção da cárie dentária para aquelas crianças que o frequentaram com regularidade. ______________________________________________________________________________________ ABSTRACT
Introduction: Pregnancy is a period in which the woman is searching for information and is willing to incorporate good health practices. This is a favorable period for health promotion, once changes in the pregnant’ health pattern might influence on their babies health. In this way, since 2006, an Oral Health Program for the pregnant and their babies were implemented at the Brasília University Hospital (HUB). Although many women and their infants have been assisted by the Program, a systematic evaluation regarding its effectiveness has never been performed. Objective: to assess the effectiveness of the Oral health Program IMPACT OF THE ORAL CARE TO PREGNANT AND THE CARIES EXPERIENCE OF THE BABY, from the University of Brasília, by comparing the caries prevalence, the visible plaque and gingival bleeding scores of the infants enrolled in the program to the scores of those whose did not adhered to it. Methodology: 240 pregnant/mothers registered in the Program from 2006 to 2009 were invited to participate. Children who effectively participated of the Program, by visiting it at least once a year, comprised the study group (G1) and those who did not, the control group (G2). The pairs mothers/infants were submitted to a clinical oral examination by two trained and calibrated examiners and the mothers responded to a questionnaire. The examiners registered in a specific form the mothers’ responses, the number of dental visits, the presence of toothache, the visible plaque and gingival bleeding scores and the caries prevalence. The information collected was transfered to a computer program and the data was statistically analyzed. Results: For the statistical analysis the Student T-Test, Chi-square, Logistic Regressions and Spearman Test were used. No statistical differences were observed in regard to the education level and (p = 0.109), socio-economic status (p = 0.758) between mothers from G1 and G2 and in relation to the infants age (G1 = 4.2 years-old; G2 = 4.4 years-old, p = 0.068). Statistical differences were observed in regard to: mothers mean age (G1 = 33.8 years-old; G2 = 35.6 years-old, p = 0.015); mean DMFS of mothers (G1 = 24.71; G2 = 32.58, p < 0.001); and infants mean dmfs (G1 = 0.25; G2 = 4.12, p < 0.001). It was observed a correlation between the infants visible plaque and gingival bleeding scores with caries prevalence. Conclusions: The children who did not attend the Program presented with higher caries prevalence, greater toothache experience and required tooth extraction due to caries, higher scores of visible plaque and gingival bleeding when compared to the infants who adhered to the Program. Therefore, the Program of Oral care to pregnant and to the baby showed to be effective in caries prevention once the infant attended to it with regularity.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde, 2013.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:FS - Mestrado em Ciências da Saúde (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/15336/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.