Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/1507
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2009_LiviaPereiraJunqueira.pdf1,39 MBAdobe PDFView/Open
Title: Fenologia e características físicas da lima ácida 'Tahiti' cultivada sob irrigação no Distrito Federal
Other Titles: Phenology and physical characteristics of acid Tahiti limes, grown under drip irrigation in Brazil’s Federal District
Authors: Junqueira, Lívia Pereira
Orientador(es):: Peixoto, José Ricardo
Assunto:: Citrus latifolia Tanaka
Fenologia vegetal
Frutas cítricas - produção
Issue Date: 13-Mar-2009
Citation: JUNQUEIRA, Lívia Pereira. Fenologia e características físicas da lima ácida `Tahiti` cultivada sob irrigação no Distrito Federal. 2009. 105 f. Dissertação (Mestrado em Ciências agrárias)-Universidade de Brasília, Brasília, 2009.
Abstract: A fruticultura é uma atividade que vem crescendo no Distrito Federal, destacando-se o cultivo da lima ácida „tahiti‟ (Citrus latifolia Tanaka). Entretanto, a área cultivada com essa frutífera vem diminuindo devido à falta de informações e técnicas de cultivo. Dessa forma, para oferecer informações técnicas e científicas como subsídios para se produzir lima ácida tahiti no período de entressafra no Distrito Federal e região geoeconômica, objetivou-se, neste trabalho, gerar informações sobre alguns parâmetros fenológicos do limão tahiti cultivado sob irrigação, como o período de carpogênese a partir de flores emitidas de junho de 2007 a maio de 2008 e as taxas de rendimentos de suco, taxas de vingamento, crescimento de frutos, espessuras de cascas e massas frescas dos fruto gerados e desenvolvidos neste período. As flores marcadas foram analisadas mês a mês até que os frutos delas originados atingissem o ponto de colheita. As médias dos dados obtidos foram comparadas pelo teste de Tukey e Scott-Knot a 5% de probabilidade. Houve uma grande variação no período de carpogênese, de 121 a 183 dias, em função da época do ano, sendo que frutos que se desenvolveram em períodos de baixas temperaturas obtiveram os maiores períodos até o ponto de colheita. A partir dessa informação é possível estabelecer a época para que a indução floral seja feita, a fim de se obter frutos na entressafra. Há uma tendência de menor crescimento dos frutos nos meses mais frios, concluindo que temperaturas baixas causam um efeito depressivo no crescimento do fruto e retardam a maturação. Estatisticamente, as menores taxas de vingamento ocorreram nas flores marcadas nos meses de fevereiro, março e maio. Porém, analisando os outros meses que não diferiram pelo teste de Scott-Knot, percebe-se que as maiores taxas ocorreram na estação mais seca, devido à ausência da antracnose. As características físicas peso do fruto e tamanho do fruto também estão relacionadas às variáveis climáticas, sendo que a estação do ano com temperaturas mais elevadas proporcionou frutos maiores e mais pesados. Entretanto, essa diferença não é suficiente para que os frutos sejam rejeitados pelo mercado. Os frutinhos que se desenvolveram em meses mais frios têm um maior período de carpogênese, mas atingirão o tamanho característico para a comercialização. Em relação ao teor de suco, conclui-se que não há interferência da baixa umidade relativa do ar no teor de suco presente nos frutos. Há correlação positiva entre o peso do fruto e peso das cascas e alvéolos e entre peso de cascas e alvéolos e espessura de casca. A correlação foi negativa entre teor de suco e peso de cascas e alvéolos e entre espessura de casca e teor de suco. ________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
Fruit production, and especially of tahiti acid lime (Citrus latifolia Tanaka) is increasing in the Federal District. However, the area devoted to cultivation of tahiti limes is declining, owing to a lack of technical information and techniques for inducing offseason fruit set. This paper aims to generate scientific information on phenological parameters, with a view to assisting in the development of techniques for harvesting tahiti limes in the offseason, in the Federal District and adjacent regions. Phenological parameters studied included the carpogenesis period (from blossom to harvesting) assessed by examining blooms flowering between June 2007 and May 2008, juice yields, fruit set rates, fruit development rates, peel thickness, and fruit weight. Labeled flowers were examined each month until the fruit was ready for harvesting. Average data obtained was compared using the Tukey & Scott-Knott test at a 5% probability. There was considerable variation in the capogenesis period (from 121 to 183 days) depending upon the season, and fruits that developed during periods of lower temperature took the longest to ripen. Based on this information, fruit growers can determine the best moment to commence floral induction, in order to obtain offseason fruits. Fruits tend to grow more slowly and take longer to ripen in months when temperatures are low. Statistically, the lowest fruit set rates occurred with flowers labeled in February, March, and May. However, results of the Scott-Knot test indicate that the highest fruit set rates occurred during the dry season, probably due to a lower incidence of anthracnose. Alterations to such physical characteristics as weight and size of the fruit are also related to climatic variations, and larger and heavier fruits tend to be produced in the season with the highest temperatures. Such differences are not, however, sufficient to lead markets to reject the fruits. Smaller fruits that develop in colder months have a longer carpogenesis period, but nonetheless finally reach an acceptable marketing size. Low relative humidity does not affected juice yields. A positive correlation was found between the weight of the fruit and the weight of the peel and alveoli; and between the weight of the peels and alveoli and peel thickness. A negative correlation was detected between juice content and the weight of peel and alveoli; and between peel thickness and juice content.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2009.
Appears in Collections:FAV - Mestrado em Ciências Agrárias (Dissertações)
UnB - Brasília 50 anos

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/1507/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.