Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/1531
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_Juliana_Gehlen.pdf2,79 MBAdobe PDFView/Open
Title: Construção da sustentabilidade em canteiros de obras : um estudo no DF
Authors: Gehlen, Juliana
Orientador(es):: Blumenschein, Raquel Naves
Assunto:: Construção civil - sustentabilidade
Construção civil
Canteiro de obras - impacto ambiental
Gestão ambiental
Distrito Federal (Brasil)
Issue Date: 18-Dec-2008
Citation: GEHLEN, Juliana. Construção da sustentabilidade em canteiros de obras: um estudo no DF. 2008. 158 f. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo)-Universidade de Brasília, Brasília, 2008.
Abstract: Esta dissertação aborda o conceito da sustentabilidade e a sua aplicação nos canteiros de obras. Propõe-se que a sustentabilidade não é um conjunto de regras fixas mas uma série de práticas que vão se aprimorando à medida que os agentes da cadeia produtiva atingem as metas iniciais. Mostra-se o papel das construtoras enquanto agentes vetores de mudanças na cadeia produtiva da construção civil. Ainda que o foco principal das iniciativas de sustentabilidade na construção tenha sido no escopo do projeto arquitetônico, o canteiro de obras — a área onde as empresas construtoras têm mais poder de decisão — pode contribuir significativamente para a redução dos passivos da indústria. O canteiro de obras sustentável pode ser atingido de diversas maneiras por meio da aplicação de ações estratégicas, que são divididas nos seguintes temas: Compra responsável; Relação com a comunidade; Gestão de saúde e segurança ocupacional; Projeto de gestão da qualidade; Redução das perdas de materiais; Gestão de resíduos sólidos; Uso e ocupação do solo (implantação do canteiro); Consumo de água; Consumo de energia e transporte; Conservação de fauna e flora local; e Educação dos colaboradores. Tendo como premissa que a sustentabilidade só será alcançada através do fortalecimento do sistema de aprendizado das empresas construtoras, são analisadas as certificações dos sistemas de gestão (ISO 9001, PBPQ-H, ISO 14001, OHSAS 18000, SA 8000), as certificações de edifícios verdes (LEED e AQUA) e os programas locais (PGM e PRAS) sob a perspectiva de suas respectivas contribuições para o desenvolvimento de canteiros de obras sustentáveis. Buscando contribuir com a formação de uma base de dados para o desenvolvimento do setor, foi traçado o panorama das práticas adotadas em canteiros de obras no Distrito Federal, mostrando como o aprimoramento é alcançado gradativamente pelo setor. A pesquisa mostrou que de fato há um percurso de aprendizado a ser seguido, tendo como início as ações relativas às questões econômicas, passando para as sociais, seguidas das educacionais e em último lugar aquelas relativas à proteção do meio ambiente. _________________________________________________________________ ABSTRACT
This work addresses the concept of sustainability and its application in construction sites. It is suggested that sustainability is not a set of fixed rules but a series of practices which go on improving as the players in the productive chain meet its initial goals. Construction firms are portrayed as having a role in conveying changes in the productive chain of the construction industry. Although the main focus of sustainable initiatives in building has been in the architectural design phase, the building site—where construction firms have more leverage—may contribute significantly to reduce the environmental liabilities in the industry. The sustainable construction site may be actualized in different ways from the pursuing of strategic actions, which are classified as: responsible procurement; community relations; occupational health and safety management; quality management project; reduction of construction waste; solid waste management; land use and occupation (construction site design); water consumption; energy consumption and transportation; local vegetation and wildlife conservation; and education of partners. Assuming that sustainability will only be attained by means of strengthening the learning system of construction firms, three sorts of corporate culture instruments are analyzed: management systems (ISO 9001, PBQP-H, ISO 14001, OHSAS 18000, SA 8000), green building certifications (LEED and AQUA) and local programs (PGM and PRAS), from the standpoint of each instrument’s contributions to the development of sustainable construction sites. With the aim of contributing towards the constitution of a database for the development of this sector, I sketched a picture of the practices adopted in construction sites in the Federal District of Brazil, showing how gradual enhancements occur. The survey showed that there is in fact a learning process to be followed, starting with actions related to economic issues, from there on to the social, then educational and, lastly, environmental protection issues.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, 2008.
Appears in Collections:FAU - Mestrado em Arquitetura e Urbanismo (Dissertações)
UnB - Brasília 50 anos

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/1531/statistics">



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons