Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/14999
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2013_SheiladaSilvaMachado.pdf10,09 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: "Vivo ou Morto?" : o corpo na escola sob olhares de crianças
Autor(es): Machado, Sheila da Silva
Orientador(es): Wiggers, Ingrid Dittrich
Assunto: Corpo humano
Crianças - desenvolvimento
Educação física - imagem corporal
Data de publicação: 22-Jan-2014
Referência: MACHADO, Sheila da Silva. "Vivo ou Morto?" : o corpo na escola sob olhares de crianças. 2013. xvi, 207 f., il. Dissertação (Mestrado em Educação Física)—Universidade de Brasília, Brasília, 2013.
Resumo: O presente estudo precipuamente busca refletir sobre as percepções das crianças acerca de seu corpo na escola. Outrossim, justifica a concepção de infância enquanto sujeitos de sua própria história. Considera-se as crianças como agentes ativos e de direitos inseridos em uma sociedade a qual podem reproduzir, construir novos sentidos e intervir nas práticas sociais e culturais. Parte da crítica de uma infância desprovida de historicidade, submetida a um processo de expropriação de condição de ser humano, o que os fragmenta enquanto sujeitos. Objetivou analisar os sentidos conferidos ao corpo pelas crianças, a partir de elementos da educação do corpo, construídos pelo processo de escolarização. Para tanto, foi realizada pesquisa de campo com orientação etnográfica, envolvendo produção de dados em uma escola da rede pública de ensino do Distrito Federal, Brasil. As técnicas utilizadas compreenderam observação participante; coleta de desenhos; conversas com as crianças; e aplicação de “formulário sobre práticas culturais e de consumo de mídias”. Acompanhamos uma turma do quinto ano do Ensino Fundamental, formada por um total de vinte e três crianças. Os resultados apontam que embora a escola empregue a cultura de um corpo passivo, disciplinado e obediente as regras, as crianças as transgridem, criam e reinventam os tempos e espaços instituídos para elas neste ambiente. Apresentam ainda opiniões e soluções relacionadas aos espaços escolares, bem como a necessidade de serem ouvidas e de participarem dessas discussões. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT
This study seeks essentially to think over children’s perceptions about their body at school. In addition, it justifies the childhood conception as protagonists of their own history. Children are considered as active agents in their own rights inserted in a society that they may reproduce, build new meanings, and intervene in the social and cultural practices. It starts from the criticism of a childhood devoid of historicity, subjected to a humanness expropriation process, which fragments them as individuals. The objective was to analyze the meanings conferred to the body by the children, based on elements of body education, built by the schooling process. Therefore, a field research has been conducted under an ethnographic approach, involving the production of data in a public school in the Federal District, Brazil, has been conducted. The techniques used included participant observation; collection of drawings, conversations with children; and application of "cultural practices and media consumption form". We have observed a group of elementary school fifth graders, consisting of a total of twenty-three children. Results show that although the school uses the culture of a passive body, disciplined and obedient to rules, children break them, create and reinvent spaces and times set for them in this environment. They even have opinions and solutions related to school spaces as well as the need of being heard and participate in these discussions.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação Física, Programa de Pós-Graduação em Educação Física, 2013.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:FEF - Mestrado em Educação Física (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.