Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/14907
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO_UniversalidadeAcessibilidadeSUS.pdf324,34 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Universalidade e a acessibilidade ao SUS : o olhar sobre os jovens catadores de lixo em situação de rua de Brasília (DF)
Outros títulos: The universality and accessibility to SUS (Brasilian Public Health System) : a glance at the young and homeless 'garbage-diggers' at the Federal District
Autor(es): Ramos, Regina Célia Paz da Silva
Gonçalves, Andréa de Oliveira
Gonçalves, Rodrigo de Souza
Assunto: Serviços de saúde - acesso
Sistema Único de Saúde
Pessoas desabrigadas
Data de publicação: Abr-2012
Editora: Centro Brasileiro de Estudos de Saúde
Referência: RAMOS, Regina Célia Paz da Silva; GONÇALVES, Andrea de Oliveira; GONÇALVES, Rodrigo de Souza. Universalidade e a acessibilidade ao SUS: o olhar sobre os jovens catadores de lixo em situação de rua de Brasília (DF). Saúde em debate, Rio de Janeiro, v. 36, n. 93, p. 151-156, abr./jun. 2012. Disponível em: <http://cebes.org.br/media/File/RSD_v36n93.pdf>. Acesso em: 12 dez. 2013.
Resumo: Apesar da saúde no Brasil ser um direito constitucional, a população em situação de rua encontra grandes dificuldades de acesso a essa garantia. Tais dificuldades apresentam-se desde a falta de documentos para acessar os serviços públicos de saúde e muitas vezes pela falta de conhecimento para acessar os serviços. Este artigo apresenta uma análise sobre as condições de saúde e doença que levam Jovens Catadores de Lixo em Situalçao de Rua (JCLSR) a acionarem os serviços do Sistema Único de Saúde (SUS), no Distrito Federal. Trata-se de estudo qualitativo, coma realização de entrevistas em profundidade e observação participante. Os resultados apontaram que os JCLSR acessam os serviços do SUS apenas em situações de emergência, e no tocante o Estado, os serviços prestados limitam-se em ensinar práticas higienistas, com objetivo de manutenção da ordem na capital do País. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT
Even though health in Brasil is a constitutional right, it is difficult for the homeless population to acess health services. These difficulties can include the lack of documents or even life conditions. This article presents a qualitative analysis of the lack of health conditions that make Young and Homeless 'Garbage-Diggers' (YHGD) search for the Brasilian Public Health System (SUS) in the Federal District. Data werw collected on in-depth interviews and systematic observation.The results showed that the YHGD acess SUS health services only for emergencies. Assessing the health system structure in the country, the services provided are limited to teaching good hygiene practices, aiming only the basic health maintenance in the country's capital.
Licença: Revista Saúde em Debate - Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons 3.0 (CC BY NC). Permite copiar, distribuir, transmitir o trabalho e adaptá-lo. Não permite o uso para fins comerciais. Fonte: http://cebes.org.br/media/File/RSD_v36n93.pdf Acesso em: 14 nov. 2013.
Aparece nas coleções:CCA - Artigos publicados em periódicos

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.